sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

- Feliz Natal!! Feliz Ano Novo!!



QUE O ESPÍRITO CRÍSTICO HABITE EM SEUS CORAÇÕES!!! 


UM ANO NOVO REPLETO DE REALIZAÇÕES, PAZ E MUITO AMOR!!!!!

Até  2011!!!!!!!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

- Fast-food, a ansiedade e economia.

Numa reportagem da revista Mente & Cérebro (revista essa que me tornei fã); fala sobre as alimentações rápidas que podem aumentar a ansiedade e compulsão.

Tenho notado realmente que tudo hoje que nos proporciona ser realizado de uma forma rápida nos causa ansiedade.... ou até mesmo impaciência, quando não conseguimos naquele momento, pelo nosso tempo escasso... logo desistimos, pois queremos tudo para ontem... Então claro, somos tomados pela ansiedade e consequetemente o aparecimento de algumas alterações na nossa saúde em virtude disso.

Na pesquisa realizada por Stanford DeVoe diz: "Mas, ironicamente, essa eficiência nos torna muito mais impacientes e menos capazes de economizar dinheiro" - Esse estudo foi publicado na revista Psychological Science

Na reportagem da Revista, a frase inicial é: "O hábito de comer lanches rápidos não faz mal apenas à saúde, mas também ao equilíbrio emocional e consequentemente ao bolso".


Na verdade não nos damos conta como esse tipo de comportamento pode alterar nosso estado emocional não é mesmo? mas faz sentido quando paramos para analisar os comportamentos de quem se entrega a essa modernidade sem se ater a seus comportamentos.

Então vamos ficar mais atentos a nossa forma de comer, de agir... de estarmos no mundo... bom momento não acham? É propício para que possamos entrar neste novo ano que se aproxima com pensamentos diferentes. Pensando em desacelerar um pouquinho... Em saber esperar.. em ter mais paciência, compassividade e principalmente cuidado com nossos hábitos alimentares, ou seja consigo!!!!!


Enorme abraço e bom final de semana!!!!!



quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

- Momento Pensante!



"Que as lágrimas curem tua dor, da mesma forma que molhem o jardim da tua esperança"

Adriana Pimentel (17/06/10)
Publicado também no Recanto das letras

* A imagem marcante da calota de gelo, localizada no arquipélago de Svalbard (Noruega), foi registrada pelo ambientalista e professor Michael Nolan, enquanto fazia uma viagem para observar as geleiras e seus animais selvagens ao redor.
Na foto, percebe-se o degelo formando uma imagem parecida com um rosto. “Seria a Mãe Natureza chorando?”, pergunta o jornal britânico Daily Mail.
O perito disse que esse fenômeno não é por acaso. Ele confirmou que a calota de gelo tem diminuído cerca de 160 metros a cada ano há várias décadas.
A situação é preocupante, declara Jon Ove Hagen, respeitado especialista. O cientista diz que há outras mudanças drásticas sendo observadas em outras massas de gelo na região.
A geleira de Austfonna é a segunda maior da Europa e a sétima maior do mundo. (fonte: http://www.contaoutra.com.br/noticia.asp?id_blog=4598)

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

- Ganhadora do Livro!! Comemoração de dois anos do blog!



Queridos amigos!!!!
 Foi muito bom poder contar com a participação de todos vocês na comemoração de  dois anos do blog!


Bom!!! Mais uma vez.. Agradeço as três figuras ilustres que colaboraram com meu post do AnoII, contando um pouco da história de cada uma... A cláudia do Feito a mão  A Lidi do bicha femea e a Lelê do blog Casa de catarina.
 
 Mas estamos aqui para divulgar a ganhadora do livro...
Isso mesmo a ganhadora......Então o livro vai para....

 Ana karla do blog Misturação um blog interesante e como ela mesma coloca é um blog onde "você vai encontrar uma "Misturação" de assuntos como artesanato, música, homenagem, educação, pedagogia, cidades, animais, poemas, cotidiano entre outros".

Seu depoimento foi..." Passei a não mais ficar calada diante das minhas verdades e razões. Diria até que passei dos limites, mas foi necessário. Em defesa dos filhos a gente faz muito mais."

Obrigada Ana e continue assim falando e falando as suas verdades e lutando por suas razões...

E claro, a todos os outros que  participaram deste momento, obrigadão.... Mas sorteio é sorteio né gente...

Um enorme abraço a todas e a todos, conto com vocês SEMPRE....

Até os próximos posts......
Enorme abraço!

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

- A Realidade Feminina.

Fonte : www.mulherfeliz.com.br/tag/fotos/

Bom dia!!

Acordei com vontade de falar sobre nós mulheres...
Isso mesmo!
Estamos mais uma vez escrevendo uma nova história nos tempos... Com uma mulher como a PRIMEIRA a ser presidenta do nosso País!

Contudo o que continuo observando é que mesmo assim alguns homens e “pessoas” insistem em menosprezar, desconsiderar, humilhar, usar, violentar as mulheres.

Até parece que eles não se dão conta que o mundo está sendo tomado por elas (nós) .... Risos....

Fico ainda admirada como pode existir descriminações ainda no campo profissional por exemplo, onde a mulher continua ganhando menos que os homens, o que é isso? MEDO  da classe masculina? Pelo tamanho crescimento que a mulher hoje conquistou e conquista?

Respondo e indago que: só pode ser. Pois não existe outro fato ou argumento para que tais considerações ainda existam no nosso século atual.


A mulher é tão capaz quanto o homem... Claro, dentro das suas diferenças a mulher alcança, conquista e atrai os mesmos resultados que a nossa classe masculina, não deixando nunca de ser feminina, delicada, criativa, sensível e tantas outras qualidades que nós mulheres não vamos deixar de ter, pois não precisamos ser IGUAIS aos homens, não somos e não seremos, mas podemos e já alcançamos o patamar igual a eles, pois diante de tantas características diferente dos homens temos nossas igualdades no campo da inteligência, da capacidade, da criatividade, das conquistas...

Enfim! Penso até que não adianta mais essa guerra dos sexos!!! Pois todos, SEMPRE, teremos nosso diferencial.

A mulher não é o sexo frágil, ela apenas é mais sensível, delicada, emotiva. Ela é sim o sexo forte! Pois vocês já viram um homem quando tem alguma doença, nossa! eles parecem que vão morrer, (risos) isso mesmo, será que esse não seria o sexo frágil? Pois é verdade que pra carregar peso é preciso força física, mas para carregar no ventre um ser, para suportar dores, para ser mulher, boa profissional, boa mãe e ainda administrar seu lar é preciso ter que força? É preciso ser e ter o quê?

Bom, acho que acordei com essa vontade de falar de mim, de você de nós mulheres. E que sempre tenhamos em mente a força que temos, a qual não precisamos brigar, espernear para provar o que temos e o que somos. O resultado está ai... (sem referência a partidos políticos) UMA MULHER NA PRESIDÊNCIA DO BRASIL!

Será isso porque somos o sexo frágil?
Será isso um reconhecimento das igualdades (desiguais) que existe entre os gêneros?

Bom! Sei da potencialidade masculina e feminina.. Só tenho um desejo: Que o mundo saiba disso.

Beijos! Tenham um bom feriado!

Adriana Pimentel

Ah! e lembre-se vcs ainda podem ganhar um livro leiam sobre a promoção de segundo ano do blog: Ano II! Blogagem Coletiva e Convidadas!

domingo, 24 de outubro de 2010

- Ano II!! Blogagem Coletiva e Convidadas...


Ano de comemorar!!!!!!!! É Festa!!!!

Isso mesmo!!!!! o Psico?Logico! Está de aniversário neste mês de outubro!E espero que vocês possam comemorar junto comigo esta alegria!!

Quem quiser participar dessa blogagem coletiva (com sorteio de um livro no final – Só para o Brasil) é fácil e simples:

Basta vocês comentarem sobre o que nesses dois últimos anos DE SUAS VIDAS! Vocês puderam fazer de novo! Diferente! Inusitado!, “Louco”! Compassivo...

Enfim, é uma forma de avaliar como o TEMPO está se passando na sua vida! E o que você está fazendo da SUA vida e com a SUA vida!

Sabe?! Como “já...já” é o final do ano também estou refletindo sobre minha passagem por este planeta, então pensei em fazer este post, juntamente em comemoração aos meus dois aninhos de blog! No sentido de podermos perceber, atitudes, falta de atitudes, acomodação, MUDANÇAS...
Ou seja, é para pensarmos como anda a vida! E Avaliar se aconteceu ou “não” mudanças nesse tempo. E se não houve... Talvez seja a hora de começar a planejar seus futuros passos, pois sempre é hora para o começo não acham?

Que tal? Vamos lá! deixe seu comentário com seu endereço de e-mail, quem sabe a sua história não é a sorteada. Isso mesmo no final do mês de novembro o sorteio ocorrerá... Vamos lá... Coragem!

Desde já agradeço a todas e a todos pelo enorme carinho, atenção e colaboração nesses dois anos de caminhada.

Gostaria de começar colocando o comentário das minhas convidadas, as quais foram e são personagens importantes nesta minha vida de blogueira.

São elas Cláudia do blog  Feito a Mão, minha amiga de infância e inspiradora (aqui e na minha vida pessoal) por ser uma mulher incrível e extraordinária, e com um blog mais incrível e extraordinário ainda.

A Lidiane do blog Bicha Fêmea, uma pessoa que está na minha vida virtualmente, mas que a empatia e o ser “fêmea” nos aproximaram... E ela tem um blog fenomenal assim como ela.

A Lêlê que também estamos ligadas através do mundo virtual, mas que nos aproximamos devido a sua meiguice e simplicidade, a qual, faz de seus momentos realizações e encontros para a busca de si mesma, com seu blog Casa de catarina.

Leiam os comentários delas e se inspirem... (Mas em no máximo 200 caracteres Ok? As minhas convidadas é que tiveram um maior privilégio, claro!!)

Enorme abraço!!!!!! E vamos à festa!!!


Para minha amiga Claúdia...
"Em dois anos eu fiz muitas coisas. Nada muito diferente do planejado, nada incomum. Todos os acontecimentos só confirmaram as ações anteriores e fazem parte de um planejamento consciente, à exceção dos relativos à saúde, pois isso ninguém planeja...
Saúde
Nos últimos dois anos, descobri que tenho hipotireoidismo, aumentei quatro quilos, perdi muitos fios de cabelo, minhas unhas se quebram facilmente. Venho controlando com remédio, mas tenho que manter um acompanhamento vitalício.
Descobrimos que nossa filha mais velha tem deficiência de crescimento e inciamos o tratamento com hormônios, que está sendo muito bem sucedido. Aprendi a aplicar injeções e a controlar meu medo de sangue. O que o amor de uma mãe não faz?
Decidimos não mais ter filhos e encerrar nossa contribuição à proliferação da espécie humana. Duas filhas está de bom tamanho nos dias de hoje.
Nesse período me matriculei na natação, cursei seis meses, tranquei. Me matriculei na hidro, cursei seis meses, tranquei. Passei a caminhar sozinha, torci o pé e tive uma tendinite mal curada que se arrasta até hoje. Passei a praticar ioga sozinha, para acalmar a mente e adiei meus planos esportivos, ao menos por enquanto. Mas sinto que preciso "me mexer" urgente.

Família
Há cerca de dois anos, ganhei mais dois sobrinhos: a Manuela e o Ulisses, para fazer companhia à Carol e ao Heitor. Eles são agora os caçulinhas da titia.
Mais ou menos no mesmo período, minhas filha mais velha se formou no ABC, me enchendo de orgulho e satisfação. Está lendo que é uma beleza!
Troquei de babá umas seis vezes e depois de vários problemas resolvi aumentar o salário da minha empregada fixa e contratar uma diarista para ajudar na faxina semanal. Foi uma ótima decisão, mas minha empregada fixa engravidou e entrou de licença maternidade. Foi um sufoco! As que a sucederam pareciam saídas de um manicômio! Tenho histórias para escrever um livro – de terror. Ainda bem que ela já está de volta.

Hobbies e lazer em geral
Há pouco mais de um ano, criei um blog que catalizou minha predisposição para o artesanato e assuntos femininos em geral. Desde então tenho cozinhado melhor, comprado mais livros de arte e gastronomia, frequentado cursos de culinária, lido muito a respeito de manualidades em geral (bordados, costura, pintura e scrapbook) e me aventurado a fazer técnicas novas, com o auxílio de tutoriais encontrados na rede. Sem falar nas festinhas infantis totalmente handmade...
De resto, viajei muito, trabalhei muito, estudei, li bastante, participei de vários cursos relativos ao meu trabalho e segui minha vida normalmente.
Bom, não é um resumo exaustivo, mas em apertada síntese é isso. Estou feliz e é o que importa."

Para a Lidi...
"O que aconteceu em minha vida que me marcou nos últimos dois anos? Essa pergunta feita pela Adriana, assim de “bate pronto”, fez minha cabeça dar uma reviravolta em busca das informações e sensações nesse sentido, e tudo parece confirmar o quanto o Bicha Fêmea tem um papel tão importante nisso tudo…
Ops! Antes de mais nada, permita-me uma breve apresentação: prazer! Sou a Lidiane Vasconcelos, ou a Lidi, como muitos me chamam na blogosfera. Será que você já ouviu falar do Bicha Fêmea? Pois, este blog é meu. Se você não conhece esse espaço virtual, pode até achar o nome ‘pra lá de estranho, mas garanto que não sou esquisita, e as mulheres que frequentam o blog são das mais legais e inteligentes da blogosfera, hein?!
Pois é, e não é que assim como a Adriana com o PSICO? LÓGICO! eu também estou prestes a completar dois anos de blogosfera? E nesses dois anos me vi aprendendo muito sobre este mundo em particular, e enxergando novas perspectivas para o blog também. Hoje em dia sei um pouquinho mais do que quando comecei, porque há dois anos eu sabia quase nada. Ganhei um pouco mais de experiência, e posso dizer que confirmo o quanto me imagino no caminho certo. Sim, o blog agora significa mais que prazer ou hobby para mim…
O Bicha Fêmea me faz estar constantemente motivada a buscar novas ideias para ele, me faz ousar, me faz inquieta e ávida por novidades. Meu mais recente passo foi a abertura de uma loja virtual para venda de artesanato, um projeto que tem me dado alegrias e a sensação gostosa da materialização de ideias que só tem quem tenta as coisas, e nesses dois anos perdi ainda mais o medo de tentar sempre. Afinal, já diz o ditado que quem não arrisca…
Por essas e outras, acredito que esses dois anos foram bem vividos e cheios de aprendizados e experiências. O Bicha Fêmea, o meu xodó, me deu todos esses presentes através de uma rotina tão gostosa, e que vivo deliciosamente, todos os dias. Poder trocar de tudo com as outras pessoas, experiências e aprendizados, sejam elas de perto ou de tão longe, certamente foi que de mais revolucionário em minha vida aconteceu nos últimos tempos. O que mais tenho sentido é a sensação de gratidão…"

Beijos,
Lidi

Já para a Lelê...
"O Tempo é algo engraçado, é algo que tenho absoluta certeza que não controlo os compassos. É algo que não mensuro ou da qual dependo inteiramente.
Não falo apenas do tempo contado em horas, mas dos anos que passaram e dos que ainda estão por vir. Estou aqui para falar dos que passaram, mais precisamente dos dois últimos, a convite da minha amiga Adriana, do blog Psico?Lógico! O blog dela completa dois anos e ela nos deu a bela tarefa de pensar um pouco sobre o que aconteceu nestes período, o que mudou na minha vida.
Quando comecei a pensar neste texto sobre o tempo e como ele foi generoso comigo nestes últimos dois anos, a minha primeira idéia era falar sobre os acontecimentos mais importantes da minha vida pessoal. Até escrevi um primeiro esqueleto deste texto, mas mudei de idéia e resolvi escrever nesta blogagem sobre a minha vida “virtual” nestes últimos dois anos (acho que já falei muito sobre o meu casamento, né?).
Nada mais justo, que na comemoração de dois anos do blog da Adriana, fale sobre o canal que me levou a conhecê-la, não? Acho que este é o meu primeiro depoimento de blogueira... como foi a minha trajetória, só para vocês saberem...
Dois anos atrás, eu era uma leitora assídua de noticias em portais comuns. Lia alguns poucos blogs, não comentava nenhum. Para ser bem sincera, acompanhava alguns diariamente, mas poucos, acho que dois ou três. O restante das minhas leituras era por acidente... rs. Sabe aquele dia que você dá uma busca na net e cai em vários blogs, simples assim. Os blogs que lia eram basicamente um de beleza, dois de “coisas de mulherzinha” em geral... decoração, artesanato, etc... O engraçado é que me identificava com o formato livre e despojado dos blogs.
Ai, você me pergunta, como foi que você decidiu criar um blog? Boa pergunta... não consigo falar direito... as razões não são racionais. Era uma sensação de que precisava pesquisar, criar, dividir, falar, escrever, conhecer... tudo isso junto, batido num liquidificador e jogado lá. Tanto que os primeiros dias do blog foram caóticos... você não sabe o que, como, onde escrever. Não tem a menor idéia de como interagir neste meio.

Sim, você descobre que é um meio... Sabe aquela cena do filme Julie and Julia que ela recebe o primeiro comentário no blog? (Pior... descobre que é da mãe, falando para parar com essa besteira) Então, foi parecido comigo... mas não foi da minha mãe não. Fui descobrindo como muitas blogueiras, empiricamente o que é blogar...
...Acho que consegui juntar o início da minha atividade blogueira e os meus dias de hoje... espero que no meu próximo post sobre o assunto, eu não consiga terminar de enumerar as blogueiras, e tuiteiras que fazem parte do meu dia a dia! Obrigada pelo que vocês têm me ensinado!!"
* O resto deste comentário está em seu blog, Pois Letícia foi tão legal que criou um post no blog dela.. com esse tema...Casa de Catarina

Obrigada minhas lindas... Obrigada pelo carinho e pelo tempo que vocês tiveram para participar comigo desta festa.
Espero que vocês se inspirem nas histórias dessas brilhantes mulheres e que possam também contribuir.

Beijos a todas e a todos e aguardo o comentário de vocês!!!

Adriana Pimentel


sábado, 23 de outubro de 2010

- Atualização do Blog.

Aguardem mais um pouco...
Atualização do blog está em fase de finalização.

Obrigada pela compreensão!!!

domingo, 10 de outubro de 2010

- Aniversário!!!! Aguardem!!!

 
Isso pessoal!!!!

Neste mês de outubro estou comemorando dois anos de blog!!!!

Aguardem o próximo post!!!

Estou arrumando tudo.... Com blogagem Coletiva, convidadas, sorteio e tudo mais!!!

Espero conseguir arrumar a tempo... Conto com a paciência de vocês!!!

Enorme abraço e bom feriado a todas e a todos!!!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

- Olhe-se no espelho - texto de Lya Luft.

 Olá a todas e a todos!!!
Muitos de vocês devem conhecer esse texto. Recebí de uma grande amiga e me identifiquei bastante...
Pelo fato da mudança que está acontecendo em minha vida, pelo fato de rejuvenescer e muitas outras sutilezas de que trata o texto... Leiam e aproveitem...

 

Mês passado participei de um evento sobre as mulheres no mundo contemporâneo.
  
  
Era um bate-papo com uma platéia composta de umas 250 mulheres de todas as raças, credos e idades. E por falar em idade, lá pelas tantas, fui questionada sobre a minha e, como não me envergonho dela, respondi.
  
  Foi um momento inesquecível...  A platéia inteira fez um 'oooohh' de descrédito.
  
  
Aí fiquei pensando: 'pô, estou neste auditório há quase uma hora exibindo minha inteligência, e a única coisa que provocou uma reação calorosa da mulherada foi o fato de eu não aparentar a idade que tenho? Onde é que nós estamos?'
  
Onde, não sei, mas estamos correndo atrás de algo caquético chamado 'juventude eterna'. Estão todos em busca da reversão do tempo.
  
    
Acho ótimo, porque decrepitude também não é meu sonho de consumo, mas cirurgias estéticas não dão conta desse assunto sozinhas.
           Há um outro truque que faz com que continuemos a ser chamadas de senhoritas, mesmo em idade avançada. A fonte da juventude chama-se ‘mudança’.
  
De fato, quem é escravo da repetição está condenado a virar cadáver antes da hora.
  
  A única maneira de ser idoso sem envelhecer é não se opor a novos comportamentos, é ter disposição para guinadas.
  
  Eu pretendo morrer jovem aos 120 anos.
  
  Mudança, o que vem a ser tal coisa?
  
  Minha mãe recentemente mudou do apartamento enorme em que morou a vida toda para um bem menorzinho.
  
  Teve que vender e doar mais da metade dos móveis e tranqueiras, que havia guardado e, mesmo tendo feito isso com certa dor, ao conquistar uma vida mais compacta e simplificada, rejuvenesceu.
  
  Uma amiga casada há 38 anos cansou das galinhagens do marido e o mandou passear, sem temer ficar sozinha aos 65 anos.
  
  Rejuvenesceu.

Uma outra cansou da pauleira urbana e trocou um baita emprego por um não tão bom, só que em Florianópolis, onde ela vai à praia sempre que tem sol.
  
  Rejuvenesceu.

Toda mudança cobra um alto preço emocional.
  
  Antes de se tomar uma decisão difícil, e durante a tomada, chora-se muito, os questionamentos são inúmeros, a vida se desestabiliza.
  
  Mas então chega o depois, a coisa feita, e aí a recompensa fica escancarada na face.

Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a tal juventude eterna.
  
  Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião a ponto de as rugas sumirem, só que continuará opaco porque não existe plástica que resgate seu brilho.
  
  Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar.

Olhe-se no espelho...

Lya Luft 

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

- Quer amor! Dê amor!


Olá a todas e a todos!!!

Estive pensando sobre esse tema essa semana em virtude de uma paciente minha se referir que: ficava chateada com algumas pessoas pelo fato de não darem atenção (amor) a ela!

Então questionei de imediato, que atenção real ela se dava, lógico? e que atenção ela também dava às pessoas que a rodeavam?

Foi quando ela caiu em si...

Ela analisou que até e-mails e telefonema não respondia, que às vezes "sei lá" dava algumas desculpas que não gostava ou que esquecia...

Então me vem a pergunta???

Quando quero amor, eu sou capaz de dar amor ou só fico falando daquelas pessoas que "não tem consideração por mim? Pensem sobre isso!!!! Em muitos momentos colocamos a responsabilidade no outro pela nossa felicidade, e esquecemos que somos altamente responsáveis pela nossa VIDA!
Devemos nos dar amor, doar amor e ser atenciosos e, primeiro lugar com nós mesmosssss.

E ai eu questiono mais uma vez!!! Eu sou capaz de dar atenção, carinho, consideração e amor ao outro?

Pense nisso! não espere que algo aconteça na sua vida! FAÇA acontecer!!! Diga, avançe seja ousada (o) - seguindo o caminho do coração a tendência é que vc sempre acerte!!!

enorme abraço e bom final de semana!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

- Raiva! Não se permita mais a esse sentimento! Use EFT!


 Você fica frequentemente com raiva de alguém ou se fica com raiva em algum momento de sua vida, você fica postergando esse sentimento que corroe a tua alma!!!
Fiz um trabalho muito interessante com uma cliente minha. Ela chegou ao consultório com muita raiva de uma amiga! Amiga essa que mora com ela há algum tempo.

Ela estava com tanta raiva que não queria nem vê-la na frente, sua vontade era de dizer um monte de coisas “desaforadas” a ela... Sabe aquelas coisas que a gente sente quando está com raiva de alguém... nossa! Isso é horrível! Hoje eu também não me permito mais a ruminar a raiva por alguém, posso até ficar na minha, quietinha... mas ruminar não!

Então, voltando ao assunto; ela veio com esse discurso de raiva e "chingando” e “chingando...” Mas ela percebeu o quanto esse sentimento a estava prejudicando.

Então começamos o trabalho falando as coisas das quais ela não gostava nessa amiga. E numa breve explicação foi explanado que na grande maioria das vezes nossas reações em relação as outras pessoas são atitudes que possuímos em nós mesmos e que NÃO ADMITIMOS! Isso mesmo, não admitimos que temos determinadas atitudes e atribuímos tudo as outras pessoas, sem se dar conta que aquilo que abominamos no outro, faz parte de nós mesmos.

Então a raiva a injúria, o julgamento se tornam fáceis quando direcionado ao outro, mas que na verdade é dentro de nós que está tudo aquilo que atribuímos a outrem.

Sendo assim, trabalhamos a princípio com o sentimento de raiva que ela tinha dentro do coração!

Iniciando com a frase lembrete: (Você entenderá melhor o que é a frase lembrete se ler o artigo  O que é EFT )

-Embora eu esteja com muita raiva de (nome da pessoa) eu me aceito profunda e completamente.
-Embora toda essa situação tenha me deixado extremamente com raiva de (nome) eu me aceito profunda e completamente.

E depois de algumas rodadas de EFT, a raiva que ela havia chegado ao consultório, estava se esvaindo e todos os pensamentos ruins em relação à amiga estavam se esgotando e seu coração ficando mais livre daqueles sentimentos que a estavam corroendo.

Ela saiu encantada, pois a princípio ela só queria falar da outra pessoa e de toda sua mágoa pelo que tinha acontecido. Numa outra sessão ela chegou dizendo que a procurou e que conversaram e se entenderam, e mais, ela já havia sentido um sentimento ruim com relação outra pessoa e de imediato fez EFT, e não se permitiu mais a guardar alguns sentimentos negativos em relação a vida!

Bom tiramos uma lição não é? E aproveito para questionar?
Será que em alguns momentos julgamos o outro, por não vermos em nós mesmos as falhas e ai transportamos ao outro essa responsabilidade?

Será que não ficamos alimentando uma raiva de algo ou de alguém e acabamos perdendo tempo de viver a vida de uma forma leve e mais tranqüila, podendo encarar as dificuldades ou as pessoas de uma forma mais madura? Aceitando uma realidade e que os defeitos existem EM MIM TAMBÉM???

Bom, digo uma coisa para todas e todos vocês: Eu não sou perfeita, sinto raiva, mas assim como minha cliente aprendi que acumular sentimentos ruins dentro de nós, só faz com que apodreçamos nosso espírito, fazendo com que sejamos iguais ou piores àqueles os quais desprezamos...

Vamos buscar sempre limpar nossos corações e nossos pensamentos, FAZENDO SEMPRE A NOSSA PARTE NESTE UNIVERSO! Eu estou sempre na busca, na busca da minha evolução, aprendendo, me arrependendo, mas o principal de tudo como vocês já me ouviram muito dizendo por aqui! VIVENDO!

Uma boa semana!

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

- Momento Pensante!


"Quando estiveres na tempestade. Pára, respira e espera!
Existem momentos os quais devemos seguir o ritmo da maré e depois esperar que ela se acalme"

Adriana Pimentel (17/06/10)

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

- O sexo Oposto! E a Fase das Mulheres!

Olá a todas e a todos!!

Esta reportagem passou no fantástico em 2008, onde fizeram uma série que se chamava sexo oposto.

O maravilhoso é como eles representaram fielmente como a mulher reage às mesmas situações de forma diferente, com suas variações de humor no ciclo hormonal.

Trago esse assunto pois me reportando ao consultório. Trabalho isso com minhas clientes, no sentido de observarmos nosso temperamento analisando as nossas "fases"... Como a TPM por exemplo.

Assistam o vídeo e depois continuem lendo...


Este vídeo nos leva a infinita discussão de como as mulheres (nós mulheres) reagimos as situações cotidianas da nossa vida de acordo com as nossas fases da lua!!!!

Sim nossos hormônios!! Nossa como eles mexem com as mulheres hein?

O que venho notando é que cada vez mais devemos estar de olhos bem abertos a essas reações, pois a vida corrida que nós mulheres estamos tendo, afeta ainda mais nosso temperamento e a forma como encaramos tudo que acontece a nossa volta, dependendo principalmente do ciclo em que nos encontramos.

Digo isto, pois já consegui ajudar algumas mulheres a reagirem de forma diferente das quais vinham agindo antes, por não se conhecerem e não perceberem as mudanças que seu próprio corpo produz nesta fase em que os hormônios se alteram.

Somos diferentes sim!
Sentimos diferente sim!
E sofremos de TPM, ovulação e...

Claro que isso não pode virar desculpa para os homens reagirem de forma a culparem as mulheres por tudo, afinal de contas o homem também tem suas fases...

Mas, vai um alerta para as mulheres (e homens também, claro - para conhecerem melhor suas companheiras) para que se analisem ao ponto de arranjarem nesses momentos alternativas para que se passe por esses picos hormonais tendo a consciência de como estão...

Não é fácil, tem mulheres que precisam inclusive tomar medicação para aliviar os sintomas da TPM, mas então, as alternativas tem que ser efetivadas. E principalmente analisar depois que sua TPM passar se o sintoma o qual você sentia se ainda persiste.

Às vezes vamos descobrir que eles passam.

Faça você mesma essa pergunta? tenho TPM, como reajo aos diferentes ciclos em que passo no mês?? Mudo muito meu humor no decorrer do mês??

Bom mulheres, vamos lá vivendo o nosso mundo... Diferentemente dos homens, mas com alguns desejos e realidades bem parecidas...

Mas dentro de um contexto, cada um com originalidade e entendimentos. ( No final ele fala: uma boa convivência com o sexo exige que cada um ceda um pouco...)

Enorme abraço!!

domingo, 29 de agosto de 2010

- Dia do Psicólogo - 27 de Agosto!!!

Olá!!!
Pessoal!!!!!
Não esqueci de falar da comemoração da minha profissão não!!

É que deu algum problema que eu não consegui postar nada no dia 27 de Agosto!!

Bom, mas quero mais uma vez deixar registrado o quanto esta profissão me fez crescer e o quanto ela é importante na minha vida...

E agradeço a todos aqueles que me parabenizaram e que me mandaram lindas mensagens!!! Me emocionei muito por ter sido lembrada de uma forma tão carinhosaaa.

Recebi este vídeo de uma cliente minha e queria repassá-los à vocês, pois é muito belo e me emocionei bastante...

Parabéns a todas as psicólogas e psicólogos...



Beijo a todas e a todos!!

Digite o resto do post aqui

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

- Estou por aqui!

Olá minhas blogueiras, blogueiros e visitantes...

Sei que tenho andado um pouco ausente, mas sei que vocês entendem...

Áquelas mudanças que falei em um post lá trás... aconteceram, então estou arrumando a casa (literalmente)!!!

Mas sempre passo por aqui para atualizar os cometários e respondê-los.

Aguardem!
Em breve reapareço com força!

Enorme beijo a todas e a todos.

domingo, 8 de agosto de 2010

Momento Poético: Homenagem ao dia dos Pais!!!



Pai!!!

Acordo tranqüila porque sei que você está ali!

Bem perto de onde guardo todos os tesouros da minha vida!
No meu coração!!!

Acordo tranqüila pois sei que tenho em você o meu cantinho de proteção!

Onde posso correr e pular, encontrando aconchego e dedicação!

És meu símbolo de segurança, mesmo sendo assim um homem, que consegue ser menino dentro de sua fragilidade disfarçada que se transforma na fortaleza e preservação daquilo que amas!

Hoje te entendo e te amo mais que tudo, por compreender que és assim...

Meu poeta, meu músico, meu cantador, meu pianista, violonista... tantas qualidades que tens, que me orgulho de ser tua filha e de ter aprendido tantas coisas e ensinamentos que me fizeram ser uma pessoa melhor!!!

Ando tranqüila, pois sei que estas aqui! Na minha vida e no meu coração!

Parabéns pelo seu dia! E principalmente por ser esse PAI! O meu PAI! O melhor PAI DO MUNDO!!!

De sua filha!

Publidado também no Recanto das Letras

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

- A MULHER E A SINCERIDADE – Uma relação de gênero!!!

Olá a todas e a todos!

Sinceridade! O que significa esta palavra!

Bom para muitos quer dizer honestidade, caráter, SENSIBILIDADE...
E diria a vocês que também acho tudo isso, contudo algumas pessoas não entendem direito isso, e acham que quando alguém é sincero demais ou ele tá cobrando ou está falando demais e é inoportuno!

Acredito que tudo tem uma medida. Realmente existem pessoas que são: “SNN” – Sem Noção Nenhuma – e vivem falando tudo sem medir as conseqüências, bom não estou falando dessas pessoas em específico, mesmo tendo toda a convicção que elas existem.
Estou falando dos sentimentos que afloram de uma pessoa; sentimentos esses que não são entendidos ou interpretados por outrem.

Vou explicar melhor. Num relacionamento, por exemplo: na grande maioria das vezes isso é feito pelas mulheres, mas não é regra – As mulheres chegam para seus companheiros, maridos, namorados e falam sobre seus sentimentos ou algo que elas não gostaram... E ai pronto está instalada uma discussão, por que na maioria das vezes ela é mal interpretada pelas suas colocações.

A sinceridade às vezes apenas quer dizer aquilo mesmo! E não uma cobrança, mas um desabafo de algo que incomodou aquela pessoa e se isso fosse levado em conta às relações poderiam atingir um nível de tranqüilidade e harmonia maior.

Por Exemplo: “uma mulher que chega para seu marido, companheiro, namorado e fala algo que a deixou chateada e que comunica a ele, e este responde para mulher: “Deixe de drama, você é muito dramática! Não foi nada disso...” respondendo isso com impaciência e desvalorização ao sentimento do outro. Nossa isso já se transforma numa confusão que não precisaria existir, se outro ( no caso o marido) procurasse realmente ouvir a sua companheira e os motivos que a fizeram reagir assim, sem antes precisar se armar todo, pensando ele que a mulher disse aquilo como uma forma de controle ou cobranças, ou sei lá o quê.

A mulher consegue falar dos seus sentimentos de uma forma mais espontânea isso é verdade e é fato... Mas o que estou levando em consideração aqui é como uma forma de se expor algo (um sentimento) pode ecoar para aquele que escuta.

A sinceridade para mulher é muito emocional! (lembrem-se! estou falando isso no contexto das relações amorosas).

E me pergunto será que essa diferença de pensamentos pode chegar a um consenso entre os sexos?

Será que a não aceitação das diferenças vai fazer com que a “guerra dos sexos” sempre exista? Ou um pode buscar entender e ouvir mais o outro? Parando de tentar convencer que seu ponto de vista é o certo...

A sinceridade da mulher atrapalha e é mal interpretada pelo homem?

Como você vê isso? Homem e mulher?

Dê sua opinião, deixe um comentário e vamos mais uma vez ir à busca de melhores relações e melhores entendimentos para não termos mais essa “guerra dos sexos”.

Abraço a todas e a todos!

domingo, 1 de agosto de 2010

- Momento Pensante!


“Que o olhar para o horizonte abra infinitamente sua visão para o mundo belo, pois os olhos refletem àquilo que o nosso cérebro vê.”

Adriana Pimentel (17/06/10)

Também publicado no Recanto das letras

segunda-feira, 19 de julho de 2010

- Ter que dar conta!

publicdomainpictures

Você já se pegou nessa cobrança? De ter que dar conta das “tarefas” que aparecem na sua vida?

Pois é, estou aqui novamente falando de crenças... E essa que citei é muito forte: “Eu dou conta!”, “Tenho que dar conta”.

Deparei-me com essas palavras no consultório, com uma cliente que falava: “Me cobro muito. Não sei admitir que posso falhar”.

É acredito que não é só ela que reage assim neste nosso mundo! Você também pode se deparar com diversas situações em que não se perceba na cobrança excessiva ou tendo que dar conta de tudo!

Principalmente as mulheres vivem muito assim em sua vida. Não é mesmo mulherada?

Bom, mas focando essencialmente no tema; algumas pessoas crescem com tantas exigências de ter que: “ Ser a boazinha(o)” “ Ser diferente do pai” “ Ser alguém na vida” ou até mesmo àquelas que sofrem a famosa violência psicológica de: “ Você não vai ser nada na vida menino(a)!”

É! São afirmações que vamos ouvindo e se transformam num mantra negativo aos nossos ouvidos... E que facilmente vamos reagir a eles.
E sabe então em que na grande maioria das vezes nos transformamos? Em adultos altamente trabalhadores, que se esquece da família e de ser feliz, só pensando em produzir, produzir e produzir... Em ter que dar conta, ou porque um dia alguém te cobrou ou porque disseram que você não podia ou...ou.

Podemos mais uma vez transformar essas crenças, ou reformulá-las.
Como disse anteriormente (Artigo -Insegurança )

Precisamos identificar o que trazemos lá de trás, da nossa infância ou adolescência, pois na grande maioria das vezes a causa vem daí, e através desta identificação podemos elaborar a frase lembrete e repetirmos a sequência batendo nos pontos da EFT. (Artigo-Relembrando os pontos da EFT  )
Bom, se você no momento não consegue associar a nada (não se desespere!) você pode começar dizendo o que realmente acontece com você, ou como você reage, exemplo:
Embora eu acredite que tenha que dar conta de tudo na minha vida, eu me aceito profunda e completamente.

Entendeu? Comece desta forma, vamos lá! Dê o primeiro passo, quem sabe a partir daí algumas transformações já aconteçam na sua vida.

Este é mais um exemplo de como podemos começar a nos libertar de alguns entraves emocionais que nos engessam na nossa caminhada.

Lembrem-se! Estou dando direcionamentos gerais, cada um tem sua história e é a partir dela que devemos elaborar nossas frases ou realizar os tratamentos necessários como outras técnicas dentro do espaço terapêutico.

Enorme abraço! Até a próxima!
Adriana Pimentel

terça-feira, 13 de julho de 2010

- Selo homenagem!

 Olá a todas e a todos!!!
faz um tempinho que me sinto em divida com alguns blogs... pelas minhas ausências, mas a vida realmente tá atribulada com muita mudança... elas estão sendo nuito boas para mim, mas como toda mudança, precisa de acomodação, contudo ainda consigo manter contato com algumas pessoas... e agradeço a elas, pois só assim me deixam manter acesa a chama deste mundo bloguístico que tanto adoro!

Bom ecurtando o papo.... o motivo do post são estas maravilhosas homenagem que recebemos das(dos) nossas (nossos) amigas (os) da blogosfera! e a mais recente foi da Paulinha do blog Menina, mãe e mulher um blog que fala de naturalidade e essência.
Obrigada querida pelo carinho!

as regras são as seguintes:

1- Colocar a imagem do selo no seu blog.

2- Indicar o link do blog que nos indicou.

3- Indicar 05 blogs ou mais, para receber o selo.

1-  Nós e a poesia de amor 2-Entremeios
3- Ecos da Alma
4- Jefhcardoso
5- Infinito particular

4- Comentar nos Blogs dos indicados sobre este selo


Enorme abraço a todos!

sábado, 10 de julho de 2010

- Insegurança!


Olá a todas e a todos!!!

Mais uma vez trago a vocês um assunto o qual me deparo muito no consultório.
As pessoas chegam se referindo a enorme insegurança que sentem em relação a determinadas questões de seu cotidiano.

Contudo digo a vocês que sentir algum tipo de insegurança em um determinado momento da sua vida, devido a algumas situações novas é completamente normal, afinal de contas somos seres HUMANOS e o sentimento faz parte da nossa existência.
Porém, quando algum sentimento se torna impeditivo para nós, no sentido de nos travarmos para as ações ai devemos levantar o sinal de alerta!

No caso da insegurança precisa-se investigar de onde ela surgiu, ou seja, estou querendo dizer que trazemos conosco muitas crenças... Isso mesmo crescemos com uma infinidade de crenças de diversas pessoas: pai, mãe, tios, professores ou figuras adultas que circundam a nossa infância e adolescência.

Então na verdade o reconhecimento dessas crenças pode proporcionar a redescoberta de novas formas de agir e de encarar o mundo!


Essa não é a primeira vez que falo a respeito das “nossas crenças”, e digo que continuarei falando delas, afinal somos feitos de histórias, da nossa história, e da forma como começamos a encarar o mundo a nossa frente.

A indicação então como falei antes, é o reconhecimento de algumas dessas crenças. Bom, algumas pessoas conseguem fazer isso facilmente, outras irão precisar da ajuda de um profissional habilitado, como um psicoterapeuta, por exemplo; para identificar os entraves que trouxeram consigo durante seu desenvolvimento.

A partir daí várias técnicas podem ser utilizadas para a reconstrução da história de cada um.

A EFT é uma das técnicas que utilizo no consultório com essa finalidade.
Cada um tem uma história e a crença especificamente adquirida, no caso para a utilização da EFT você pode fazer uma lista dessas crenças e começar a trabalhar em cima delas da seguinte forma:

Repetindo a frase de preparação:

Embora EU tenha .................(“tal crença”)............................, eu me aceito profunda e completamente.

Ex.: Embora eu tenha a crença de que não sou inteligente o suficiente para conversar com os outros, eu me aceito profunda e completamente.
* Leia o artigo O que é EFT?

Neste caso a cliente se achava sempre inibida em estabelecer contatos com outras pessoas, deixando-a sempre insegura e inferior aos outros; claro que investigamos a sua história e dentre outras crenças essa era uma delas. Algumas outras foram trabalhadas e hoje ela consegue se sentir mais segura e desenvolta nas suas relações.

Esse é só um exemplo de como podemos trabalhas as nossas inseguranças...
Espero que tenham aproveitado... Qualquer dúvida fiquem à vontade para conversarmos e trocarmos muitas idéias.

Trarei alguns outros exemplos...
Enorme abraço!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

- Relembrando os Pontos da EFT

Olá a todas e a todos!!!

Vim só relembrar a vocês a sequência de pontos que devemos bater repetindo a frase lembrete para a realização da EFT (O que é EFT) é uma ilustração bem simples que ajudará a vocês na a realização da técnica.
Em outros posts falerei sobre assuntos os quais poderemos sempre utilizar esta técnica.


Enorme Abraço!!!

terça-feira, 6 de julho de 2010

- Momento Pensante!

Olá a todas e a todos!
Como comecei me descobrindo no momento poético, descubro-me também agora no desabrochar dos pensamentos...
Podem não ser originais, ou altamente rebuscados como os mais nobres poetas, mas assim como os poemas, os pensamentos marcam uma fase, um aprendizado, ou até mesmo um momento onde ajudamos alguém... Então estarei, expressando aqui tudo isso...

Obrigada sempre por vocês estarem aqui!


“Força!
Vontade!
Perseverança!
Crença em você mesma (o)!
A realização é algo que conseguimos através do que descobrimos que temos em nossa alma e a forma como a mostramos para o mundo”

Adriana Pimentel (17/06/10)

sexta-feira, 2 de julho de 2010

- Momento Poético!


Sonhos, realidades e realizações!

Na vida sempre sonhei!
Acreditava em príncipes e princesas.
Um dia meu sonho terminou, defrontei-me com a verdade da vida!
As pessoas, os amores, as ilusões!
Descobri os sapos, as mentiras e mentirosas pessoas.
O tempo passou e pude reconstruir meu “castelo”.
Não mais com a ilusão de uma princesa, mas a realidade de uma mulher!
Descobri o amor real, o momento real; momentos esses sem “castelos de areia”.
A realidade da vida hoje me faz sonhar! Acreditando, permitindo-me a ressurgir nos meus desejos, pois sei que se é permitido sonhar.
Sonhar na perspectiva do que posso, do que sei, do que quero e principalmente do que mereço e do que me faço merecer.
O Sonho hoje se tornou realidade, uma realidade perfeita dentro das suas imperfeições... Porque a vida é assim: Sonhos, realidades e realizações.

Adriana Pimentel (28/05/2010) Poema também publicado no recanto das letras

domingo, 27 de junho de 2010

- Textos para Refletir!!!

Neste texto eu termino (só por aqui) o momento de reflexão do mês sobre este tema (inesgotável): O amor!!
Boa leitura! Enorme abraço!!

Crônica do Amor!
(Arnaldo Jabor)

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.
O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.


Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?
Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara?
Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.
Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

- Textos para Refletir!!!

Aqui vai mais um texto para refletirmos ou pelo menos apreciarmos.

Enorme abraço e boa leitura.


PARA QUEM QUER APRENDER A AMAR
(Artur da Távola)

Talvez seja tão simples, tolo e natural que você nunca tenha parado para pensar: aprenda a fazer bonito o seu amor. Ou fazer o seu amor ser ou ficar bonito. Aprenda, apenas a tão difícil arte de amar bonito. Gostar é tão fácil que ninguém aceita aprender.

Tenho visto muito amor por ai. Amores mesmo, bravios, gigantescos, descomunais, profundos, sinceros, cheios de entrega, doação e dádiva. Mas esbarram na dificuldade de se tornar bonitos. Apenas isso: bonito, belos ou embelezados, tratados com carinho, cuidado e atenção. Amores levados com arte e ternura de mãos jardineiras.


Aí esses amores que são verdadeiros, eternos e descomunais de repente se percebem ameaçados apenas e tão somente porque não sabem ser bonitos: cobram; exigem; rotinizam; descuidam, reclamam; deixam de compreender, necessitam mais do que oferecem; precisam mais do que atendem; enchem-se de razões. Sim, de razões. Ter razão é o maior perigo do amor. Quem tem razão sempre se sente no direito (e o tem) de reivindicar, de exigir justiça, equidade, equiparação, sem atinar que o que está sem razão talvez passe por um momento de sua vida no qual não possa ter razão. Nem queira. Ter razão é um perigo: em geral enfeia o amor, pois é inovado com justiça, mas na hora errada. Amar bonito é saber a hora de ter razão.


Ponha a mão na consciência. Você tem certeza de que está fazendo o seu amor bonito? De que está tirando do gesto, da ação, da reação, do olhar, da saudade, da alegria, do encontro, da dor do desencontro a maior beleza possível? Talvez não. Cheio ou cheia de razões, você espera do amor apenas aquilo que é exigido por suas partes necessitadas, quando talvez dele devesse pouco esperar, para valorizar melhor tudo de bom que de vez em quando ele pode trazer. Quem espera mais do que isso sofre, e sofrendo deixa de amar bonito. Sofrendo, deixa de ser alegre, igual, irmão, criança. E sem soltar a criança, nenhum amor é bonito.

Não tema o romantismo. Derrube as cercas da opinião alheia. Faça coroas de margaridas e enfeite a cabeça de quem você ama. Saia cantando e olhe alegre. Recomendam-se: encabulamentos; ser pego em flagrante gostando; não se cansar de olhar, e olhar, não atrapalhar a convivência com teorizações; adiar sempre, se possível com beijos, “aquela conversa importante que precisamos ter”; arquivar se possível, as reclamações pela pouca atenção recebida. Para quem ama, toda atenção é sempre pouca. Quem ama feio não sabe que pouca atenção pode ser toda atenção do mundo. Quem ama bonito não gasta o tempo dessa atenção cobrando a que deixou de ter.

Não teoriza sobre o amor (deixe isso para nós, pobres escritores que vemos a vida como a criança de nariz encostado na vitrina, cheia de brinquedos dos nossos sonhos): não teoriza sobre o amor; AMA. Siga o destino dos sentimentos aqui e agora.
Não tenha medo exatamente de tudo o que você teme, como: a sinceridade, não dar certo; depois vir a sofrer (sofrerá de qualquer jeito); abrir o coração; contar a verdade do tamanho do amor que sente.

Jogue pro alto todas as jogadas, estratagemas, golpes, espertezas, atitudes sabidamente eficazes (não é sábio ser sabido): seja apenas você no auge de sua emoção e carência, exatamente aquele você que a vida impede de ser. Seja você cantando desafinado, mas todas as manhãs. Falando besteira, mas criando sempre. Gaguejando flores. Sentindo o coração bater como no tempo do natal infantil. Revivendo os carinhos que intuiu em criança. Sem medo de dizer eu quero, eu gosto, eu estou com vontade.

Talvez aí você consiga fazer o seu amor bonito, ou fazer bonito o seu amor, ou bonito ir fazendo o seu amor, ou amar fazendo o seu amor bonito (a ordem das frases não altera o produto), sempre que ele seja a mais verdadeira expressão de tudo o que você é, nunca deixaram, conseguiu, soube, pôde, foi possível ser.

Se o amor existe, seu conteúdo já é manifesto. Não se preocupe mais com ele e suas definições. Cuide agora da forma. Cuide da voz. Cuide da fala. Cuide do cuidado. Cuide do carinho. Cuide de você. Ame-se o suficiente para ser capaz de gostar do amor e só assim poder começar a tentar fazer o outro feliz.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

- SOS ALAGOAS!



AMIGO(A)S PSICÓLOGO(A)S SOLIDÁRIO(A)S,

Estamos assistindo pelos veículos de comunicação (noticiários de TV, rádio, jornais e websites) que chegou a rede nacional diante a tragédia, o caos ocasionado pelas enchentes que vem acontecendo em 22 municípios do nosso Estado (fotos). São pessoas perderam tudo, desde um ente querido, ao seu teto que hoje não lhe reservam nada, sequer um alimento ou um simples agasalho.

Até o momento são 19 mortes, 5 mil casas destruídas, 1087 pessoas desaparecidas (só em União dos Palmares são 1000) e passam de 80 mil, o número de desabrigados. (Fonte: Defesa Civil de Alagoas).

Precisamos nos unir em prol desse povo carente, sofrido que carrega nos olhos lágrimas permanentes que expressam marcas de abandono e que é o nosso dever enquanto cidadão alagoano, enquanto psicólogos ajudar aqueles que sofrem, aqueles que se reservam na escuridão aguardando apenas o nosso passo em prol de suas necessidades, o passo que nos une pela solidariedade, pela compaixão.

Dessa forma, façamos dessa solidariedade a bandeira de nossa marcha permanente para minimizar o sofrimento dos nossos irmãos carentes diante a nossa sede de acolher e resgatar a dignidade pelo simples ato que querermos construir uma ponte entre eles e nós, porque, em verdade, somente a compreensão, a compaixão e a fraternidade, com o amor por gestos nobres que nos coloca no lugar do outro é que poderemos conseguir efetivamente amparar, lenir, soerguer e salvar essas vidas que precisam de ajuda, que precisam de nós, que precisam de você!!!
Tragam UTENSÍLIOS, ROUPAS, AGASALHOS, ALIMENTOS NÃO PERECÍVEIS, COLCHÕES, ÁGUA POTÁVEL, LENÇÓIS e outros donativos. Qualquer forma de ajuda e deixem no Conselho Regional de Psicologia até a próxima quinta-feira dia 24 de junho, para que possamos levar esse material em benefício a esses municípios que estão destruídos pelas fortes chuvas!

As DOAÇÕES podem ser deixadas no CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DE ALAGOAS, situado à Rua Professor José da Silveira Camerino (Antiga Rua Belo Horizonte), 291, bairro do Farol.


Alagoas precisa de nossa ajuda!!!

São muitos o(a)s desabrigado(a)s e muita destruição com as enchentes!!!


CONTAMOS COM O SEU ESPÍRITO HUMANO, DE AMOR E SOLIDARIEDADE.


AMIGOS PSICÓLOGOS, VAMOS AJUDAR AO NOSSO PRÓXIMO!!! VAMOS SER SOLIDÁRIOS!!!


ENCAMINHEM A TODOS OS SEUS AMIGOS E CONHECIDOS.

CONTATOS: (82) 3241-8231 ou crp15@crp15.org.br

Conselho Regional de Psicologia de Alagoas (CRP-15)

www.crp15.org.br

sexta-feira, 18 de junho de 2010

- Textos para Refletir!!!

Nesse mês como se comemora o mês dos namorados... Apresentarei alguns textos para reflexão de nossas ações, alguns de vocês com certeza já conhecem alguns dos textos que estarei apresentando aqui durante este mês, contudo acredito que bons textos valem sempre apena serem lidos e relidos...
Portanto, espero que aproveitem e que possam utilizá-los em suas vidas, e que claro, possamos sempre trocar idéias por aqui.

Enorme abraço e boa leitura.

QUEM NAMORA!!
(Artur da Távola)

Quem namora agrada a Deus. Namorar é a forma bonita de viver um amor. Não namora quem cobra nem quem desconfia. Namora, quem lê nos olhos e sente no coração as vontades saborosas do outro.

Namora, quem se embeleza em estado de amor. Namora, quem suspira, quem não sabe esperar, mas espera, quem se sacode de taquicardia e timidez diante da paixão. Namora quem ri por bobagem, quem sente frios e calores nas horas menos recomendáveis.
Não namora quem ofende, quem transforma a relação num inferno, ainda que por amor. Amor às vezes entorta, sabia? E quando acontece, o feito pra bom faz-se ruim. Não namora quem só fala em si e deseja o parceiro apenas para a glória do próprio eu.


Não namora quem busca a compreensão para a sua parte ruim. O invejoso não namora. Tampouco o violento! Namorados que se prezam têm a sua música. E não temem se derreter quando ela toca. Ou, se o namoro acabou, nunca mais dela se esquecem.
Namorados que se prezam gostam de beijo, suspiro, morderem o mesmo pastel, dividir a mesma empada, beber no mesmo copo. Apreciam ternurinhas que matam de vergonha fora do namoro ou lhes parece ridículas nos outros.

Por falar em beijo, só namora quem beija de mil maneiras e sabe cada pedaço e gostinho da boca amada. Beijo de roçar, beijo fundo, inteirão, os molhados, os de língua, beijo na testa, no seio, na penugem, beijo livre como o pensamento, beijo na hora certa e no lugar desejado. sem medo nem preconceito. Beijo na face, na nuca e aquele especial atrás da orelha, no lugar que só ele ou ela conhece.

Namora, quem começa a ver muito mais no mesmo que viu e jamais reparou. Flores, árvores, a santidade, o perdão, Deus, tudo fica mais fácil para quem de verdade sabe o que é namorar.Por isso só namora quem se descobre dono de um lindo amor.
Só namora quem não precisa explicar, quem já começa a falar pelo fim, quem consegue manifestar com clareza e facilidade tudo o que fora do namoro é complicado.

Namora quem diz: “Precisamos muito conversar”; e quem é capaz de perder tempo, muito tempo, com a mais útil das inutilidades e pensar no ser amado, degustar cada momento vivido e recordar palavras, fotos e carícias com uma vontade doida de estourar o tempo e embebedar-se de flores astrais... O telefone tocar e dá um salto para atendê-lo antes mesmo do primeiro “trim”.

Namora, quem namora, quem á toa chora, quem rememora, quem comemora datas que o outro esqueceu. Namora quem é bom, quem gosta da vida, de nuvem, de rio gelado e parque de diversões.
Namora quem sonha, quem teima, quem vive morrendo de amor e quem morre vivendo de amar.

sábado, 12 de junho de 2010

- Momento Poético! Especialmente ao dia dos namorados!!!

Eu e Você!

Longe muito longe eu pensei ter amado.

Um dia até pensei em não mais me permitir amar. E me fechei no medo de mais uma vez me decepcionar.

Claro que logo quando me percebi estava ao teu lado e desejando o teu amor.

Inevitavelmente então, o desejo ressurgiu, a vontade aflorou e no meu/teu olhar o sentimento brotou.

A alegria do teu sorriso me conquistou, e hoje me faz delirar.

Não és perfeito, eu também não sou! Isso é o sentido de SER... E nesta descoberta me encontro na vontade de você! Que é tão forte que suas qualidades suplantam os seus defeitos na confirmação do desejo de ao teu lado envelhecer.

O amor que hoje sinto por você é livre, leal, intenso e único, E hoje me transmuto na essência do encontro, o verdadeiro encontro, na junção do “Eu e Você”!

Adriana Pimentel (12/06/2010) Publicado também no recanto das letras

terça-feira, 25 de maio de 2010

- Acomodação ou aceitação??


Sempre me deparo com essa indagação tanto no consultório como em situações gerais.

E as pessoas sempre pensam que se trata da mesma coisa. Dificultando com isso muitas vezes um processo que poderia ser resolvido mais rápido com a aceitação de algo por exemplo.

Veja bem, aceitação faz com olhemos para a realidade de uma determinada situação ou problema, olhando verdadeiramente para o que incomoda. Como assim?

Ora! Quando temos um problema, e não conseguimos olhar diretamente para ele... A probabilidade de se encontrar uma solução para resolvê-lo é bastante remota, pois não nos damos conta que SÓ RESOLVEMOS OU BUSCAMOS SOLUÇÃO para aquilo que entramos em contato, que olhamos de frente, pois quando tentamos evitar acabamos até por não percebermos a verdadeira dimensão da situação.

Exemplificando: Fábio (nome fictício) depara-se com um diagnóstico de transtorno bipolar; contudo o mesmo não admite, não aceita que tenha tal “nomenclatura - transtorno”, fazendo com que a adesão ao tratamento não seja efetivada; ocorrendo com isso crises freqüentes de alteração do humor, envolvendo toda sua família e amigos os quais, terminam não sabendo como agir com tais comportamentos.

Conclui-se que: havendo uma ACEITAÇÃO do momento em que a pessoa se encontra como no exemplo de “Fábio”, ele poderia ter uma vida como qualquer outra pessoa, tendo os cuidados, tratamento e acompanhamento adequados e no entanto transforma seu momento maior ou pior para ele mesmo.


Já me deparei e ainda me deparo com diversas pessoas que não aceitam um determinado diagnóstico ou uma determinada problemática a ponto de não conseguir sair de situações indesejáveis e continuar repetindo um padrão de comportamento altamente prejudicial a sua vida.


Já a acomodação faz com que o indivíduo entre num parâmetro de “vítima”; por exemplo, àquela pessoa que fala: “Eu sei que não tem jeito mesmo, pra quê agir...” Desta forma entra em outro movimento de engessamento, de paralisia... de literalmente não sair do lugar. Tudo fica negro e assustador.

Mas garanto que por mais difícil que seja a dificuldade, o enfretamento dela é a melhor solução para a libertação de sentimentos e sensações.


Experimente encarar a situação, olhando e buscando as soluções para o que precisa ser solucionado. Não fique parado (a), não se acomode entregando às mãos do destino algo que é necessário a sua postura de mudança; se não está sabendo fazer sozinho procure a ajuda de um profissional para dar um apoio às decisões e escolhas que precisam ser tomadas na sua vida... Ande, ande sempre, movimente-se e descubra do que você mesmo (a) é capaz e se surpreenda!! Sei que pode não ser fácil, mas também não sei se precisa ser difícil...

Um enorme abraço a todas e a todos e boa semana!!!

Adriana Pimentel

domingo, 9 de maio de 2010

- Momento Poético! Mãe!

Mãe!

Tanto pra te falar e mesmo assim as palavras me fogem...
Pois por mais que queira me expressar, as lágrimas se põem a rolar!
Não sei que sentimento é esse que me faz até engasgar!
Acho que é o meu amor por ti que não é de se mensurar!
É emocionante falar de ti, talvez o motivo que me faz chorar!
Fizeste tanto por mim! Só isso já me faz comemorar!
Tens uma luz que me faz acreditar no amor que devemos sempre doar. Isso devo, deverei e sempre glorificarei a mãe a quem tenho tanto amor pra dar!
És minha estrela favorita, a que brilha sem nem saber o poder em que nela habita!
És a minha vida! Minha acolhida! Sem ti não saberia o sentido do que é a vida!

Eu agradeço a oportunidade de ter você COMO MINHA MÃE !

Adriana Pimentel


Dedico este poema a todas as mães e principalmente a Marlucia! Isso mesmo! A você minha Mãe!

O que dizer de um ser tão único em minha vida!

A você minha mãe! Só agradecer!

Agradecer por ter me gerado, criado, alimentado... cuidado.

Agradecer até mesmo pelas compreensões quando eu não ouvia seus conselhos, seus encaminhamentos... Mais mesmo assim tu continuavas me amando e querendo sempre o meu bem! A minha felicidade!

Nossa! Esse teu amor é mesmo incondicional! É até louco, e hoje entendo o porquê? Pois qual é a mãe que não faz loucuras... Por um filho!

Meu amor por ti é imenso! Às vezes pode não parecer, afinal tanta correria, tantos caminhos que nós filhos seguimos... Mas não há como não amá-la...

Ensinaste-me tanto, acho que nem você mesma tem essa noção, mais reconheço e agradeço a mãe que fostes e és na minha vida e na dos meus irmãos.

Poderia tecer milhares de palavras para falar desse dia das mães... Dia esse que é sempre! Pois só você mãe! Só as mães sabem o que significa todos os dias de uma vida!

Parabéns hoje! Amanhã, SEMPRE! SEMPRE!Te amo! Te admiro!


De sua filha.


Artigo também publicado no recanto das letras

segunda-feira, 19 de abril de 2010

- Tempo!



“Vivemos rendidos ao tempo, ao passo que ele determina.
Tentamos correr, tentamos até driblá-lo, mas ele sempre tem uma forma de nos alertar e de nos fazer mudar.

Sempre estamos reclamando dele! Que não temos mais tempo para... Que não temos tempo! Que estamos até sem tempo!
Será que temos a consciência de que ou aprendemos com ele de uma forma sensata ou de alguma forma ele nos mostrará um caminho mesmo sendo de uma maneira que não queremos enxergar?

Tempo! Tempo! Espero ter sensatez, coragem, discernimento para lidar com você, da mesma forma que espero que me ensines o meu verdadeiro tempo para lidar com os momentos que requer que eu me renda à aceitação de esperar...”

Escrevi sobre o tempo para expressar o que estou vivendo em relação a ele.

Sei que estou um pouco ausente..Mas me rendi ao meu tempo!
Tenho feito bastante coisa que requer uma parada... Mas NÃO DEFINITIVA TÁ!! É só um tempo...

Estou com saudade!! Mais breve estarei aqui... E também no cantinho de vocês meus amigos da blogosfera.
Um enorme abraço carinhoso!!!!!!!!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

- DEPOIMENTO: Como a Terapia Mudou a Minha Vida!

Olá a todas e a todos!!!

Este post para mim é muito especial, afinal de contas é sobre o depoimento de uma cliente minha que se disponibilizou a transmitir toda sua experiência que obteve no ambiente terapêutico.

Ela escreveu de uma forma maravilhosa (me emocionei muito...), seu crescimento e suas conquistas e agradeço a ela imensamente pela confiança que depositou neste trabalho e também pelo desprendimento de transmitir a todos vocês. Obrigada a você também Patrícia, sabes que sempre digo que cresço junto com todos vocês.

Espero que aproveitem e vibrem como eu vibrei.
OBS.:Vocês entederão o que é essa foto quando chegarem ao final do depoimento!

Por: Patrícia Ligia

Lembro-me bem do meu primeiro contato com uma psicóloga, quase não me segurava de tanta ansiedade, aquilo era tudo muito novo pra mim, não sabia o que estava indo buscar e nem o que esperar dessa profissional. Pra minha surpresa, achei o que inconscientemente tinha ido procurar: apoio, aconchego, compreensão, força e carinho.
A partir daí, só cresci, amadureci, descobri uma força interior que não imaginava possuir. Fui levada a explorar terrenos nunca antes explorados; Qual foi a conseqüência disso?

A descoberta de uma jazida, onde o maior e mais caro dos diamantes estava tão perto, bem aqui, dentro de mim. Que felicidade senti ao descobri-la!
Nunca tentei imaginar como estaria se não tivesse buscado ajuda. Simplesmente me vejo como estou: protegida, resolvida, feliz. Isso é o que importa agora!
Baseada nestas palavras, aproveito pra agradecer a minha psicóloga, Adriana Pimentel, por me ajudar a vencer desafios, por me proporcionar descobertas e conquistas.
Conquistas essas, que não se limitaram apenas ao campo emocional, mas também ao campo material. Como isso aconteceu? Sensibilidade, dedicação, disciplina e aplicação de técnicas terapêuticas (em especial Emotional Freedom Techniques - Técnicas de Libertação Emocional – EFT ).
A terapia resgatou-me de fatos que jamais conseguiria reviver e resolver sozinha, tais como: ansiedade, mágoa, baixa auto-estima, orgulho, medos (de ser mãe, de dirigir, de hospital, de escuro, de inseto (grilo), de ficar só, de ônibus, de arriscar, de amar, de ser feliz.
Quando analiso a experiência vivida com a EFT, não acredito que mudei tanto, que dei saltos que pareciam impossíveis.
Considero-me uma pessoa de sorte por ter encontrado em meu caminho uma profissional do gabarito de Adriana, e é por tudo que conquistei e por tudo que ainda irei conquistar, que afirmo:
Muito obrigada Adriana, por mostrar-me que depois de atirada a pedra do alto da montanha, nunca mais ela voltará a ser a mesma.
Termino esse depoimento com um trecho de uma música de Lulu Santos que diz:
Nada do que foi será,
de novo do jeito que já foi
um dia,
tudo passa, tudo sempre passará...

Esta imagem reflete o somatório das NOSSAS conquistas PESSOAIS E MATERIAIS.

Related Posts with Thumbnails

Vídeos

Loading...