quarta-feira, 17 de março de 2010

- AMAR É SOFRER?!?

Até poemas e músicas falam desta forma sobre o amor!
Realmente amar é sofrer? Ou há uma diferenciação de crenças que:
Tem-se que viver sofrendo quando se ama?

Tenho comprovado em consultório que em determinadas mulheres a necessidade do amor do homem se conflui com outros tipos de amor.

Explicarei:
Nossas questões infantis são muito fortes, significativas e se propagam por nossa vida adulta.

Digo isso pelo seguinte fato que, algumas crianças não tiveram seu vínculo relacional estabelecido com a figura paterna, fazendo com que a criança cresça com uma necessidade do suporte do homem-pai. Suporte esse de atenção, reconhecimento, sustentabilidade... e claro, amor.

Então a criança-menina, vai tendo que crescer formando suas figuras de referência. E em muitas ocasiões ela mesma tem que “segurar a onda”, pois dependendo do suporte de “mãe”, ela própria terá que se superar.
Superar no sentido (em alguns casos) de ter que começar a tomar algumas responsabilidades que não são para si naquele momento.


Então o que percebo é que algumas mulheres – com suas histórias – terminam buscando no homem, o “homem-pai”; sabe àquele que irá suprir suas necessidades, àquelas que as mulheres querem como: apoio, segurança, reconhecimento... Amor.


E desta forma as expectativas são tão fortes, que se tem a vivência que: “NÃO SE SABE VIVER SEM ELE”.


Porém acredito que esses amores em muitas ocasiões se confluem, fazendo com que elas passem por cima delas mesmas pelo reconhecimento e o amor desse homem que na verdade é o “homem-pai”.


Vejam bem, sei que queremos e podemos e merecemos ter um homem que nos dê apoio, nos dê segurança, etc, etc. O diferencial é que podemos receber isso como adultas e não mais naquela necessidade “de criança-menina“. Entende?


Sei que isto é um pouco confuso, mais como estamos no mês das mulheres, queria mais fazer um alerta para nossa “classe” que:
- Se você não consegue se amar, você terá a necessidade de um “homem-pai” ao teu lado;
- Se você não percebe a mulher que você é, terá a necessidade de um “homem-pai”...
- Se você não percebe o que você ESPERA de um homem!!! Terá ao teu lado um “homem-pai”.
Então a sua relação poderá sim, ser conturbada e sofrida, pela mistura das necessidades de menina e de mulher.


Notem que não estou falando daquelas relações que mesmo sendo harmoniosas, existem conflitos, afinal de contas os conflitos fazem parte do nosso crescimento... Não estou falando disso,mais sim na crença do SOFRIMENTO.


Nós mulheres estamos cada vez mais independentes, porém ainda dependentes de alguns sentimentos que nos impedem, às vezes, de termos relacionamentos mais saudáveis...


Então... Procure olhar mais para você! E descobrir o que o homem que está ao teu lado, ou o homem que você deseja pode representar na sua vida! Para assim VIVER MAIS SAUDAVELMENTE!
Amar é viver! É sentir! É pular!
 

É SER FELIZ!
 

VIVA O AMOR!!!

Um enorme abraço no coração!


Este artigo também est´´a publicado no recanto das letras

10 comentários:

Lady disse...

Oi, é verdade, existem mulheres dependentes de amor, é complicado.
Suas palavras são importantíssimas para que nós mulheres façamos uma reflexão sobre a nossa vida e tenhamaos a corgem de mudar e ser feliz.
Tenha um dia especial.
Bj

Eduardo Santos disse...

Olá amiga. É um prazer visitar seu cantinho. Claro que amar é viver, sentir, pular e ser feliz também. É uma receita infalível e simples de uma felicidade que se aceita quando aparece, ou se procura quando não há. A vida é feita de coisas simples, mas nós insistimos em complicá-las, não é verdade? Tudo de bom para si, querida amiga.

PSICO? LÓGICO! disse...

É verdade lady!!! Espero cada vez mais que as mulheres se descubram...

****

Olá Eduardo... O prazer é meu sempre recebê-lo aqui. Obrigada pelas tuas palavras.

Beijos carinhosos

Casa de Catarina - lelê disse...

Adri,
Acho que faz parte do amadurecimento esta fase "sofrimento pelo amor"... quase como uma coisa adolescente. Mas apenas para criar idéias e consolidar o que queremos para nós.
Não concordo que amar seja sofrer... quer dizer, não concordo com nada que me faça sofrer na vida. Existem sofrimentos passageiros, dificuldades, mas nada eterno... apenas enquanto escolhermos durar.
Adorei o texto! Devia repassá-lo para algumas amigas... rs.
Beijos
lelê

Sarah El Khouri disse...

Olá querida! Como vai?

Ah, o amor! É preciso de amor para poder pulsar. Mas que o amor não seja dependente, querendo aprisionar a pessoa amada, nê?
Beijos

Rener Brito disse...

passando para lhe dizer que indiquei seu blog ao selo, blog vip, quando tiver um tempinho passe no meu blog e pegue.

Abraços.

Rener

Katia Bonfadini disse...

Oi, Adriana! Vim parar aqui através do blog CASA DE CATARINA. Eu achei o título do seu blog tão interessante que fiquei curiosa pra conheceê-lo! Gostei dos temas que aborda e adoro psicologia!Faço terapia há 3 anos e dou o maior valor à sua profissão!!!! Já virei seguidora!!! Gostaria de te convidar a conhecer meu blog e aproveitar para participar do concurso que estou promovendo sobre fotos de viagem; O endereço é o seguinte: http://casosecoisasdabonfa.blogspot.com/2010/03/siga-esse-blog-e-concorra-um-premio.html

Beijão e parabéns pelo blog com conteúdo muito interessante!

Jean e claudia disse...

olá bom dia mim chamo Ana Claudia estou passando um momento ruim na minha vida, sou casada a 3 tenho uma filha desse relacionamento eu amo meu marido de mais só que ele as vez e de lua mim trata com carinho e depois vem com gritos e ai vai oque faço pra agente ser feliz ele e muito estressado

Anônimo disse...

Ola quando comecei a ler esta pagina eu me vi ,neste momento estou aos prantos meu marido e tudo isso e mais um pouco eu sou prisioneira dentro da minha casa ele me ameaça o tempo todo ele sempre me coloca pra baixo me critica o tempo todo pra quem ta de fora ele me coloca como tirana mas quem conhece sabe o quanto ele me umilha já faz 23anos que eu vegeto eu não posso ir visitar minha mae não posso falar que vou largalo pois ele ameaçada matar minha familia toda ameaça minhas filhas dizendo se eu larrgalo ele acaba com elas pois assim vou ficar com remorso sabendo que elas morreram por mim eu já tentei o suicídio nas não deu certo o pior e que não tenho com quem contar dependo dele pra comer pois ate roupas e sapatos são ganhos de parentes pois ele não deixa comprar eu sofro muito pois o que eu mais queria era poder trabalhar estudar mas ele me tirou tudo hoje eu sou só a embalagem pois o resto ele já matou

Anônimo disse...

Ola quando comecei a ler esta pagina eu me vi ,neste momento estou aos prantos meu marido e tudo isso e mais um pouco eu sou prisioneira dentro da minha casa ele me ameaça o tempo todo ele sempre me coloca pra baixo me critica o tempo todo pra quem ta de fora ele me coloca como tirana mas quem conhece sabe o quanto ele me umilha já faz 23anos que eu vegeto eu não posso ir visitar minha mae não posso falar que vou largalo pois ele ameaçada matar minha familia toda ameaça minhas filhas dizendo se eu larrgalo ele acaba com elas pois assim vou ficar com remorso sabendo que elas morreram por mim eu já tentei o suicídio nas não deu certo o pior e que não tenho com quem contar dependo dele pra comer pois ate roupas e sapatos são ganhos de parentes pois ele não deixa comprar eu sofro muito pois o que eu mais queria era poder trabalhar estudar mas ele me tirou tudo hoje eu sou só a embalagem pois o resto ele já matou

Related Posts with Thumbnails

Vídeos

Loading...