quinta-feira, 7 de maio de 2015

- Mesmo longe! Estou por aqui!!

Olá minhas guerreiras e meus guerreiros!

Sei que estou bastante ausente... mas como disse no tema deste post,,, Mesmo longe estou por aqui!!

Passei para falar que vejo todos os comentários de vocês e procuro respondê-los....
A postagem sobre misogenia, Ele te ama! e depois te maltrata! ainda é a ganhadora de comentários.... É!!! Esse assunto será sempre atual!!! E fico agradecida, pois várias mulheres já foram ajudadas aqui!!!!

Agradeço mais uma vez a colaboração de todos!!!!!

Não vou prometer posts novos por enquanto!!! O blog continuará no ar!!! responderei as perguntas... Enfim... como falei em posts anteriores minha vida mudou, os focos, as atenções....mas estou aqui em "off" mas, com vocês!!

Enorme abraço no coração!

Adriana Pimentel

sexta-feira, 24 de maio de 2013

- Obrigada pelos depoimentos!

Luz e flores para você!

Olá!!!

Esta postagem é para agradecer a todas as mulheres que colocaram seus depoimentos sobre seus relacionamentos com seus parceiros misóginos (Ele te ama e depois te maltrata! Ele pode ser um misógino ).

Espero que este texto continue ajudando e conscientizando a todas (os).

Obrigada mulheres de coragem, de fé e de luta!!!!!!!
Eu também aprendo muito com todas vocês!

Sorte, mais força e crença em você mesma!!!!!!

Estarei por aqui!! Mesmo que um pouco ausente... Mas sempre por aqui!!!!

Enorme abraço e boa semana!

Adriana Pimentel

segunda-feira, 4 de março de 2013

- Comportamento masculino e feminino


Olá! a todas e a todos!

Pensei em escrever mais uma vez sobre o comportamento masculino, lembrando um outro artigo que publiquei aqui em 2010, sobre misoginia ( Ele te ama e depois te maltrata - Ele pode ser um misógino) Neste artigo, eu obtive uma resposta enorme de muitas leitoras falando de seus relacionamentos e claro sobre o comportamento de seus parceiros. Nesse artigo eu abordo o homem misógino, com características bem peculiares, como: 

"...no início, esses homens são completamente galanteadores, amorosos... Mas que ao longo da relação eles começam a usar de uma tortura psicológica incrível, fazendo com que sua companheira se sinta culpada, incapaz, inadequada... Tudo isso através de insultos, momentos de raiva e de críticas constantes; revertendo assim o foco da situação deixando a mulher confusa e oprimida, pois elas demoram a acreditar que aquele homem “maravilhoso” agiu daquela forma..." ( Ir para o texto - misoginia)


Esse artigo foi tão revelador que até hoje recebo e-mails e comentários sobre o tema. É impressionante o número de mulheres que se sentem oprimidas pelos seus companheiros, e o quanto elas deixam de viver suas vidas.

Nesses comentários e e-mails, muitas mulheres pediram SOCORRO! AJUDA! E outras,  escreveram que ao perceberem o que estava se passando em seus relacionamentos; tomaram atitudes, ou de procurar terapia, de se separar, ou no mínimo de não serem mais subservientes a seus companheiros.

Outras leitoras até deram conselhos... Enfim, fico muito feliz, que tenha ajudado a algumas e até a alguns homens que também se identificaram com tais comportamentos. Pois amar não é maltratar, humilhar, mandar, competir...

Amar é compartilhar - SENTINDO JUNTO! Afinal as pessoas se unem por um propósito; então para que fazer de seus relacionamentos uma guerra.

E atenção mulheres!!! Amar o outro é lindo, maravilhoso.. Mas primeiro lembrem-se DO AMOR PRÓPRIO. E relembrando que: O comportamento masculino, por si só, já é muito diferente do nosso. HOMENS PENSAM DIFERENTE SIM!!!!! Partindo desse princípio devemos fazer a nossa parte feminina de ser.

Mas sempre sabendo que se esse comportamento masculino extrapolar, como por exemplo nas atitudes de um misógino. Cuide-se! Pois, como nós não vamos mudar o outro (caso esse outro realmente não queira) devemos nós mesmo nos ajudarmos.

É isso. Gostaria de ressaltar que depende de nós o querer da mudança.

Depende de nós.

Enorme abraço 


Adriana Pimentel

sábado, 16 de fevereiro de 2013

- Recordar realmente é Viver!


Pois é meus queridos! Essa experiência de recordar foi vivida por mim e algumas colegas da época de colégio... E... Vocês não imaginam como as lembranças de tudo o que vivemos causa em nós!

Reviver momentos bons da infância e adolescência faz bem ao cérebro e consequentemente ao nosso corpo.


Tive a vontade de escrever sobre isso, pois no nosso encontro pude observar como todas sorriam sem parar ao relembrar algumas "traquinagens" aprontadadas por nós naquela época de escola, constatei que reviver rejuvenesce e causa uma sensação de bem estar enorme.

Claro que somos seres com histórias únicas e diante de uma vivência temos os fatos positivos e negativos de crescer, amadurecer.. envelhecer... Não desprezo os momentos negativos de uma infância ou adolescência; o que quero aqui, é mostrar que podemos através das nossas lembranças não ecarcerarmos em comportamentos rígidos ou inadequados, em virtude dos acontecimentos da vida, mas sim  que podemos  viver (reviver) o que fomos um dia, na leveza de uma criança e nas descobertas de uma adolescente, para não perdermos a esperança na vida e no mundo, para não sermos adultos chatos e intolerantes.

Ah! como foi bom recordar... Como foi (é) bom sorrir!
Devemos sempre fazer esse treino de voltar àquelas boas lembranças de infância e nos permitirmos.
Nos permitirmos realmente a sermos nós mesmos, e não o que a sociedade nos impõe.

Adorei reviver... Aconselho a todos!!!!
  
E tenho certeza que desse encontro todas puderam se permitir a ser um pouco daquelas adolescentes cheias de sonhos (muitos inclusive realizados) e de alegria.

Que venham outros, que venham mais... Pois se recordar é viver, EU QUERO SEMPRE ME SENTIR VIVA!

Um abraço enorme a todas e a todos!

domingo, 6 de janeiro de 2013

- Como começar 2013!

Olá meus amigos e amigas!!! Como sempre procuro encontrar textos que nos traga bons conhecimentos e ilumibação para nossos caminhos... trago aqui um brilhantes palavras feitas por André Lima -EFT Practitioner. que nos mostra maravilhosas dicas para começamos o nossom ano!!

Espero que aproveitem!


Dicas poderosas de prosperidade para 2013


Atrair e criar abundância material é algo que todos nós desejamos para que possamos realizar nosso sonhos, trazer conforto para a nossa família e ajudar a quem quisermos. Vou dar dicas poderosas, muitas delas bem simples, que vão nos ajudar a aumentar a prosperidade. São conhecimentos que venho pondo em prática durante a minha jornada e que fizeram grande diferença na minha vida e na vida dos alunos e clientes que atendo.

Praticar a Gratidão - O sentimento de gratidão gera bem estar e alegria. Isso nos deixa mais criativos e otimistas e nos ajuda a ter boas idéias e enxergar melhor as oportunidades. Além disso, nossos sentimentos atraem coincidências que ajudam a gerar mais daquele sentimento. Ou seja, gratidão ajuda a atrair mais situações pelas quais nos sentiremos gratos. É o que muitos chamam de lei da atração.

Para aumentar o sentimento de gratidão, podemos utilizar uma prática simples que dá um excelente resultado. Faça uma lista com pelo menos 30 coisas que você se sente grato (coisas materiais, pessoas, habilidades que você tem, seu animalzinho de estimação...). Leia diariamente antes de dormir a sua lista e procure entrar em contato com o sentimento de gratidão. Quanto mais você praticar, mas ele vai aumentando e se tornando parte da sua forma de sentir a vida.

Quando começamos a focar nas coisas que nos fazem sentir gratidão, nossa mente começará a prestar atenção em mais coisas que nos farão sentir gratos, gerando ainda mais bem estar. Isso ocorre por que a mente tem um mecanismo de atenção seletiva. Através deste mecanismo, ela nos faz encontrar as coisas que damos mais importância. Por exemplo. Quando uma mulher está grávida, ela começa a ver muitas mulheres grávidas. Quando você resolve comprar um determinado carro, passa a ver nas ruas muito mais unidades daquele carro. Quanto mais você agradece, mais sua mente encontra motivos para agradecer...

Abandonar as lamúrias e reclamações - Lamuriar é contrário de agradecer. Traz mal-estar, deixa-nos mais pessimistas, bloqueia a nossa criatividade. Vicia a mente em encontrar mais razões para se queixar. Algumas pessoas, mesmo quando passam por uma fase ótima ou durante o lazer, encontram sempre coisas para reclamar. Acabam dando mais importâncias ao que não está saindo conforme seus desejos. A atenção seletiva funciona também para encontrar coisas negativas, e a maioria das pessoas tem usado esse poderoso mecanismo mental para essa finalidade. Suas mentes são treinadas para encontrar razões para sofrer. Além disso, pela lei da atração, quanto mais reclamamos, mais atrairemos situações desagradáveis. Por isso, para aumentar a prosperidade, abandone todo e qualquer hábito de reclamar: do passado, da profissão, do governo, da falta de dinheiro, do sócio e etc... Se alguma situação não está conveniente pra você, faça o que estiver ao seu alcance para mudar. É possível fazer isso sem ter que entrar na energia nociva da reclamação. Entretanto, em algumas situações, nada poderá ser feitor. Nesse casos, a reclamação torna a situação mais difícil de suportar.

Cuide do fatores visíveis mais óbvios - A abundância material é o resultado de vários fatores visíveis e invisíveis. Os fatores visíveis são aqueles mais óbvios: trabalhar com dedicação, preparar-se intelectualmente, fazer cursos de reciclagem, ir atrás dos seus objetivos... Recomendo que qualquer pessoa cuide desses fatores visíveis para crescer. Entretanto, conheço várias pessoas que, apesar de serem inteligentes, dedicadas e preparadas, não conseguem um crescimento financeiro e profissional satisfatório. Isso não acontece por acaso.

Cuide da parte invisível. Fatores inconscientes e, portanto, mais difíceis de serem detectados, têm uma grande força e podem atrapalhar o nosso crescimento de forma sorrateira. Essa parte invisível se compõe de pensamentos, sentimentos e crenças negativas de diversos tipos que geram processos de autossabotagem inconsciente. Influenciam totalmente as nossas escolhas sem que a gente perceba, destroem a criatividade e atraem situações negativas. Vamos ver mais sobre esses fatores a seguir.

Liberte-se de crenças nocivas com relação ao dinheiro - Pensamentos do tipo: dinheiro atrai inveja, tira a paz interior, escraviza o homem, corrompe, dinheiro é mal do mundo, atrai falsos amigos e etc... fazem com que você se sabote e deseje se afastar do dinheiro para sua própria proteção, mesmo que racionalmente você diga querer mais abundância. Isso acontece de forma sutil e inconsciente. A *EFT (técnica para autolimpeza emocional, veja como receber um manual gratuito no final do artigo) é uma ferramenta poderosa que podemos utilizar a EFT para fazer uma boa limpeza nessas crenças limitantes.

Liberte-se de crenças nocivas com relação a sua profissão - Crenças do tipo: professor nasceu pra sofrer; é difícil ganhar dinheiro como terapeuta; empresário pequeno não tem como crescer; o mercado paga mal; o mercado para tal profissão não tem mais espaço e etc... bloqueiam as idéias e deixam as pessoas presas na difícil situação em que a maioria se encontra. Limpando essas crenças, começamos a enxergar as oportunidades que os bem sucedidos vêem e passamos nos destacar. Nos tornamos a "exceção" daquela profissão.

Trabalhe a sua autoestima - Esse é um tema vasto. A autoestima é afetada por uma séria de fatores desde a nossa infância. Vários sentimentos acumulados minam a autoestima: medos, culpas, rejeição, abandondo, reprovação, críticas e etc. A baixa na autoestima é a falta de amor por si mesmo, gera sentimentos de não merecimento. E quanto menos a gente se ama, mais, de forma inconsciente, sabotaremos o nosso crescimento profissional e financeiro. Afinal de contas, quando você não gosta de alguém, você deseja que esse alguém cresça? Duvido. O mesmo acontece com você mesmo. Quando a nossa autoestima é baixa, somos o nosso próprio inimigo a nos sabotar.

Faça o investimento mais rentável do mundo - Depois que passei a ler e a passar por cursos e trabalhos diversos de autoconhecimento, toda essa parte invisível foi trabalhada e muita coisa negativa foi eliminada. O resultado disso é que deixei de viver uma situação financeira péssima e a minha renda aumentou em mais de 6 vezes em alguns anos. Ou seja, invista em curar sua parte invisível.

  por Andre Lima - andre@eftbr.com.br
Related Posts with Thumbnails

Vídeos

Loading...