terça-feira, 26 de janeiro de 2010

- Ele te ama e depois te “maltrata”!? Ele pode ser um misógino!

Misógino? Misoginia? O que é isso?

Bom, tenho encontrado algumas clientes no consultório que estão entrando em contato com essa realidade. Elas começam a falar de seus namorados, maridos, companheiros, dizendo que não entendem a forma como eles agem com elas.

Misógino é uma palavra grega utilizada como referência a quem odeia mulheres: miso (odiar) e gyne (mulher).
Isso mesmo, não se espantem a palavra é: odiar.

Vejam bem: no início, esses homens são completamente galanteadores, amorosos... Mas que ao longo da relação eles começam a usar de uma tortura psicológica incrível, fazendo com que sua companheira se sinta culpada, incapaz, inadequada... Tudo isso através de insultos, momentos de raiva e de críticas constantes; revertendo assim o foco da situação deixando a mulher confusa e oprimida, pois elas demoram a acreditar que aquele homem “maravilhoso” agiu daquela forma.

Os insultos são tão constantes que é como se fosse uma lavagem cerebral. Fico impressionada como as minhas clientes reagem a isso e como demonstram tal opressão, é como se eu enxergasse uma criançinha, daquelas completamente tolhidas na minha frente, sem realmente terem condições de fazer nada, mais justamente por serem crianças.

Quando essas mulheres começam a descobrir, ou melhor, a aceitar que estão do lado de um misógino começa-se o trabalho de resgate dessas mulheres. Como assim de resgate?
É a elevação da auto-estima e da percepção do homem que está ao lado delas, entendendo que esse comportamento deles, é plenamente inconsciente.
 

Todos os artigos que falam sobre misoginia, citam o livro: “Homens que odeiam suas mulheres e mulheres que os amam”, de Susan Forward e Joan Torres, da editora Rocco. Neste livro ela aborda sobre o misógino e como as mulheres podem reagir ou escolher fazer em relação a eles.
Rita Granato em um de seus artigos cita explicitamente as formas que um misógino têm de OPRIMIR sua parceira:

• Através da negativa: ele nega o corrido, levando a parceira a questionar sua acuidade, e a validade de sua memória. Assim não há jeito de se resolver os problemas com alguém que nega sua existência e insiste que nunca ter existido o que a mulher sabe ter ocorrido

• Através da alteração dos fatos, o misógino reformula o fato para se ajustar a sua versão, faz alterações drásticas e amplas nos fatos, a fim de chancelar sua versão da historia.
• Alega que está se comportando mal, como reação a algum desvio de sua parceira, é como se seu comportamento afrontoso passa a ser uma reação compreensível a alguma terrível deficiência ou provocação da parceira. Transferindo a culpa ele se protege: absolve-se do desconforto de reconhecer sua participação no problema e convence a parceira que suas deficiências de caráter soam o verdadeiro motivo das dificuldades na vida em comum.

• A parceira não pode protestar, e se a parceira o faz, ele fica mais furioso. Ele encara a reação como um ataque pessoal e como prova das inadequações da parceira. Ele transforma a parceira em culpada e ele a própria vitima. Isto acontece, pois ele está mais preocupado em desviar a culpa de si mesmo do que em reconhecer a angústia que causa à parceira.

• Se o misógino se sente ameaçado de perder alguma coisa que lhe é importante, e sentindo-se humilhado, é bastante provável que a balança se incline para a brutalidade. Para ele através do medo poderá controlar melhor sua parceira.

• Se a parceira tiver alguma atividade significativa que o misógino encare como ameaça, ele fará testes de sua devoção, fazendo com que a parceira reduza drasticamente seu mundo. Esse tipo de ciúmes e de possessividade se estende a todos os aspectos de vida. Qualquer coisa que a parceira faça que esteja fora do controle do misógino, ou seja, encarada como uma ameaça a ele deverá ser abolida.

• Entre todas as coisas ineficazes que uma mulher pode fazer, tanto consciente como inconscientemente, para tornar o relacionamento menos doloroso, a CONIVÊNCIA é ao mesmo tempo a mais sutil e mais destrutiva para ela. No momento que ela entra em conluio com ele, a mulher perde de vista o que acontece de fato entre os dois. Sua distorção da realidade para se ajustar à visão do parceiro indica que suas percepções estão completamente fora de foco.

Ainda baseado no livro de Susan Forward e Joan Torres , Sônia Nemi discorre que:
“Ao primeiro contato com um misógino, em geral, ele é considerado um gentleman. Ele é o homem que conquista a mulher de uma forma deliciosamente amorosa e sedutora e passa a ser por ela descrito através de uma farta lista de superlativos. Ele é tão intensamente maravilhoso que fica impossível para a mulher atribuir a ele qualquer responsabilidade dos problemas da relação quando estes começam a acontecer.

O contrato relacional velado se define no início do relacionamento quando o homem vai, aos poucos, verificando até onde pode ir com o seu estilo controlador e manipulador. À medida que a mulher evita confrontá-lo tentando ser boa para preservar a relação, ela está estabelecendo um tópico contratual que configura o contexto para a atuação do misógino, ao tempo em que ela vai enfraquecendo. Como diz Susan Foward: “ela contrata amor e ele controle”.


Esse controle se evidencia nas armas abusivas em que as palavras se tornam, através das quais as críticas e ataques são feitos, até alcançar o controle da sexualidade e o controle financeiro. Mesmo que a mulher tente agradá-lo, tudo que ela faz está errado e ele a convence de que ela é culpada. 


Quando as explosões repentinas do homem começam a acontecer, mais elas são sentidas como ameaças veladas pela mulher que fica perplexa e cada vez confusa com o que dá errado. Ela passa a “pisar em ovos”, medindo as palavras, para falar com ele. A forma sutil como ele a desqualifica impede que ela possa perceber que é isso que mina a sua auto estima. Ela se torna irreconhecível, principalmente se antes era uma mulher independente financeira e emocionalmente, uma vez que definha. 


Os argumentos utilizados pelo homem parecem tão lógicos e tão cheios de interesse pelo bem da relação que, a mulher vai, cada vez mais afundando no seu pântano emocional. Tudo que ele quer é que ela demonstre seu amor por ele, sendo compreensiva e conhecendo-o tão bem que seja capaz de atender suas necessidades, sem nunca se aborrecer com ele. Com o tempo, a relação parece uma gangorra onde de um lado ele estoura e do outro se arrepende, pede desculpas e se torna o homem maravilhoso do início do relacionamento.


Apesar da descrição devastadora do misógino, ele não tem consciência do seu funcionamento e sequer se dá conta da dor do outro. A construção de tal dinâmica pessoal pode ser entendida a partir da sua história, na família de origem, quando vivenciou sofrimento psicológico o qual não poderia evitar.
O misógino é filho de uma relação conturbada onde aprendeu, observando seus pais, que a única maneira de controlar a mulher é oprimindo-a. Ao lado disso, ele pode ter sentido que a sua mãe não poderia existir sem ele, já que seu pai a maltratava; ou ainda, ele pode ter tido uma mãe que o oprimiu ou rejeitou, ao lado de um pai passivo.


Qualquer que tenha sido a sua história, o misógino está na fase adulta “atuando” a sua dor de “criança” ferida, buscando desesperadamente ser amado ainda que de uma forma equivocada. 


No caso da mulher que escolhe formar uma relação com um misógino é possível que ela tenha sido infantilizada pela sua família de origem e busque no seu parceiro o apoio, suporte e amor que não recebeu do seu pai, ou talvez ela teve uma mãe que desqualificava o pai; ela pode também ter vindo de uma família tão caótica que desde cedo ela aprendeu que toda relação é problemática e que ela como mulher não tem chance.


Ainda que o misógino seja visto como algoz e a mulher como vitima, esta também contribui para que tal padrão relacional se implemente e perdure. A mulher instiga o misógino a atuar na medida que ela não estabelece limites claros, diferenciando-se dele e ocupando seu próprio espaço na vida e na relação.
O homem e a mulher nessa relação estão interagindo dentro de seus próprios papéis; da mesma forma que um círculo não tem começo nem fim, a relação se desenvolve sem que se possa indicar um culpado. Um “precisa” do outro para continuar com o padrão, mas para sair dele um dos dois precisa funcionar de uma forma nova. 


- Uma mulher que sofre numa relação como essa pode

 (1) manter-se submissa para preservar seu homem, (2) separar-se, ou (3) construir uma nova relação com o mesmo homem. 

Aquelas que escolhem a terceira opção terão que resgatar sua auto estima, assumir o seu lugar no mundo e na relação, estabelecer limites claros e ser firme ao se posicionar diante do seu parceiro. Ela provavelmente precisará de suporte terapêutico até que se tenha fortalecido. É possível que, à medida que ela conquiste seu objetivo, o seu misógino desista do lugar de algoz para ficar ao seu lado ou desista da relação. Se ela sente que o ama, precisará amar a si mesma também para ter coragem de correr o risco de “perdê-lo”.
 

De qualquer forma dificilmente um misógino busca terapia e, se assim o faz, tão logo se fortalece interrompe o seu processo. Parece que o sofrimento do seu mundo interno é tamanho que ele não suporta ter que contactá-lo através da análise da sua dinâmica e efeito do seu comportamento no outro; para tanto ele teria que admitir que é co-construtor das dificuldades da sua relação e que é, na verdade, um homem sedento de amor. Ele teria que admitir que é o único responsável pelo seu auto preenchimento.

Se você, ao terminar de ler esse material, acredita que pode estar se relacionando com um misógino; se suas dúvidas se confirmarem. Busque ajuda terapêutica, pois, sozinha fica pesado demais para você dar conta de tudo que precisará fazer para cuidar de si mesma”.

Bom acredito que aqui tem explicação suficiente para vocês entenderem um pouco mais do universo masculino quando esta característica se apresenta. Qualquer coisa estou por aqui.
Ah! Um detalhe as minhas clientes que descobriram esse homem... Umas continuaram a relação, escolhendo a terceira opção do livro e outras se separaram e descobriram novas relações. O que a gente percebe de tudo isso é que não existem regras únicas, mas sim o conhecimento que ajuda em muito nas nossas decisões.
 

Um enorme abraço a todos: Adriana Pimentel


Fonte: “Homens que odeiam suas mulheres e mulheres que os amam”, de Susan Forward e Joan Torres, da editora Rocco; Rita Maria B. Granato; Sônia Nemi

257 comentários:

1 – 200 de 257   Recentes›   Mais recentes»
Fabi Paranhos disse...

Importante reflexão este teu texto!
Nunca passei por isso, felizmente, mas já ouvi experiências de outras amigas e conhecidas, que viveram ou ainda vivenciam em suas relações essa situação.

Espero que teu texto seja lido por muitas mulheres e principalmente pelos homens misóginos. E que estes, possam ser profundamente tocados, e que mudem suas posturas.

Parabéns!
Um abraço carinhoso!

Nova Civilização disse...

Parabéns pelo texto Adriana! hoje em dia vivemos em um mundo muito conturbado onde as relações estão se deteriorando. Vale a pena refletir e sempre buscar ajuda. Muitas vezes estamos nos posicionando erradamente, acredirando acertar! Preferimos sempre culpar o próximo quando na realidade todos temos que rever a nossa posição e com isso buscar a melhor forma para resolver!

obrigada pela partilha,

beijinhos

Gisele

Norma Villares disse...

Nossa!
Como é importante ler alguns textos.

Posso publicar em blopg?
Porque falo sobre relacionamentos.

Bem, muito obrigada pela partilha.
Grande abraço

PSICO? LÓGICO! disse...

Obrigada Fabi e Nova Civilização pelos comentários carinhosos.
*********

Oi Norminha! Claro que vc pode divulgar este texto...
Enorme beijo.

Essência e Palavras disse...

Que bom encontrar uma colega no norte.

Adorei seu proposito. Muito bom!

Um beijo e to seguindo-te

Luciana Klopper disse...

Nossa! é pra pensar muito e termos cuidado, parabéns pelo trabalho de divulgação e obrigada pela visita!

Marta Carla disse...

Nossa que louco isso, não tinha ouvido falar nesse misógino ainda. parabéns pelo esclarecimento.
Seu blog nos mostra muitos assuntos interessantes.
abraços

Lady disse...

Nossa, conheço muitas pessoas que passam por isso, e não sabia que era dessa forma.
Sempre conversei com elas para ouvirem a voz do coração e tomar alguma atitude.
Sozinhas com certeza é difícil, precisam de ajuda.
Adorei seu cantinho.
Uma ótima semana

Somente mil idéias disse...

Oi Adri bom dia!!

Incrível como não somos sozinhos neste mundo, tem muita gente em comum mais do que imaginamos!!Eu passei por isso e escolhi a terceira opção.Hoje sou mais segura do que quero e faço prevalecer a minha vontade como pessoa,se não vou prejudicar nem a mim nem ao outro não esta errado fazer.Elevo e afirmo sempre minha auto estima me amando muito e fazendo coisas que me dão prazer.Beijo de luz no coração!!!

PSICO? LÓGICO! disse...

Obrigada meninas (Essência, Lu, Marta, Lady), pelos comentários
beijosss

*****

Obrigada Márcia pelo seu depoimento. É bom que as mulheres leiam o quanto é possível ser feliz...
Luz no coração para você também.

tânia disse...

Pertinente seu depoimento sobre misoginia Adriana.
Há quem associe misoginia a bruxaria, é tanto que o filme: O Retorna da Maldição – A Mãe das Lágrimas (2007) é citado no rol de filmes sobre o assunto, assim como, A Hora do Pesadelo, Pânico e Pacto Secreto. É um tema excitante e questionador.
Contudo, Eric Berne psiquiatra norte-americano, criador da Análise Transacional, em seu livro Análise Transacional em Psicoterapia, traz uma valiosa colaboração para se entender o comportamento humano, quando trata que argumento de vida tem origem infantil. “Um argumento prático e construtivo pode conduzir a uma grande felicidade” Pag. 109.
Não resta dúvida de que cada parceiro contribui para qualquer perturbação e conflito que exista num relacionamento. O parceiro misógino não sofre da angústia que aflige às mulheres. Há um dito popular de que “cada panela procura sua tampa”.
“Uma mulher que se submete ao tratamento opressivo do marido está assumindo o papel de vítima e se comporta mais como uma criança desamparada do que como uma adulta”. Dra. Susan Forward e Joan Torres, autores do livro: Homens que odeiam suas mulheres & As mulheres que os amam.
Lucitânia CRP 15-0082.

PSICO? LÓGICO! disse...

Isso mesmo amiga. Também vejo que as mulheres que se relacionam com esses homens, na grande maioria possuem comportamentos infantis... Ou foram muito infantilizadas na infância...

Como sempre... Obrigada pela contribuição.
Beijos Luci (Tânia)

Silenciosamente ouvindo... disse...

Há tanta pessoa que diz amar a outra e depois a maltrata, e isso
tanto se refere a homens como
a mulheres. O ser humano é capaz
do melhor e do pior.
Saudações bloguistas/Irene

Square disse...

olá reconheço a minha atitude em 70 por cento dos traços que identificam este tipo de homens. Perdi a 3 meses alguém que amava muito e que conhecia a 22anos e que namorei por mais de 10 anos. Tenho pena de não ter lido isto antes. Poderia ter salvo a minha relação. Agora pode ser tarde de mais visto ela disser que não me pode ouvir ou ver a frente. Diz que está muito maogada e que sofreu muito que já não me ama. Pode parecer loucura mas o meu intimo diz me que ela ainda me ama. O que passa é que ela fartou deste comportamento. A meu pedido ela está tendo ajuda terapeutica por que estava-se anulando, acumulando e adptando a minha atitude. Ela melhorou está mais segura mais viva, mas acabou.
Se puder me ajudar, agradecia penso ajuda para me recuperar desta postura. E se possível concelhos para recuperar esta mulher que tanto amo. Mas não antes de mudar, pois não quero magoar mais ela, para isso ela que siga a sua vida e seja feliz ao lado de quem não tenha este tipo de postura. Mas se puder me ajudar por favor me ajude. Pois amo muito esta mulher, QUERO MUDAR!
O meu mail é Squareone123@hotmail.com, Obrigado

Anônimo disse...

Olá Adriana Pimentel Azevedo tudo bem com você?!!! Espero que sim ,me desculpe por ter demorado a te escrever mas é que eu tive um tempo desconectado do meu blog então eu só vi a sua mensagem lá alguns dias hoje é dia 07/08/2010 e eu só vi a sua postagem lá no dia 17/07/2010 e desde então não tive tempo pra mais nada nem para responder mais uma vez ME DESCULPE,bom o que eu realmente quero te dizer é que eu eu realmente amei aquela sua mensagem (do dia das mães) Tanto pra te falar e mesmo assim....
Bom espero que você venha me responder lá no meu blog por que agora eu vou estar conectada TODOS OS DIAS!!!Fique com Deus e que ele te abênçoe ...beijos e naão se esqueça de me responder atenciosamente...


Natália Francis...Obrigada

cida disse...

olha o texto e maravilhoso .acho que estou vivenciando isso em minha propria casa.meu irmao diz que ama a sua namorada poisela e bem mas velha que ele. mas nao entendo o que acontece ele ofende ela com palavras que eu nao suportaria que fossem comigo .tenho medo que ele chegue ate agredi ela ,pois com palavras ela ja e agredita,chama ela de loucaq de retardada de doente de ciumes.nao entendo pq ela ainda esta com ele ,e como foi falado no texto ela ama ele e suporta td isso .ela fala em deixa -lo mas ele nao quer fica forçando uma barra .gente isso e horrivel meu irmao e um doente ele nao sabe. o que fazer socorrrrrrrrro

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá Cida!

Entendo a sua reação, pois como o texto fala o misógino raramente vai assumir sua condição...

Mas vc pode ajudá-lo, tentar conversar com ele... e se não der certo (ou concomitantemente)vc conversa com sua cunhada. Da o texto para ela ler... Indica terapia (para ambos) e principalmente deixe que ela faça suas escolhas.

Enorme abraço.

Anônimo disse...

nossa cansada de tentar entender o que passa na cabeça do meu marido ,digitei a palavra chave no google e me apareceu seu blog maravilhoso, Agora descobri o que meu marido sente,mais o meu me mantem economicamente bem, para causar em mim, uma dependencia e fingi demonstrar amor o pior é que esses homens nunca arrumam outra mulher,é isso que não me conformo,Se nao servimos é só partir pra outra e naõ causar sofrimento.Preciso de ajuda !!!

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá vc que postou por ultimo!!!!

Acredito que primeiramente para vc, seria melhor procurar uma ajuda terapêutica, para poder saber lidar melhor com as características que seu marido apresenta, ou seja, se fortalece e encontrar o melhor camonho para vc.

Tenha calma, respire fundo e siga na busca do seu equilibrio...

Abraços e estou aqui a disposição.

Hugo disse...

olá meu nome é Hugo bem acho que comigo fui a minha namorada que fez isso comigo não eu agente terminou dia 21/01/2011 quando agente faz 2 anos hoje é domingo ainda talvez agente volte mais queria q ela mudasse como disse no texto acima tem tantos homens que fazem isso eu que tento fazer meu melhor sempre pra agradar passo sempre como errado talvez uma dia ela veja como as coisas são de verdade e talvez o homem que aqui possa está perdendo todos mundo fala que eu mereço coisa melhor até a mãe dela sabe que ela está errada tem hora que é muito difícil pra mim quando agente começou a namorar era não era assim as coisas mudaram muito obrigado pelo texto foi muito bom ler só que tenho pena dela pois se agente não voltar talvez ela possa achar um homem assim como descrito e duas pessoas assim não dá e ela vai sofrer é difícil mesmo esse mundo xau

PSICO? LÓGICO! disse...

Oi Hugo!

Veja bem as pessoas reagem de diversas formas à diversas situações. Não sabemos ao certo o motivo pelo qual sua namorado reage dessa forma.... Mas uma coisa é certa AMAR é compartilhar, trocar e ser feliz!!! claro que divergências existem... mas o essencial é tratar bem e ser e fazer feliz...

Observe o teu sentimento também por vc mesmo...

Enorme abraço e obrigada pela visita.

Leila disse...

Olá, depois que li seu texto percebi que provavelmente namoro um misógino. Ele diz que me ama, mas se eu falar algo que interprete mal, logo começa a me insultar.
Estamos separados, não sei se volto com ele ou não. Ele me ofendeu tanto da última vez que falamos, por motivo banal,só porque o contrariei, que até agora não acredito que sumiu.
Me tortura psicologicamente e quando eu o enfrento ele corre para minha melhor amiga que também é amiga dele e se faz de vítima, dizendo que eu sou culpada de tudo.
Eu estou arrasada, o amo muito e ele diz amar-me muito também, mas não nos entendemos.Na verdade, nem sei mais se ele realmente me ama. Tenho minhas dúvidas...
Está sendo muito difícil porque sinto que nossa relação está afundando e não sei aonde vai parar, ou se já parou.

Obrigada pelo maravilhoso texto, me ajudou a entender melhor o problema pelo qual estou passando.
Um grande abraço.

Leila disse...

Olá, depois que li seu texto, percebi que provavelmente namoro um misógino.
Ele me maltrata com palavras e ás vezes me ignora e eu nem sei o porquê. Faz uma espe´cie de chantagem emocional, tortura psicológica comigo.
Ele sabe que o amo e quer "pisar", faz questão de dizer que quem manda na relação é ele e que tenho que fazer tudo o que ele quer.
Ele diz que me ama muito, mas suas atitudes são contrárias às suas palavras.
Estamos nete momento separados, não sei se ele ainda retornará. Mas agora pretendo tratá-lo diferente, antes aceitava tudo, o tratava com amor, agora vou tentar me impor mais.
Sei que le pssou por uma dolorosa separação da mulher, pois ela o traiu por anos.Mas eu não tenho culpa disso.
E ele faz questão de deixar bem claro que eu sou a culpada de nossa relação estar assim, diz que o trato mal, enquanto é ele quem me ofende barbaramente.
Não sei mais o que fazer.
Amo muito esse homem, mas não sei o que ele pensa e como agir com ele de maneira correta.
Ele é muito controlador e diz que eu é que quero dominá-lo. Ele me deixa muito confusa.
Se puder me dar alguma orientação, e agradeço muito.
Bjs

vivis disse...

nossa sofro com um misogino na minha vida ha uns seis anos me maltrata depois diz que me ama me faz sentir culpada de tudo ta me destruindo por dentro e nem o sexo esta sendo mais bom,quando falo em separar pede delcupas mas logo me diz tanta coisa ruim so depois que li seu texto entendi o que enfrento e juro nw sei o que fazer nem ao menos sei se amo ou nw so lendo seu texto me ajudou a entender obrigada

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá Leila!!!

Veja bem! se vc leu o texto nele mesmo são colocadas algumas alternativas para as mulheres. Quando vc fala que ele te deixa confusa. É isso mesmo que um misógino faz... Mas uma indicação mais pontual que te faço é: Inicie uma terapia! para que vc possa se conhecer melhor e ter forças para tomar as melhores decisões na sua vida (de forma geral) Ok?!
Ah e lembre-se amar o outro é muito importante.. Mas AMAR si mesmo é mais importante ainda!

Enorme abraço cheio de luz pra vc1

Anônimo disse...

Oiii Adriana, Boa noite,

Estou sofrendo muito, e tenho certeza que meu namorado e um misogino, namoramos a 4 anos, e nunca na minha vida fui tão humilhada e maltratada por alguem, como estou sendo por estes 4 anos. Ele consegue ser maravilhoso, mas logo em seguida é um monstro. Todas as brigas superficiais que temos faz com que ele queira terminar o relacionamento e dizer coisas muito ruins para mim, estou tão assustada, completei 24 anos agora no final de março, ele é meu primeiro namorado tem 29 anos.As vezes tenho certeza que ele me ama, em outras vezes acredito que ele me odeia, ele me humilha pede tempo para mim e depois me pede desculpa ou eu volto correndo p ele, porque gosto muito dele, e sinceramente ja pedi a Deus para que me ajudasse a me afastar dele, pois estou sofrendo horrores, me tornei uma pessoa sozinha e insegura,ciumenta, quando comecei a namorar com ele.Mas apesar de todo horror, eu o amo.E olha que eu era muito feminista e achava que nunca iria permitir alguem fazer isso comigo, mas estou fazendo o contrario por que eu o amo, e não consigo ao menos me defender. Ele me deixa confusa e me culpa por tdo, eu nunca entendo e me sinto culpada, mesmo sabendo que não e verdade, as vezes chego a pensar que não nasci para ser feliz, que sou muitas coisas ruins, e eu não sou, me sinto especial, não faço mal a ninguem, não sou falsa, sou sincera com todos e em tudo que faço, não mereço sofrer assim.Se eu mostrar este artigo para ele, será que ele vai me maltratar e me acusar de eu querer estar culpando ele por algo, ja que ele me culpa por tudo e por coisas que não entendo, tenho medo da reação dele, mas ele nao percebe o que esta fazendo comigo, ele diz que me ama muito e quer se casar comigo mas ele quer ser feliz, eu tb quero, me ajude, mostro a ele o artigo?

Beijos obrigada, agora sei que não sou culpada por nada, posso ser feliz.

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá! vc que me escreveu por ultimo me perguntando se deveria mostrar o artigo para seu companheiro.
Veja bem... No texto mesmo fala-se que geralmente um misógino não vai admitir o que se é na verdade...

Você precisa analisar se ele suportaria admitir... Bom é bem delicado, pois na verdade a mudança de comportamento deve ser nossa e não esperarmos que o outro "se toque" e mude, pelo "simples" fato de querermos.

Talvez vc possa conversar sobre seus sentimentos, comunicando o quanto magoada e triste vc fica com determinados tipos de comportamento dele... E talvez também sugerir uma terapia de casal, onde vc (vcs) possam falar para uma pessoa neutra sobre a relação.

Ah! Vc pode optar por fazer terapia sozinha e se fortalecer ok?

Espero que tenha te dado alguma luz!

Enorme abraço e fica em Paz!

Anônimo disse...

Obrigada! buscarei ajuda para mim primeiro, para me fortalecer pois estou mto triste e gosto dele, obrigada por me responder!Bjoss

lilia disse...

Pessoal era está a relação que eu vivi, e meu pai fazia exatamente assim com minha mãe. credo quero fuGIR disso tudo, não quer mais este tipo de relação.

Anônimo disse...

Ola! Vivo ha 10 anos com um homen assim. Mas ele só começou a se portar dessa forma depois que tivemos minha primeira filha. Isso há 6 anos atras. Ele me insulta e me maltrata falando coisas horrivéis. Já mandei ele ir embora de casa mas ele diz que não tem coragem de deixar os filhos. Não quer que eles cresçam sem o pai. Ele cresceu vendo o pai que bebia muito espancar e xingar a mãe. Sempre imaginei que isso tinha algo a ver com o comportamento dele e agora graças a seu texto tenho certeza. Quanado mando ele ir embora ele chora desesperadamente e me diz que vai mudar que me ama e ta...mas isso dura no maximo algns dias...depois volta tudo..me de algumas dicas de como virar esse jogo. Meu email é karladeoliveira@hotmail.com

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá karla! primeiro obrigada pela visita!!!

Assim como algumas palavras já colocadas aqui... Minha primeira indicação seria a terapia. Desta forma dá para nos fortalecermos de uma forma geral para a vida!!!

Te mandarei mail. Abraços!

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Vim verificar o texto que você havia me sugerido. Realmente, por "coincidência" inserimos trechos do livro que abordam estes relacionamentos tão conflituosos. Muito bom e bem mais completoeste texto! Quanto mais divulgarmos , mais poderemos auxiliar a abrir os horizontes de quem já passou, está prestes a passar ou conhece alguém nestas condições. Beijos.

Stella Maris disse...

Olá li o Blog onde a psicóloga Adriana fala sobre o Misógino, realmente achei incrivel o que ela escreveu para ajudar a quem lê, e tudo que li ali é o que estou passando, estou mais certa do que nunca que tenho q procurar ajuda psicológica, estou namorando um homem machista, possesivo demais, ciumento, controlador, que o tempo todo quer ser melhor que eu, quer me fazer enchergar que não sou mulher suficiente, a pressão psicológica tá grande, estou desesperada! Larguei minha familia, faculdade, e sai do Brasil em busca deste homem tão perfeito, que já me bateu algumas vezes, me trata sem respeito nenhum, e quando tento conversar, reverter a situação, melhorar nossa convivência ele coloca a culpa em cima de mim ... e mesmo passando por tudo isso não consigo terminar. Não sei se estou depressiva... obrigada desde já.
beijos

Anônimo disse...

Primeiramente o texto é muito bom e para mim, foi muito tocante! Com toda sinceridade, fui lendo o texto e me emocionando, porque eu vivo tudo o que você disse! Namoro com um rapaz adorável, amo ele de mais, só que o pior defeito dele é nunca ser humilde para aceitar concelhos, para aceitar mudar, em brigas nunca ele reconhece o erro, a culpa na maioria das vezes vem em mim! A cada dia que passa eu estou ficando mais sufocada com tudo isso!


Fui procurar ajuda, cheguei a marcar um consulta com uma psicóloga para saber se eu era realmente a errada, mas para falar a verdade não tive coragem de ir! Ele jogou na minha cara que eu como a "problemática" tinha que procurar ajuda, caso contrário as coisas iriam piorar. Eu não sei o que eu faço! Não consigo mais sair de casa, to perdendo minha vida, enquanto ele todos os dias tem algo novo a fazer, eu sou obrigada a ficar em casa.

Peço para que se tiver mais assuntos relacionados, publique por favor, eu preciso melhorar a minha situação para meu próprio bem.

Abraços!

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá a vc que escreveu ai em cima!!!

Veja bem minha querida! Acredito que vc deve sim procurar ajuda!!! E não precisa ter essa coragem toda!!! Um psicólogo não é um "bichano" muito pelo contrário, esse profissional poderá te ajudar...

Basta VOCÊ! querer essa ajuda e principalmente querer mudar!

Abraços!

Ana Lucia disse...

Olá me chamo Ana Luica, tenho apenas 19 anos, e estou passando por esse mesmo problema estou casada com um rapaz que tudo indica ser misogico, estou muito confusa ,pois perdi tudo para ficar com ele minha familia e meus amigos não posso contar com mais ninguem que eu amo, acredito não o amar mais pois sempre tive personalidade muito forte e nunca conseguir perdoar tudo que ele me fez, Porem quando digo que nã quero mais ele diz que ama que não pode viver sem mim até chora,quendo percebe que não vai conseguir me convencer ele parte para agressão;Todos me creticam acham que eu gosto de ser tratada assim mais na verdade o que sinto é medo não amor, medo dele cumprir todas as ameaças que ele faz, ele tem ciumes pelo fato de mim fazer faculdade mais ja dechei bem claro que não vou deixar de viver por ele. SINCERAMENTE NÃO SEI COMO ME LIVRAR DELE SEM PROBLEMAS MAIORES.

Seu texto me foi muito util percebi que o que ele sente não é amor.

Ana Lucia disse...

Olá, me chamo Ana Lucia tenho 19 anos sou casada e tudo indica que meu marido seja um misógino, já não sei mais o que fazer perdi o apoio da minha familia e de meus amigos pelo fato de não conseguir me afastar dele não sei como mais ele sempre me convence que o que aconteceu é comum e que todos casais brigam.Acho que não o amo mais porque por mais que eu tente não consigo perdoar tudo que ele me fez e ainda me faz quando digo que irei embora ele chora se faz de vitima diz pra não destruir tudo que construirmos juntos ate hoje, quando vê que não conseguiu me convencer muda e tatica passa para a agressão me ofende diz que tenho outro e me ameassa. ele diz que não importa eu não ama-lo mesmo assim ele vai ficar comigo a todo custo.JA NÃO SEI O QUE FAZER....

Seu texto me foi muito util.

Obrigado.

Só quero ser feliz disse...

Estou tentando sair de um relacionamento assim. Estou com uma pessoa há 1 ano e 3 meses e nesse período ele me fez me afastar de todos os meus amigos e familiares, não me deixa sair de casa nem para ir à igreja, tudo porque é muito ciumento e acha que pode me perder.
Pois bem, hoje de manhã estávamos bem até ele dizer que não gostava que eu conversava com uma única amiga que ainda tenho e que ele deixava eu conversar.. eu disse que era a única e que não tinha porque se preocupar porque sou fiel à ele, mas ele se afastou, ficou em silêncio e horas depois me ligou dizendo que me odiava, que eu era fraca, feia e me deixava manipular pelas minhas amigas (que amigas se ele afastou todas de mim?)e familiares. Estou cansada, quero dar um basta, mas ele fica me ligando direto, dia e noite quando isso ocorre e me ameaça até de morte. Fico com medo e acabo cedendo.. mas não queria que fosse assim dessa vez. Quero ser feliz.. quero viver.. me esqueci o que é isso há 1 ano e 3 meses. Minha vida tem se resumido a trabalhar e ficar com ele. Nem no enterro da minha avó eu pude ir... estou cansada.. desculpa o desabafo..sei que a postagem é antiga mas estava procurando algo à respeito e parei aqui.

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá a vc que se intitula só querp é ser feliz!!!

Aqui é um espaço de desabafo mesmo!!!

Mas te digo uma coisa: se queres ser feliz! mãos a obra! até por que já tens consciência de muita coisa que está acontecendo na sua vida!!!

Força! e vá ser feliz!!!!

Enorme abraço

Anônimo disse...

Gostei muito do seu texto. Vc só esqueceu de falar o que o misógino pode fazer para se livrar disso.
Abraço!

Isabela disse...

Olá meu nome é Isabela.
A tempos venho procurando uma explicaçao para o que vivo em meu relacionamento e hj estava procurando alguma coisa q me consolase pelo oq eu passo e descobri que ele tem todas as caracteristicas de um misogino ele se parece e se encaixa em tudo oq vc disse. Eu sou uma pessoa extremamente sensata chei de opinioes mas de um tempo pra ca me anulei por causa dele mas nao consigo me desfazer disso pois apesar de tudo ele e maravilho e eu o amo muito nao tenho coragem de largar dele. Nosso relacionamnto e extremamente conturbado pq eu bato de frente com ele sempre e um tormento tento mostrar as coisas pra ele mas ele faz exatamente oq vc escreveu no texto como se eu fosse a culpada de tudo carego um fardo muito grande mas nao quero disistir dele.E o pior de tudo e q sei q vou ter q lutar sozinha pq ele nunca vai adimitir q ele e um misogino e se eu for falar isso pra ele vai ter briga.Ele e extremamente carinhoso quando estamos bem apaixonada cheio de carinhos e lindo mas derepente ele se transforma em raiva odio ciumento ao extremo e eu mais uma fez sou jogada a nada cheia de duvidas e tristeza. quero que tudo fique bem quero estar com ele e ser feliz. Quero amalo e ser amada mas com respito e complicidade.!

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá Isabela!

Que bom tê-la aqui!!!!

Acredito que de agora em diante vc poderá trilhar caminhos diferentes com as informações que vc obteve neste espaço. Acredite em você e siga em frente de cabeça erguida.

Enorme abraço

Anônimo disse...

Leio muito na net ... estou muito feliz e assustada ao mesmo tempo de ler algo assim.
Exatamente do jeito que acontecia comigo, mas dei um basta.
Tive um relacionamento de 5 anos e meio, onde fui maltratada o tempo todo verbalmente, todo final de semana uma tortura emoncional terrível, cheguei a ter depressão profunda, e crise de ansiedade e transtorno de pânico.
Comecei a fazer terapia, já fazem 2 anos e só ai consegui enchegar que não era culpada por tudo.
Eu me sentia tão mal e culpada que não conseguia enchergar tudo a minha volta.
Ele me dissia coisas horríveis, que não tenho coragem de repetir.
Todas vcs tem que começar a se olhar mas, quem muito aponta defeito nos outros, na verdade está com todos eles.
Culpar o outro é muito fácil, para não ver seus próximos defeitos, talvez sejam ruins demais para ser revelados.
Homens não são tão horríveis assim.
Tenho tristeza em lembrar o quanto chorei, o quanto passei mal e fiquei desesperada, com essa situação.
Ainda mas por ele saber que com o pânico eu não ia embora sozinha então eram intermináveis sessões de torturas emocionais, nos estacionamentos de shoppings e na casa dele, não tinha como ir embora então chorava muito.
Toda semana ele dizia que queria terminar... e eu ia atrás dele e ele ficava um santo, agora que não fui mas, ele nem ligar para saber se estou bem liga...
SE LIVREM DESSES CARAS.
Eles não tem futuro, fiquem só ou com alguém que mostre amor, carinho, respeito...
Estou bem agora, com uma paz incrível até tinha esquecido como era um final de semana tranquilo, sem choro, sem desespero.

Vida, alegria e amor a todas vcs...

zaza disse...

Boa tarde, obrigado por esclarescer,agora entendo meu sofrimento.Eu fiquei casada com um homen desses por um bom tempo, pedi o divórcio.Me oprimia em tudo, não podia falar com nimguem, ver nimguem, nunca fui tão maltratada, me chamava de horores,e sempre dizia que eu era culpada de tudo.Eu não podia ver meus filhos,não podia comprimentar as pessoas,por fim percebique quanto mais ele me maltratava, ele se sentia bem, sentia prazer nisso.Hoje estou trastornada, sofrendo muito meu coração partido.Pior que eu Amo ele ja fiz tudo mais, agora percebi, quem precisa de ajuda sou eu.Oque fazer nesse momento de extrema dor.Dor de Amor dor de tantos maus tratos. Preciso de ajuda. BJS.

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá Zara!!!

Que bom tê-la por aqui!!!

Bom como vc mesma disse! "quem precisa de ajuda sou eu". Então mãos a obra! procure um psicoterapeuta e vá se entender melhor e valorizar o que vc tem de melhor também!!! Força!

Enorme abraço!

Pulginha disse...

Caríssima, Agradeço a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o universo machista! Infelizmente estou vivenciando tal situação dentro do meu lar... Minha filha conheceu um rapaz tal qual sua descrição: romântico, boa praça, atencioso, etc... Conquistou-a, e meses depois ela ficou gravida; ele nao tinha condições financeiras para assumir a nova família mas queria te-la e foi aí que eu patrocinei a dor de minha filha ao lado do futuro monstro que agira também da forma por você descrita! Comprei os moveis, ajudei com as despesas, paguei o parto inclusive dei o plano de saúde também para meu neto e tudo isso porque eu gostaria de vê-los felizes na nova caminhada! Passaram-se dois meses na nova casa e ele arrasou com ela até ameaçando-a de morte, mas antes ele montou um estratagema: incitou-a contra os pais dele e também contra toda a família dela sem exceção! Ele chegou arrancar uma porta no soco porque ela o convidou para sair e ele nao queria, amassou uma janela no soco para intimida-la a nao me contar, chamou- dos piores nomes que uma mulher em especial possa receber e até me ameaçou para que eu nao fosse mais visita-la! Ela um dia me ligou desesperada de medo e pediu que eu fosse busca-la pois estava para enlouquecer; fui, trouxe tudo para minha casa e qual nao e minha surpresa o coiso agora vem chorar o perdão dela dizendo-se arrependido! Como ameacei chamar a policia ele nao veio mais, porém agora liga pra ela a cada segundo e sei que ela ela ta mal nao querendo nem mesmo cuidar da criança . Fala em se matar, que tudo se acabou para ela e no fim das contas eu estou adoecendo de tanto nervoso. Se você tiver um conselho, uma prece ou algo do tipo, por favor me de uma luz!

Anônimo disse...

Amargurada.
Eu acabo de terminar um relacionamento com um misógino. Ele era tão maravilhoso. Com o tempo passou a ser um monstro. Uma simples brincadeira, perguntando carinhosamente assim: - Tá mané Mo? foi como se eu o tivesse traido com outro homem. Ele me arrasou e disse que ia se deitar com outra e perguntar se ele era mané. Isso se transformou em dias de tortura psicologica. Como se eu tivesse falado a pior das palavras. Como eu já o amava e ele era muito convincente, eu implorava para que ele não insistisse naquilo pq realmente não existia. Já fui largada sozinha com horriveis dores nas costas no centro da cidade pq ele simplesmente achou q eu estava dando em cima do vendedor da loja que estavamos. Depois de tantas coisas com explicações ridiculas como não vir a minha casa aos finais de semana pq tinha muita coisa na casa dele pra fazer ou queria ficar com os amigos, resolvi investigar. Percebi que ele é como um psicopata que tinha várias mulheres e as trata da mesma forma. É gentil, carinhoso, doce e companheiro por no máximo 02 meses, depois que a mulher se derrete e se apaixona começa o pesadelo. Além da misoginia ele tambem não consegue ter somente uma mulher. Meus amigos estão me ajudando, pois graças a Deus, ele não conseguiu me afastar deles.

Anônimo disse...

Boa tarde Adriana!
Prefiro me identificar como amiga.
Mas eu vivo uma situação bem semelhante ao texto. Eu namoro um rapaz que tem 21 anos e eu tenho 30quando começamos ele era muito diferente de hoje...era mais presente se precupava comigo. E hoje ele me humilha muito, com palavras alguns comportamentos também. Fisicamente ele é muito bonito, nas não estou com ele por isso e as vezes ele se exalta por sua beleza e fica falando assim: que eu foi de muita sorte estar com ele por ele ser muito bonito etc...mas eu fisicamente não sou feia...posso ter outra pessoa ao me lado. Mas através de suas atitudes eu estou me anulando, perdendo a graça, o namoro ta frio. E o pior que eu o amo, e as vezes ele me faz sentir que eu sou a errada do relacionamento. Diz que sou um grude, somente por que eu quero te-lo proximo a mim, já me disse que uma vez "velha" tipo assim com muita experiencia etc...e quando dou duro com ele, me diz que me ama e que eu nao o compreendo. Noto ele é muito desconcentrado, as vezes sem opinião própria e tudo que ele começa a fazer não termina, cheio de manias tipo roer unhas, inquieto. Será que eu estou errada? Me responda por favor. Obrigada!

Anônimo disse...

OI, ADOREI SEU TEXTO, ESTOU VIVENDO ISSO. MAS EU AMO TANTO ESSE HOMEM E MEU FIHLO Q TENHO MEDO DE IR EMBORA, SABE JÁ ME ACUSTUMEI COM UMILHAÇÃO DA PARTE DELE, SABE ELE BRIGA DAQUI A POUCO AGE COMO NÃO TIVESE ACONTECIDO NADA, AI PASSA E VAI OUTRO DIA MESMO COISA A ANOS, TENHO 30 ANOS, TIVE MEU FILHO COM 19 ANOS E SOU CASADA 10 ANOS, É A VIDA!

Anônimo disse...

Olá estou aqui lendo o texto e todos os comentários e vi que tb sou casada com um misógeno, estava procurando no google uma solução e encontrei vcs, ele é uma pessoa maravilhosa, carinhoso, mas de uma hora pra outra se transforma nem parece a mesma pessoa, fica de cara feia, tudo que eu falo ele vem com a pedra na mão, se afasta, e isso me deixa chateada com muita dor, choro muito e confusa pois não sei o que fazer. Passa um tempo, ele volta a ser a pessoa maravilhosa de novo. Hoje mesmo estou aqui sozinha na sala e ele no quarto, pois ele não conversa comigo. O que eu devo fazer? Ficar aqui na minha e não falar com ele ou tento me aproximar? me ajudem por favor pois amo muito ele e não quero que acabe!

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá a vc que escreveu por ultimo!!!

O texto já dá algumas alternativas para vc! Mas como já falei em outras respostas uma boa terapia ajuda a fortalecer nossa auto-estima. E ai opr si só vc vai poder tomar as decisões que achar mais adequadas.

Então a regra número um é: Se fortaleça e tenha vc em primeiro lugar!

Enorme abraço e boa sorte!

Anônimo disse...

ola,realmente vivo com um misógino.faz 4 meses que ele mudou me manda embora sempre,vive na net sala d bate papos tem msn para outra mulheres,pergunto a ele porq me odeia tanto o que te fiz de mal me fala ,ele responde a casa vc nao arruma a casa,isso q a desculpa mais tonta q ouvi e tem mais ele diz que no resto nao tem outra mulher como eu.a minha casa e limpa uma casa normalonde vc entra come dorme bebe sem ter nojo de nada.ele sabe que ele e o errado mais me culpa.piso em ovos todos os dias so que agora ele nao qr q eu vo embora.ele me ama pode me responde.obrigada

Anônimo disse...

Nossa!!! Nem sabia que isso existia!!! E pelo jeito sou casada com um... nossa!!! ele me magoa, me menospreza por qq pessoa. Acho que ele gosta mais do cachorro do que de mim... td mundo é melhor do que eu...
isso é triste demais... depois vem ele e diz "eu te amo", "vc é mto importante pra mim!"... aff tem uma hora que cansa!

l o u r a disse...

Que coincidência! Passei por isso faz pouquíssimo tempo. Este tipo de homem busca sempre mulheres bonitas, inteligentes e independentes. Como se sentem inseguros diante delas, começam a minar sua auto-estima até que elas pensem que o problema está com elas. Mas não! Eles nem mesmo conseguem amar suas famílias, nem se amam.. como amar então uma mulher?! Dica minha: ficar de olho SEMPRE em COMO ele trata a mãe ou as mulheres da familia dele. Se ele um dia diz que você é a mulher perfeita e no outro te enche de defeitos, certamente você está diante de um cretino desses.

l o u r a disse...

Que coincidência! Passei por isso faz pouquíssimo tempo. Este tipo de homem busca sempre mulheres bonitas, inteligentes e independentes. Como se sentem inseguros diante delas, começam a minar sua auto-estima até que elas pensem que o problema está com elas. Mas não! Eles nem mesmo conseguem amar suas famílias, nem se amam.. como amar então uma mulher?! Dica minha: ficar de olho SEMPRE em COMO ele trata a mãe ou as mulheres da familia dele. Se ele um dia diz que você é a mulher perfeita e no outro te enche de defeitos, certamente você está diante de um cretino desses.

l o u r a disse...

Que coincidência! Passei por isso faz pouquíssimo tempo. Este tipo de homem busca sempre mulheres bonitas, inteligentes e independentes. Como se sentem inseguros diante delas, começam a minar sua auto-estima até que elas pensem que o problema está com elas. Mas não! Eles nem mesmo conseguem amar suas famílias, nem se amam.. como amar então uma mulher?! Dica minha: ficar de olho SEMPRE em COMO ele trata a mãe ou as mulheres da familia dele. Se ele um dia diz que você é a mulher perfeita e no outro te enche de defeitos, certamente você está diante de um cretino desses.

Anônimo disse...

Minha experiencia pode ser de ajuda...Vivi 14 anos com um misógino.Há 4 anos li o livro da Susan Forward e procurando ajuda encontrei o grupo MADA. Foi uma luz, a partir dai comecei a mudar meu comportamento, a colocar-lhe limites claros, a cuidar de mim. Eu tenho minhas dúvidas se é possivel que um misógino se "cure". Não admite que tem problema e isso torna tudo dificil. E eu também pensava ama-lo, mas descobri que era vicio: esse tobogã emocional era minha droga. Achava que não podia viver sem ele. Isso não é amor, gente. É vicio! Procurem ajuda urgente, pois depois que se descobre o problema, não encara-lo por covardia é o pior que podemos fazer a nós mesmas. Mesmo que leve algum tempo, tratem de sair desse vínculo doentio ou se não for possivel, criem suas defesas para não depender emocionalmente deles.

enaiad disse...

obrigada tambem ,mais na verdade estou me cansado de ser insultada,de ser xingada , de ser maltratada ,qualquer disculçao e motivo pra ele me ofender ,de ser, grosso ,de me dizer barbarias,peço para ele ir embora e nunca vai e depois de tudo tenho que agir como se nao tivesse aconteçendo nada ,nao ganho um elogio, um abraço ou um beijo sem segunda inteçoes ,ainda de tudo tenho q pedir desculpa como se eu ofendesse e isso ja vem se repetindo a 11 anos , ja nao sei se o amo mais pois na realidade tenho vontade de me livrar dele nada mais.

Lucy disse...

Estou boquiaberta aqui. Queria ter lido sobre isso antes. Quase seis anos de relacionamento e sempre me perguntando o porquê de tanto sofrimento, e pior: o porquê de eu não conseguir sair!!!
Minha auto-estima está em frangalhos, engordei quase 15 quilos, me isolei do mundo, vivo com medo costante de desagradar a pessoa... não consigo ter uma postura firme, pelas ameaças, e fico pedindo que a situação se resolva, que ele decida por si só seguir outro caminho e me deixar em paz. Só queria poder ser feliz...

Vania disse...

oi, muito interessante o seu texto. Passei por uma situação meio parecida com a de algumas pessoas que postaram nesse blog e o descobri porque tentei entender as características da pessoa q estava envolvida e acabei encontrando esse texto. Conheci um rapaz de 35 anos através da mãe dele e começamos a nos falar por telefone e por mensagens, no inicio ele logo me disse que tinha um relacionamento mal resolvido e que a pessoa nao aceitava o termino do relacionamneto se eu entendia, eu disse que sim, pois nao vi a principio problema nenhum nisso, mas ai começou a complicar depois de algum tempo pois ele nao queria q eu o procurasse, quando isso acontecia ele me falava que seria quando ele quisesse e quando ele pudesse, e começou a me esculhambar com os nomes mais feios que podem existir,"puta" "suja" sem moral, "doente desequilibrada" e ate ameaças de morte e de bater, brigávamos ,ele mandava tomar naquele lugar sem escrúpulo nenhum, e ainda se encara como um cara estourado e grosso, ficávamos um tempo sem nos falar e de repente la estávamos nós novamente, e depois de satisfeito ele fazia a mesma coisa, e sempre falava horrores da ex, que na verdade não era uma ex, e na tentativa de descobrir se ele estava mentindo pra mim, as ofensas eram horríveis, e ele dizia que a menina era vagabunda e essas coisas.Ao tentar entender o perfil dele porque ele sempre transferia a culpa das ofensas pra mim e eu me sentia muito mal com a situação, pois ele me fazia me sentir muito inferior na relaçaõ, sou professora, graduada com algum conhecimento, tenho 40 anos e muita experiencia e ele tinha o poder de me deixar sempre pra baixo e eu tentando sempre resolver a situação, achando q eu era culpada dos insultos, ao ler o texto, fiquei tranquila pois percebi q ele tem sim um perfil misógino, pois ele chegou a me dizer que as mulheres sao todas iguais.Xinga e esculhamba ate a irmã. Por favor me responda, estou certa na minha percepção?

Anônimo disse...

Exatamente o que eu vivo em meu relacionamento, estou impressionada com esse texto, toda a explicação e nem imaginava que existisse uma classificação para esse comportamento insano do meu marido, estou sofrendo demais, estou escrevendo em lagrimas, pois ele é exatamente assim,me deixa tão confusa e perturbada que estamos juntos ha 05 anos e até hoje não sei lidar com essa mudança repentina de comportamento, uma hora ele é maravilhoso e quando eu me acostumo com esse lado humano ele muda tao de repente e me humilha, pisa, magoa, joga a culpa em mim, impressionante a crueldade, esses dias estava hospitalizada e ele foi tao ruim, aspero, desumano, frio, e ainda disse que ele não é culpado pela dor no peito que estou sentindo...estou no fundo do poço, mas,faço mil coisas todos os dias e ele insiste em dizer que so ele tem pressao, so ele trabalha, so ele tem preocupação, estou morrendo, nao sei lidar com essas situação, estou adoecendo e realmente o suicidio nao sai da minha cabeça, nao consigo deixar de ama-lo, não sei me amar, ele me destroiu, acabou comigo, ele é muito mal, ele é a pior pessoa que ja conheci, e quando ele fica legal dura em média 03 dias..o estado normal, humano, gentil, amavel, carinhoso, atencioso, paizao, maridao, companheiro..e um instalar de dedos ele se transforma no algoz!!!

Pulginha disse...

Jamais desista de você! Lembre-se de que ele e o doente e não você; e que o modo como ele se comporta confirma isso...
Ajude-se, cuide-se, fique Linda pra você, e logo essa tristeza passara, nada justifica você se auto destruir em nome de um (?) Amor.
Procure ajuda, va a uma igreja, procure um médico que possa te orientar e medicar para acalma-la e repose agora que se encontra enferma ok?
Se você quiser trocar email comigo, meu email : renatinha.rodrigues659@gmail.com
Fique com Deus e em Paz! Um grande beijo, Renata.

Anônimo disse...

MARILIA!!
Olá, boa noite! Parabéns pelo texto..Vim parar aqui em seu blog por digital no google a seguinte pesquisa "por que ele me maltrata tanto?"
Pois bem, nunca li algo que mostrasse tanto o que meu namorado (2 anos de relacionamento entre idas e vindas) faz comigo. Já passei situações tão embaracantes, tao humilhadoras, tão vergonhosas e de dor como passei ao lado dele... Nunca fui tão desvalorizada e enlouquecida em minha vida. Já me vi chorando na rua como louca, depoius de insinuações infundadas, maustratos, etc. Teve uma vez q ele foi atrás de mim em um bar e qdo fui falar com ele, ele me humilhou e saiu correndo, me olhando com cara de demÔnio, me deixando sozinha com vergonha na frente de todos... Algumas vezes essa cara de "demônio" aparece... Sim, dra. Demônio!!! Não é exagero... o rosto dele se transforma, como se estivesse possuido e logo depois começa... hoje, consigo identificar qdo esse "demônio" bem se aproximando... as feições dele mudam e parece que o LUIZ SOME e dá lugar a algo que nao entendo e nao sei explicar...Pesquisei muito sobre bipolaridas, duplas personalidades, etc... até cair aqui em seu blog. Na verdade eu acho q talvez seja uma mistura de um pouco de cada coisa, mas a RAIVA de mim é clara...PARECE QUE ELE ME ODEIA... mas depois se arrepende... SOME DURANTE DIAS, MESES... E VOLTA COMO MENINO ASSUSTADO E ME PEDINDO SOCORRO... eu ajudo, levanto ele do chão, fica uns dias, semanas, meses, bem... até o outro tomar o corpo dele... O problema é que eu não seI quem é o verdadeiro.., o anjo ou o demonio?! Não sei em qual posso acreditar e qual é ele afinal... é assustador, mas mais assutador é eu ter consciência disso e acabar sendo perdoando... mas quero mudar isso em mim... mas ao mesmo tempo tenho pena, pq TODOS SE AFASTARAM... ele não fala com a família... não se relaciona com ning, a não ser com colegas de trab e muito superficialmente... dra, pensei em fazer terapia, mas estou sem condições monetárias para isso... Queria tentar uma terapia com regressão, mas nao conheço nenhum lugar confiável para fazer no RJ... se souber me indicar, agradeço....
Li que alguém perguntou sobre mostrar o texto para a pessoa...eu mandei por e-mail, para ele e para uma tia dele (que nao me respondeu)...não sei se ele ENTENDEU, SE SE VIU ASSIM,,, MAS NAO AGUENTO MAIS... NÃO AGUENTO MAIS MESMO... SE ELE VAI FICAR COM RAIVA, nem sei se eu ligo mais... estou EXTAUSTA... não aguento mais ser humilhada e me sentir LOUCA pelas coisas que ele me faz...
Tenho muito medo de ENLOUQUECER... muito mesmo, pq dói demais e ninguém consegue entender, nem eu mesma.
Desculpe-me o desabafo.

silva disse...

e se a mulher tiver traido seu marido varias vezes e este por ser muito bom continuou o relacionamento mas tem este comportamento por sentir raiva por dentro de tudo que sua mulher fez, eleé um misógeno com causa pelo comportamento libertino de sua esposa?

silva disse...

E se a esposa traiu varias vezes o marido e este continuou casado mas tem este comportamento po causa de magoa interna e de um pouco de raiva pelo que sua esposa fez, ele é um misógeno? misógeno com causa pela traiçoes da sua esposa.

Anônimo disse...

Bom hoje, sem querer vim parar no lugar certo, estava eu vendo uma matéria de uma professora de Teresópolis que fala sobre sexo em seu blog e vi o nome de um livro que me deixou currioso "homens que odeiam suas mulheres e mulheres que os amam" e acabei chegando neste blog, quando começei a ler o artigo, pasmem, não acreditei, pois pude perceber que sou um misógino, quando começei a ler os comentarios me apavorei mais ainda pois li um que me identifiquei muito que foi este,

Anônimo disse...

Oiii Adriana, Boa noite,

Estou sofrendo muito, e tenho certeza que meu namorado e um misogino, namoramos a 4 anos, e nunca na minha vida fui tão humilhada e maltratada por alguem, como estou sendo por estes 4 anos. Ele consegue ser maravilhoso, mas logo em seguida é um monstro. Todas as brigas superficiais que temos faz com que ele queira terminar o relacionamento e dizer coisas muito ruins para mim, estou tão assustada, completei 24 anos agora no final de março, ele é meu primeiro namorado tem 29 anos.As vezes tenho certeza que ele me ama, em outras vezes acredito que ele me odeia, ele me humilha pede tempo para mim e depois me pede desculpa ou eu volto correndo p ele, porque gosto muito dele, e sinceramente ja pedi a Deus para que me ajudasse a me afastar dele, pois estou sofrendo horrores, me tornei uma pessoa sozinha e insegura,ciumenta, quando comecei a namorar com ele.Mas apesar de todo horror, eu o amo.E olha que eu era muito feminista e achava que nunca iria permitir alguem fazer isso comigo, mas estou fazendo o contrario por que eu o amo, e não consigo ao menos me defender. Ele me deixa confusa e me culpa por tdo, eu nunca entendo e me sinto culpada, mesmo sabendo que não e verdade, as vezes chego a pensar que não nasci para ser feliz, que sou muitas coisas ruins, e eu não sou, me sinto especial, não faço mal a ninguem, não sou falsa, sou sincera com todos e em tudo que faço, não mereço sofrer assim.Se eu mostrar este artigo para ele, será que ele vai me maltratar e me acusar de eu querer estar culpando ele por algo, ja que ele me culpa por tudo e por coisas que não entendo, tenho medo da reação dele, mas ele nao percebe o que esta fazendo comigo, ele diz que me ama muito e quer se casar comigo mas ele quer ser feliz, eu tb quero, me ajude, mostro a ele o artigo?

Beijos obrigada, agora sei que não sou culpada por nada, posso ser feliz.
26 de abril de 2011 20:05)

me vi no lugar deste cara e minha esposa no lugar dela pois é exatamente assim que acontece conosco e estava querendo pedir a separação desta vez definitiva, poís coloquei ela para fazer auto escola e para mim ela me traiu com o instrutor, mas ela vive falando que me ama e que nunca me traiu mas eu vivo falando o contrario, ja ofendi muito ela e tempo atras cheguei até a comentar com ela "não sei como você me aguenta" eu a muito mas tenho muito medo de perde-la, porem não admito traição pois para mim fidelidade é tudo.Agora vou procurar ajuda por que não quero mais ser assim, espero que todos os homens misóginos descubram isto mudem e que suas esposas ou namoradas entendam e os apoiem.se aluem quiser me ajudar criei um email curaanonimo@yahoo.com.br

Anônimo disse...

PARTE I

Olá meninas, li o relato de todas vocês e eu faço questão de relatar a minha experiência tbm, espero de coração ajudar alguém pq eu entendo e sei o que vcs estão sentindo.

Eu queria apenas uma coisa dele: Amar e ser amada! Eu acreditava que um dia seríamos felizes, que um dia ele iria enxergar a pessoa que eu era e que não era por acaso que Deus permitiu que ele estivesse na minha vida.. Acreditava que a gente poderia viver uma história diferente, uma história de amor, de respeito e sabem quando eu vivi isso? NUNCA! Isso mesmo, NUNCA! 2/3 dias era o nosso prazo de acordo de paz, depois vinham às humilhações, insinuações, maus tratos, descaso e tudo de ruim que vcs com certeza sabem o que eu estou falando.. Brigas por motivos ridículos, ofensas de baixo nível e sempre a culpada era eu, eu era a pior, eu era um lixo, eu era tudo de bizarro que possa existir. Me amargurei, me tornei agressiva e ofensiva igual a ele, emagreci 10 kg, não entendia como eu podia amar tanto uma pessoa, fazer tudo por ela e em troca receber tamanho desprezo e desamor. Mas eu insistia naquilo, insistia pq acreditava que era plano de Deus ele na minha vida; acreditava que Deus tinha me dado a missão de ajudá-lo e que ele um dia ia mudar, que tudo iria se ajeitar. Infinitas brigas, desrespeito sem medida, idas e vindas que perdi as contas..
E sabem o que era o mais engraçado? Quando a gente se afastava e eu não procurava, a pior de todas se tornava a mulher da vida dele.. Era sempre assim: Ele vinha chorando com a mesma ladainha: “ Eu te amo, eu preciso de você, eu vou mudar!” e 3 dias depois as mesmas coisas, que com o passar do tempo mudaram... PRA PIOR!

Anônimo disse...

PARTE II

Mas ainda assim eu não conseguia me livrar pq eu não queria, eu não entendia, eu não aceitava os fatos... Comecei a pensar que o problema poderia estar mim, pq chega um momento que vc “se acostuma” a ouvir coisas ruins , a ser maltratada, que vc acaba acreditando que vc realmente é tudo aquilo e vc se anula, se amargura, ESQUECE O SEU VALOR e vive numa incansável busca que ele te aceite, que ele te ame, etc, etc. Pois bem, minhas amigas, minha mãe já não tinham mais argumentos pra me fazer enxergar que o problema não estava em mim, mas eu não ouvia ninguém, afinal: MINHA MISSÃO ERA AJUDÁ-LO e EU IA CONSEGUIR FAZER ELE MUDAR E SERÍAMOS FELIZES PARA SEMPRE! Tenho certeza que muitas de vocês pensam assim e posso dizer: ILUSÃO DA SUA CABEÇA! Eu não agüentava mais chorar, sofrer, então eu comecei a me perguntar todos os dias se era aquilo que eu queria para mim, se eu merecia , se eu era de fato aquilo que ele dizia e fui percebendo que eu não era aquilo, PELO CONTRÁRIO, eu era amada, amiga, companheira, eu era batalhadora, corria atrás das minhas coisas, honesta, trabalhadora e o principal, eu era linda por dentro e por fora, eu tinha valores e percebi que eu me deixei anular por um amor que nunca iria atingir as minhas expectativas, pq minhas caras, quem não se ama, não sabe amar. Comecei a ler livros de auto ajuda, ler blogs, ler cartas antigas das minhas amigas e ver o quanto eu sou querida e tenho qualidades.. e fui criando forças e mais forças...
Das três opções que foi descrita lá em cima, eu tentei as três!
Na primeira opção eu fui submissa e ele perdeu o total respeito por mim;
Na terceira eu dei um milhão de chances pra ele mudar, conversava mas foi em vão
Na segunda, depois de muitas tentativas.. enfim eu consegui!!!!! ME SEPAREI! Consegui dizer um NÃO as três frases mágicas que ele me dizia: “ Eu te amo, eu preciso de você, eu vou mudar!” No inicio dói, vc acha que não vai conseguir, acha que vai morrer, fica na duvida: “Meu Deus, ele pode mudar dessa vez”... Tentações vem, seu corpo pede, seu coração pede , RESISTA! SEJA FORTE!

Anônimo disse...

PARTE III

Hoje tenho 5 meses afastada, ele correu atrás de mim 2 meses e ate hoje bota indiretas no facebook, (acreditem, ele esta de paquera com uma menina, a menina se declara pra ele, ele se derrete em um dia e no outro põe msg assim “ Queria estar com alguém, não posso e a culpa é minha... vc crêem nisso?) Continuando.. Tenho 5 meses separada, ainda tenho sentimento por ele, lembro dele todos os dias, MAS O AMOR QUE EU SINTO POR MIM E MINHA SEDE DE FELICIDADE SUPERAM ISSO TUDO! Iniciei um outro namoro agora, CLARO! EU MEREÇO UMA CHANCE, AFINAL EU SOU TUDO DE BOM! Eu não sou NADA do que ele me disse! Eu já tinha me esquecido o que é ser bem tratada, o que era um carinho, um elogio, rsrs, parece piada neh? Aos poucos estou me abrindo pra pessoa que eu estou, indo com cautela, com mais segurança e amor próprio! Esse é o segredo, não se anulei por ninguém! Lembrem-se VOCÊ É A MELHOR PESSOA DESTE MUNDO, o mundo pode te fazer chorar, MAS DEUS QUER TE QUER SORRINDO! :DDDDD

Anônimo disse...

PARTE IV

Se quiserem conversar comigo deixem seus emails que eu falo com vcs, ainda tem muita gente boa neste mundo, acreditem em vocês, não desistam da felicidade, SE AMEM e mandem esses mal amados catarem coquinho, ahhhhhhhhhh, não merecemos isso,a vida é uma só, essa frase me ajudou muito: "DEUS ME QUER SORRINDO!" Minha missão é essa hoje, hoje é só isso que eu quero SORRIR!! Fiquem com Deus, vocês são lindassss!!!! NÃO ESQUEÇAM DISSO!!! beijossss

josimara silva disse...

JÁ FEZ UM ANO EM NOVEMBRO QUE ME SEPAREI, AINDA PROCURAVA EXPLICAÇÃO ATÉ HOJE, IDENTIFIQUEI MEU EX-MARIDO EM TUDO, ISSO ME TORNA UM POUCO MAIS TRANQUILA PORQUE SEMPRE ACHEI QUE PODERIA FAZER MAIS ALGUMA COISA PARA CONTINUAR CASADA ATÉ QUE ELE COMEÇOU A ME BATER E NÃO QUERIA SE SEPARAR, COM UMA FILHA PEQUENA ME SEPAREI, AINDA SOFRO POIS GOSTO MUITO DELE, MAS ELE COLOCOU OUTRA EM MEU LUGAR E A CADA DIA QUE PASSA PERCEBO QUE ELA COMETE OS MESMOS ERROS QUE EU COMETI, NÃO ME METO, MAS VEJO ELA EM MENOS DE UM ANO JÁ AFASTADA DOS AMIGOS E DA SEGURANÇA QUE ELA TINHA DE SI MESMA JÁ NÃO RESTA MUITA COISA.

Adriana disse...

Vi minha relação neste texto, minha preocupação é como agir. Fiquei ainda mais triste. Triste porque me enganei. Mas, já faço terapia, e esse texto me ajudou a compreender que as coisas horríveis que ele fala de mim são funcionamentos mentais dele. Espero me libertar disso. Abç

Anônimo disse...

Vivi 14 anos com um misógino. Reconheço todos os comportamentos dele e também os meus, pois era (e ainda sou...) muito carente e achava que ele era minha alma gêmea! Graças a Deus consegui sair daquele inferno enganador: ora eu era uma deusa, ora a personificação do Diabo para ele. Para quem acha que um misógino possa mudar, eu sinceramente não acredito.Ele ja havia passado por dois longos relacionamentos, contava que brigava muito por culpa das mulheres e eu achava que comigo seria diferente, pois o amava muito e era dócil e amorosa (rsrsrs). Pra quem ainda está com um misógino, não insistam, caiam fora, ele não vai mudar e vcs precisam gostar mais de vcs mesmas!

Anônimo disse...

Depois de ler o seu blogger é que eu entendi o que se passa no meu casamento, sou casada a 23 anos e a muito tempo que vivo com torturas psicológicas do tipo me ofende o tempo todo adora se desfazer de mim quando está perto de outras pessoas tudo o que eu faço está errado, me chma de gorda o tempo todo sou sempre a errada em qualquer situação e quando questiono alguma coisa diz que estava só brincando, me chama de antisocial de antipática e ele é simpático até dimais com outras mulheres pertode mim sem se importar se eu fico chateada e se eu falar alguma coisa ainda me chama de maluca tenho que aceitar tudo o tempo todo para não brigar porque se eu contraria-lo em alguma coisa ele fica 1 mes sem falar comigo , as vezes ele fica sem conversar comigo e eu não sei nem porque, e ainda age como se tivesse razão, não posso nem sequer perguntar nada do tipo: com quem esteve, ou de quem é esse telefone perguntas normais que ele briga comigo e começa a implicar e me maltratar, comecei a ficar deprimida e definhar engordei entrei em depressão, me formei em Direito e ele vive jogando na minha cara que não sabe para que eu fiz essa faculdade que fulano se formou depois de mim ja tá trabalhando e ciclano ja consegui isso ou aquilo e eu não consigo nada me coloca pra baixo o tempo todo mas sempre como quem não quer nada de um jeito que parece e faz com que eu ralmente me sinta assim, as vezes fico sem entender porque ele age dessa forma, ele é sempre o legal o engraçado o amigo de todos o simpático... e é assim que ele era comigo quando nós nos conhecemos e agora me trata como se eu fosse a pior pessoa da face da terra parece que ele sente prazer em me ver triste. mas agora lendo seu blogger eu entendo um pouco melhor e sei que sou casada com um misógino. obrigada pela oportunidade do desabago

Anônimo disse...

Oiiii li sua postagem e chorei com cada palavra pois foi como se vc estivesse falando pra mim!!!! até a parte do pai que não dar carinho e eu procuro conforto se encaixou na descrição... Obrigada vou procurar ajuda...

Anônimo disse...

ola! não sei se to passando por isso,to confusa ele me trata super bem, mas em momentos de briga ele me humilha me manda embora porque sabe que não tenho pra onde e ir ja chegou ate a me agredir, me afastou dos meus amigos e de tudo que eu gostava..

Anônimo disse...

ola! não sei se to passando por isso,to confusa ele me trata super bem, mas em momentos de briga ele me humilha me manda embora porque sabe que não tenho pra onde e ir ja chegou ate a me agredir, me afastou dos meus amigos e de tudo que eu gostava..

Anônimo disse...

ola! não sei se to passando por isso,to confusa ele me trata super bem, mas em momentos de briga ele me humilha me manda embora porque sabe que não tenho pra onde e ir ja chegou ate a me agredir, me afastou dos meus amigos e de tudo que eu gostava..

Anônimo disse...

Acho absurdo que nós mulheres ainda aceitemos tão passivamente esta condição de humilhação em silêncio, não buscando os nossos direitos assegurados por lei, antes temendo a rejeição, a crítica, e vivendo como animais domados! Amo meu marido, vivo com ele há quinze anos e de tempo em tempo seu lado misógino reaparece para nos assombrar, mas confesso que já não dou tamanha importância a esse comportamento doentio e saio de casa deixando se virar com seus parafusos...
No fundo sabemos que podemos mudar de vida, de casa, arranjar um emprego ainda que não seja o pretendido, mas que nos dará condição de abrir a gaiola e alçar vôos! Mas, bem lá no fundo gostamos de alimentar esse bichinho chamado de auto piedade que nos 'torna' heroínas, pacientes, santas ou seu lá o que!
Por fim, como nos respeitarão se nos respeitarmos a nós mesmas? É pra acabar.

Anônimo disse...

Oi. Vim parar aqui porque desde há uns 15 anos , não com esse nome, atribuo ao comportamento do homem com estive casada por 10 anos, que o sentimento que ele passou a nutrir por mim, era ódio. Atualmente, um de meus filhos tem também demonstrado ter aversão ao ser"mulher". Ainda estou uma pessoa traumatizada pelo casamento tão infeliz. Esse filho opta por relações com homossexuais. Ele,até pouco tempo saía com mulher. Questionei essa conduta tão maldosa dele para com as moças, uma vez que permanecia procurando contato sexual com gay. Recentemente passou a relacionar-se apenas com homossexual. Ocorre que tudo o mais que vc descreve sobre o misógino se encaixa com o meu filho e seu pai.
De minha parte, muita terapia, religião /religiosidade, trabalho árduo, buscas e mais buscas...tenho um relato típico do tema, conforme a sua exposição...sendo assim...afastar-me também de meu filho...

fuocomundodaluz disse...

Nossa, com este texto parece que vc mora aqui na minha casa com o meu "marido". Alem de tudo ele e ausente, me sinto sempre sozinha quase nao saio de casa e quando saio e para levar meus filhos na casa de parentes ou algum lazer infantil. Acabei de descobrir uma traição com uma garota de programa. Estou péssima, com ódio no meu coração. Estou com vontade de colocar a conversa deles na rede social. Ele conhece pessoas importantes que gera o nosso sustento, os homens vão ama-ló porque a mulher e linda em contra partida as esposas vão odia-ló e fazer com que os maridos passem longe do estabelecimento comercial, porque nas mensagens ele fala com a garota que iria arrumar bons clientes para ela e agradece digitando tudo que ela fez com ele na garagem da casa dela. O que faço?

Anônimo disse...

Olá a todas!
Depois de vinte anos em uma relação como esta, abandonei tudo pois achava que a única solução para mim era o suicídio. Estou tentando um tramamento público, mas não é muito bom. Estou contando com o apóio apenas de meus pais. Fazem tres meses que saí de casa, deixando tudo para tráz, inclusive meus filhos de 15 e 11 anos. Pois ele usa tudo para me magoar e coagir, até mesmo os filhos. Gostaria de ligar para os meus filhos, mas tenho medo que ele atenda o telefone ou que me ligue pra dizer as bobagens de sempre. Como posso enfrentar os comentários maldosos dele sem sofrer e manter um relacionamento com meus filhos? Devo esperar até ficar mais forte? Pedir pra outra pessoa ligar por mim? O que eu digo se ele atender?
Obrigada. Maria.

Anônimo disse...

lia.
estou num barco como esse, no momento estou mais tranquila e está surgindo uma nova oportunidade de emprego para mim. Além disso sou evangélica, tenho buscado ajuda do alto e dos amigos, e concordo que é muito difícil pois o outro não reconhece. Agradeço pelo texto e por saber que isso tem um nome.

Anônimo disse...

parabéns!!, precisava saber isso, já não sabia mais o que fazer com o meu marido.

Anônimo disse...

parabéns!!, precisava saber isso, já não sabia mais o que fazer com o meu marido.

CleoA disse...

Oi Adriana Pimentel ! Cansada de tudo o que tenho passado em casa, eu comecei a procurar informações de como lidar com a situação e acabei achando seu blog. Ao final do texto eu me perguntei: 'De onde essa mulher me conhece para descrever exatamente o que acontece comigo e meu marido?'. Eu quero agradecer a você por seu blog maravilhoso, vou comprar esse livro pois estou decidida a ser melhor do que eu era antes do casamento e depois eu decido o que farei! Pena que vc está tão longe, senão teria mais uma paciente ! Um beijo enorme ! Muito obrigada pela 'luz'.

Anônimo disse...

olá, eu estou em crise no meu realcionamento. brigamos muito e sempre eu saio como culpada, porque eu sou a estressada, a brava,infantil... e então meu marido disse que por ele ja teria se separado de mim, mas não faz isso porque me ama e quer continuar comigo e com nosso filho, então ele pediu se eu queria ajuda psicologica para continuarmos juntos,para continuarmos planos, projetos e eu mudar de comportamento... e eu aceitei, me pediu se eu ainda o amo, e estou muito confusa, já não sei o que quero nem o que sinto, pedi um tempo a ele e le disse que isso não existe, então já fiz uma sessão com uma psicologa maravilhosa e ela me falou que ele tem perfil de um homem misógino (que eu nem sabia o que era) e eu não consigo acreditar porque eu acho ele um homem muito bom, um exelente pai, um bom filho e o vejo como uma pessoa que quer o meu bem!
meu deus o que eu faço?! me ajuda...
eu vou fazer mais uma sessão de terapia individual logo,...mas mesmo assim estou ansiosa, angustiada...;
obrigada, seu blog é m
maravilhoso

Anônimo disse...

Ola,eu tbm estou passando por isso,eu namoro ha nove anos e meu namorado diz que me ama,mas depois me maltrata por motivos que eu considero banais,ai eu choro e fico muito mal,e fico pensando oque ha de errado comigo,faco de tudo pra ficar numa boa e ele me maltratando,agora depois de ler sobre misogino,acho q meu namorado e um.tbm nao sei oq fazer,so choro,preciso de ajuda.

Anônimo disse...

Um homem misogino consegue mudar? sera q ir ao piscologo ajuda?

Anônimo disse...

Maravilhoso

Anônimo disse...

meu esposo tem misógino e é muito difificil msm de conviver seu comportamento é examente dessa maneira msm mais muito interessante o que li agora e realmente a gente se sente fechado para o mundo como uma pessoa q não tem controle de vc mesma e sim a pessoa te controla e te fecha para a realidade como se vc não se mandasse mais e tbm não da espaço para vc conversar e viver....

Anônimo disse...

ELE NÃO ERA MEU MARIDO, NAMORADO ERA UM FICANTE

NOS CONHECEMOS NUM BARZINHO, A QUIMICA ROLOU E FOMOS LEVANDO...
UM DIA ELE PEDIU SE PODIAMOS CONTINAR ASSIM A NOS VER... ACEITEI, PQ COMECEI A GOSTAR DELE ...ENTÃO A COISA FICOU FEIA PARA O MEU LADO...

ELE TENTAVA DE TUDO PARA ME TRANSFORMAR EM UMA PROSTITUTA, INSUAVA DE FAZERMOS MENAGE A TROIS, SUWING ... TENTAVA TODAS AS LOUCURAS.... RECUSEI AS OFERTAS OBVIAMENTE, AI COMEÇAVA AS COBRANÇAS DE QUE EU ERA UMA CAFONA, CAIPIRA E ETC....

FORAM PASSANDO O TEMPO .... TUDO O QUE EU FAZIA NÃO PRESTAVA, SE EU ENGORDAVA 1 KG ESTAVA GORDA, QUANDO EMAGRECI E ELE ME VIU MAIS MAGRA PERGUNTOU SE EU ESTAVA COM AIDS

FAZIA INSINUAÇÕES DE TODO QUANTO É TIPO QUE EU TINHA DIVERSOS CASOS POR AI E POR MAIS QUE EU TENTAVA DEMONSTRAR QUE ISSO NUNCA TINHA ACONTECIDO, ERA INÚTIL ELE JA TINHA A PERCEPÇÃO FORMADA A MEU RESPEITO...ELE TEVE UMA INFÂNCIA DURA, PERDEU A MÃE AINDA BEBÊ E O PAI TEVE DIVERSOS FILHOS E CASAMENTO E EU ACHAVA QUE ISSO ERA MOTIVO PARA ELE SER DA FORMA COMO ERA E QUE EU DEVERIA DESENVOLVER A COMPREENSÃO PARA COM ESTA SITUAÇÃO...

PASSANDO O TEMPO 1 ANO ELE ME PERGUNTOU 3 VEZES A MINHA IDADE E ENTÃO SAIU COM UMA : " VOCÊ NÃO PERCEBE QUE ESTÁ VELHA NÃO, NÃO PODERÁ CASAR E TER FILHOS ... GRAVE A SUA CONDIÇÃO " AINDA ATUREI ISSO E FALEI QUE NÃO PRECISAVA DISSO E QUE VÁRIOS HOMENS MAIS JOVENS QUE ELE QUE NÃO PENSAVA ASSIM... ACHAVA QUE ASSIM, DEMONSTRAVA A ELE A FORMA COMO ELE ESTAVA ERRADO...
NO NOSSO ÚLTIMO ENCONTRO,EM PLENA HORA DO AMOR, CHEGOU AO CÚMULO DE DIZER QUE EU ME TORNEI UMA SAFADA AO ME RELACIONAR COM ELE E QUE POR ISSO DEVERIA ESTAR AI, SATISFAZENDO A TUDO E A TODOS...NÃO AGUENTEI MEU CALDO ENTORNOU... MAS COM A CABEÇA MAIS FRIA EU O PROCUREI PARA SABER O PQ DISSO TUDO E ELE DISSE QUE ERA "FETICHE" ME SENTI A MULHER MAIS IDIOTA DO MUNDO....FUI EMBORA ,MANDEI UM E-MAIL DE DESPEDIDA E HOJE GUARDO APENAS UMA REVOLTA EM MIM POR TER ÁTURADO TUDO ISSO... ME SINTO UM LIXO !NAS COISAS QUE ATUREI ...

Anônimo disse...

eu me separei faz uma semana e ele fica correndo atras de mim. diz q vai mudar, q se eu nao voltar vai se matar e td mais. nao sei o q eu faco para me livrar de uma vez por todas. ele me maltratava muito.me chamava de feia mas nao deixava eu me arrumar.agora longe dele to no paraiso meu email e bruna_maicon@hotmail.com

Anônimo disse...

o q devo fazer,quando um homem ti agride em absurdos,e tambem mando mensagens falando coisas boas e mesmo assim continua com muitaspalavras feias(palavrões)

lukinos disse...

Adorei o texto e a sugestão de leitura. A única ressalva que faço é que podemos relativizar um pouco a ideia de que esse processo de misogenia é "totalmente inconsciente". No meu entendimento, como psicólogo, acredito que esse conceito (inconsciente) deva ser usado com moderação. Muito obrigado por suas ideias. Bjs!

Cristina Tanasovia disse...

Gostaria de dizer que passo por isso todos os dias estou em um relacionamento a quase 2 anos e vem piorando ele é tudo isso na semana ficamos 2 dias bens os outros ruins mas to sem força de lutar queria sumir não consigo fazer mais nada to me sentindo muito mau mesmo .

Anônimo disse...

oi li seu texto que pra mim foi como se eu lesse minha historia,estou passando por isso á alguns anos,o pior é que ja fui comprometida e este é meu segundo relacionamento,nao é facil vc ser chamada de louca,conviver com uma pessoa que fala as coisas e depois diz que nao falou,ou nao fez.eu me travo toda perto dele,com outras pessoas converso,discuto opinioes,mas quando vejo os olhos dele,eu nao consigo falar.fico confusa,a gente briga muito,tento ser firme,mas ele sai e me deixa falando.eu nao sei por onde começar,tento fazer ele feliz,mas ultimamente ele me evita.ligo pra ele me buscar nos lugares,faço ele participar de munha vida,diz q nao confia em mulher nenhuma,faz testes comigo pra saber se o traio,nao sou santa claro,todos temos fraquezas,mas sai falando pra todos que os filhos nao sao dele (antes de nascer)eu passei a me comportar mal,pesso ajuda,sou de mg.

Anônimo disse...

olá boa tarde a todos!
Eu tenho um marido assim,e sofro demais já não sei mais o que fazer e não to tendo mais forças pra enfrentar!
me ajudem! bruna

Anônimo disse...

Meu Deus...tenho procurado explicações para tudo que me aconteceu durante 8 anos de relacionamento e enfim encontrei. Há 3 meses estou separada de alguém assim e no dia de Natal, por causa de uma ligação, que ele me fez para desejar feliz natal, passei por humilhações,ofensas, palavroes dele e da atual que pegou o celular dele. Pela primeira vez, durante muitos anos, escolhi me amar e mostrar quem eu era de verdade antes de conhecê-lo. Recuperem sua autoestima, pois hoje me olho no espelho e vejo alguém que não se reconhece mais. Reconheço que meu amor próprio se perdeu nesse relacionamento mas nem tudo está perdido e tenho a chance de fazer um novo recomeço para mim. Não aceitem esse tipo de relações, pois dificilmente alguém assim muda de atitudes e adoecemos junto com eles. Serviu de texperiência para eu me amar mais. Nunca é tarde para frear um misógino. infelizmente eu demorei muito.

Anônimo disse...

oi boa tarde me chamo joelma tenho 27 anos moro em salvador-ba tenho 2 filhos moro com meu marido tem 4anos e meio desde a primeira briga da gente ele me ofendia com palavras eu pensei que era pela raiva do momento mais toda as vezes foi assim ja fui embora mais de dez vezes ele liga pede disculpas e eu feito idiota volto isso nunca acabou ele sempre da um jeito de dizer que a culpa e minha ele estar abrindo uma pizzaria ele me chamou para trabalhar com ele então discultimos ele falou que nao me queria la mais que esse sonho tinha acabado pra me mais eu falei quem me chamou foi vc e outra isso nao e sonho continuamos a se ofenderpar acabar de distruir comigo sofro com a sidrome do panico acho que minha expectativa de vida foi embora tenho 27 anos e nao realizei nada em minha vida sinto tristeza e raiva queria ter uma chance de ir embora pro exterio um lugar bem longe daqui me refazer ser alguem encontrar alguem que me ame verdadeiramente bjs obrigada pela atençao

Anônimo disse...

oi boa tarde me chamo joelma tenho 27 anos moro em salvador-ba tenho 2 filhos moro com meu marido tem 4anos e meio desde a primeira briga da gente ele me ofendia com palavras eu pensei que era pela raiva do momento mais toda as vezes foi assim ja fui embora mais de dez vezes ele liga pede disculpas e eu feito idiota volto isso nunca acabou ele sempre da um jeito de dizer que a culpa e minha ele estar abrindo uma pizzaria ele me chamou para trabalhar com ele então discultimos ele falou que nao me queria la mais que esse sonho tinha acabado pra me mais eu falei quem me chamou foi vc e outra isso nao e sonho continuamos a se ofenderpar acabar de distruir comigo sofro com a sidrome do panico acho que minha expectativa de vida foi embora tenho 27 anos e nao realizei nada em minha vida sinto tristeza e raiva queria ter uma chance de ir embora pro exterio um lugar bem longe daqui me refazer ser alguem encontrar alguem que me ame verdadeiramente bjs obrigada pela atençao

Anônimo disse...

vivi isso por 5 anos e consegui romper o relacionamento. agora estou noutra relação misógina ha 10 anos. vamos buscar terapia. espero que consigamos sair desse beco sem saída, dessa co-dependência mortal... boa sorte a tod@s.
a misoginia ainda é muito pouco conhecida.

Anônimo disse...

Meu Deus! Eu não estou maluca!
Quero agradecer pelo texto. Tem 1 semana que eu o li e causou uma mudança enorme em mim. Sou oprimida diariamente por meu marido "príncipe" há 2 anos. Ninguem me ouve. Ele é tão maravilhoso, que as pessoas acham que eu sou louca. Mas há uma semana eu estou refletindo e tenho argumentos bem concretos: saí do emprego que eu gostava, larguei a religião que praticava há 12 anos e estou sem sexo há 1 ano. Não posso fazer nada pra mim. Mas ele faz tudo pra ele. Ele refaz as histórias, põe palavras na minha boca, muda as versões e se eu revidar, eu sou maluca e ele fica agressivo (parece possuído). Preciso de ajuda!!! O primeiro passo já tomei: o problema não é comigo!

Anônimo disse...

Olá Adriana!
Nunca pensei que este tipo de transtorno tivesse um nome e que fosse tão comum! Quando a gente vive a situação,pensamos que somos as únicas no mundo e até mm. de tão minada que está nossa auto-estima, sentimos que somos culpadas de tudo por amar de modo irracional alguém assim. Me vi lendo seu texto! Namorei e noivei uma pessoa por 7 anos, que me tratava como a única mulher do mundo, com mimos, carinho, amor, elogios. Mas quando por qualquer motivo se sentia contrariado, se tornava um monstro! Ouvi todas as palavras depreciativas,todos os xingamentos que jamais tinha ouvido em toda a minha vida, pois sou uma mulher madura e com filhos crescidos. Após separada, fiquei muito tempo sozinha, até conhecer esse homem, que me levou do céu ao inferno! Além dos xingamentos, já fui humilhada de todas as formas possíveis! Sempre procurei um meio de terminar o relacionamento, pois após as brigas, ele me enviava flores, jantares, presentes,juras de amor eterno! Quando estávamos bem, era amor puro, as nossas brigas sempre por motivos bobos, nunca houve um motivo grave de fato, viravam algo de maneira que não dá pra explicar! Sempre, pra não brigar mais, dizia que ia pra minha casa,aí era o pior! Gritava, berrava, esbravejava, quebrava minhas coisas, já chegou ao cúmulo de rasgar minhas roupas íntimas, segundo ele, pra eu não usar com mais ninguém. Sentia medo, pavor, não retrucava, procurava não confrontá-lo para não ser agredida, até um dia em que fui. Minha família se revoltou. Mas nunca consegui largá-lo de fato. De tanto ouvir humilhações, comecei a me fechar, cada vez mais! E o pior, ele me fazia sentir culpa, de tudo, por ele ficar nervoso, por EU provocar brigas! Críticas? Ouvi inúmeras! Depois de um tempo, ao brigar, o que durava dias de palavreados humilhantes e acusações infundadas, comecei a revidar e a agredí-lo com palavras também, tinha o intuito de fazê-lo sentir na pele o que EU sentia! Nunca funcionou,é claro, pois aí, a desequilbrada era eu! Pois EU o desreipeitava. Até hj. não me sinto bem em ter agido assim, pois não faz parte de minha índole e criação,mas queria fazer ele sentir a humilhação e a tristeza que eu sentia! Até que no final do ano, brigamos e terminei, dizendo à ele que não tínhamos futuro devido a uns fatos que aconteceram. Decidida a retomar minha vida, enquanto estava com raiva dele, pois ele me enviava mensagens pra pedir perdão e ao mesmo tempo me acusar de ter amantes,além de continuar a falar de coisas pra me fazer sentir muito mal, pois até com meus empregos ele implicava,em sua cabeça, sempre tinha vários amantes! Sou uma pessoa discreta, reservada, até, não sou de ter amizades, pois sou um pouco tímida até!Além de ter sido fiel sempre! Então, nunca entendi as acusações, além de revoltar-me. Fiquei firme por uns 3 meses. Após, minha raiva foi passando e, recaída. Foi quando que impulsivamente o procurei. Ele me disse que não me queria mais e que devíamos seguir nossos caminhos, que nossa história chegara ao fim que fui a única mulher que ele amou perdidamente, que fez tudo para darmos certo! Todos irão dizer que sou "burra", sim,sou! Eu não sei de onde vem o sentimento, mas eu continuo amando esse homem, que foi contra tudo o quanto eu pregava e acreditava nunca me submeter, sim, sinto a falta dele e não consigo me desligar tamanho é o sofrimento que sinto.
Às vezes, sinto que não vou suportar ficar sem ele! Ele prega o que sempre preguei: Sem respeito não dá! O que necessito é esquecer esse homem! Tive até pavor do celular tocar e ser uma amiga minha, pois até isso ele implicava!Acabei me afastando de tudo e todos!Deixei de fazer coisas que gostava, por ele! Enfim, até agora não sei como ainda amo essa pessoa!Mas infelizmente, quando vivemos uma situação assim, a gente não sabe como entrou nessa! E muito menos como sair! É o que sempre ouço e digo: nunca diga desta água não beberei!

Anônimo disse...

Parece que estou vendo a minha situacao. Passei por um relacionamento desses por 12 anos, ele ti nh a uma namorada e fui amante dele todo esse tempo. Quando ele fez uma viagem sofri muito pela ausencia e por enfim perceber que so a namorada podia ir velo e as pessoas que nos conheciam me enxergavam como uma vagabunda. Mudei de endereco, cortei qualquer contato com ele e reencontrei um antigo namorado, de quando tinha 15 anos. Para minha tristeza, apos 1 ano e 1 mes, acabei de descobrir nesse blog que estou diante do segundo misogeno da minha vida. Vou procurar um grupo do Mada antes que piore tudo e fique como antes. Vou ter que terminar o namoro pois tudo o que eu nao queria era passar por isso de novo. Vou aprender a me dar valor para nunca mais ninguem faca isso comigo de novo. Agora que sei que a culpa nao e minha, vou lutar por mim mesma, pela minha cura interior, dos estragos que eu deixei que me fizessem. A dor que eu estou sentindo e maior que o medo que sempre tive de ficar so. Acho que vai valer a pena enfrentar essa luta. Boa sorte a todas!! Vamos reconhecer nosso valor minhas amigas! Vamos mostrar a todos que tambem somos seres humanos de valor!!

Anônimo disse...

olá gostaria muito de receber e-mails seus adriana confeço q eu antes de ler estes comentários e este maravilhoso texto tava sofrendo muito pois estou me desligando de uma pessoa com essas caracteristicas. me responda por favor meu e-mail é: cleide.garzon@hotmail.com teve uma pessoa aqui q postou um comentário se endentificou como anonimo. teve até a quarta parte seu comentário. gostaria também q me escrevece. forte abraço atodos. e parabêns por este cantinho maravilhoso.

Anônimo disse...

Eu tambem sofro muito com meu marido,qdo a gente namorava eu o magoei muito e tambem o trai...hj em dia a gente mora junto e sempre que ele pode me humilha,joga na minha cara o que fiz,tem atitudes violentas,da soco e quebra o que tiver na frente,cansei disso tudo,pois meu filho e especial e levo ele a diversos lugares para sua reabilitacao e nao quero quero que ele cresca vendo essas coisas.nao quero ser xingada pro resto da minha vida,quero ser feliz e ver a recuperacao do meu filho e assim poder me estabilizar emocionALmente r arrumar um servico e ser feliz com meu filho daniel que e a melhorcoisa que me ocorreu.espero que a proxima que ele arrumar nao a trAte como me fez comigo.qero sair dessa casa e ser feliiiiiz

Walkíria costa disse...

Estou vivendo exatamente isso. Esse artigo sanou todas as minhas dúvidas do que seria o problema dele. E quanto mais se aproxima a data de voltar a estudar, depois de 33 anos fora da sala de aula (dia 25 desse mês, começo a cursar psicologia), quanto mais perto chega, mais frequentes são os ataques. Tenho mesmo questionado se a errada não sou eu, de tanto que ele me acusa e inferniza. Obrigada Adriana, por dimensionar o que eu tô passando. com suas dicas, e com a ajuda do meu curso, vou tentar dar a volta por cima. Faço isso ou desapareço, me anulo. Abraço!

desesperada disse...

e bem assim q acontece comigo mais ele me bateu muito e eu nao consigo odiar ele pois eu vejo q ele tbm e bom e eu tenho uma filha que ama muito o pai oq posso fazer por favor me ajude

desesperada disse...

e bem assim q acontece comigo mais ele me bateu muito e eu nao consigo odiar ele pois eu vejo q ele tbm e bom e eu tenho uma filha que ama muito o pai oq posso fazer por favor me ajude

Ana disse...

olá, boa noite, gostaria de lhe mandar um email referente a uma história de uma conhecida, se puder entrar em contato comigo, meu email é: ana_amfm@yahoo.com.br
desde já, agradeço

Fátima disse...

Fiquei sem palavras quando li seu texto. Tem tudo ha ver com o meu relacionamento, e por conhecer a historia dos pais dele, sobre a mãe possessiva e o pai mais maleável, agora entendo o por quê dele ser assim comigo.
Muitíssimo obrigada pelo seu esclarecimento e conselho. irei buscar ajuda, pois isso já se arrasta ha tres anos e eu acho q só estou adquirindo doenças por conta dessa opressão.
Mais uma vez; obrigada e parabéns!!!

Lina Ribeiro disse...

Boa tarde
agradeço o favor de me informar se tem facebook e se este artigo esta la mencionado e se posso partilhar.
obrigado e parabens

Lina Ribeiro disse...

Boa tarde
agradeço o favor de me informar se tem facebook e se este artigo esta la mencionado e se posso partilhar.
obrigado e parabens

Anônimo disse...

muito boa parabens bato paumas para vc!!!1obg pela a ajuda

Anônimo disse...

É, esse é meu marido. Me diz que me ama e logo explode com coisas mínimas, daí pisa em mim, me diz que tenho q procurar um psiquiatra e tomar remédios porque estou doente, passo as noites chorando, perco trabalho, engordo, me sinto um lixo, antes de conhece-lo eu tinha 1000 expectativas profissionais, hoje sou um nada, apenas papéis comprovam todo o meu estudo, tudo o que eu podia ser e não fui. no dia seguinte das discussões, estou eu com os olhos inchados de tanto chorar e ele age como se nada tivesse acontecido, ou então diz que eu tenho que pedir desculpas mas que ele sabe que eu estou precisando de ajuda eu não estou bem então ele vai deixar para lá pois ele me ama. hoje disse a ele que estou desistindo. ontem cheguei a pegar uma faca, mas pensei no sofrimento da minha mãe e desisti. somos casados há 6 anos, não temos filhos e acho que devo desistir disto tb, pq ele nao me procura mais. este ano completo 35 anos, meu prazo para ser mãe está se esgotando. eu podia ter escolhido tantas outras pessoas, mas agora estou aqui, gorda, velha, e se eu não puser ter filho, para que viver? hoje quando eu disse a ele a não quero mais, ele me disse para ir descansar porque ele não vai se separar de mim, por me amar. Ele está acostumado a ver o pai dele tratar a mãe como doente e está fazendo o mesmo comigo. Me sinto definhando.

Unknown disse...

Olá, Adriana, estou vivendo exatamente isso. Estou no auge do meu desespero por me sentir culpada por tudo. Minha vida está como escrito no texto: em círculos. Todos os meses o meu marido se transforma de homem maravilhoso, carinhoso e amoroso, em frio, cruel e está me causando um sofrimento que não tenho como nem definir. Gostaria muito de saber como posso ajudá-lo. Amo-o muito mas estou pensando em me separar pois ele disse que a separação é a melhor coisa a se fazer, já que tudo é culpa minha... Obrigada pelo texto e poste mais sobre o assunto. Abraço, NST

Anônimo disse...


Olá,primeiramente parebéns pelo texto. Há exatamente 26 dias conheci uma pessoa que apresentou este tipo de comportamento, no início parecia um homem legal, atencioso, interessado, muito carinhoso, mas bastou eu não atender algumas ligações... para tudo vir a tona. Primeiro as mensagens que me classificavam como a pior das mulheres, depois as alucinações que eu estava tendo casos, por mais que eu tentasse passar segurança pra ele nada adiantava, só piorava, tudo retornava pra mim. O discurso que eu era bonita, inteligente, bem sucedida... também estava sempre presente com agressões. A última cena que me fez afastar foi que ele me xingou em pleno restaurante, gritou e me deixou sozinha. Que horror e sofrimento! Não consigo imaginar que é a mesma pessoa! Obrigada por compartilhar!

Anônimo disse...

é reconfortante saber que ñ sou uma pessoa tao ruim,esse texto fala de minha vida, exatamente como está, e ja cheguei a pensar em suicidio, algunns dias perdi totalmente a vontade de viver, e ta tao dificil,tao pesado,e o que me prende a esse mundo é minha filha, ja q ñ tenho mais ninguem da minha familia que me de apoio, e por morar fora um tempo me distanciei de todos meus amigos, ainda tenho uns bons, mas que tambem ñ sabem como me ajudar, muito obrigada vou procurar este livro para entender melhor e tentar melhorar minha situaçao atual , se ñ for abusar gostaria de receber mais informaçoes meu email é o k.a.u@hotmail.com

Sandra Azenha disse...

Eu vivi esse relacionamento por três anos, nunca vi coisa igual, é deprimente, horroroso, assustador passar por isso, sempre eu era a errada e mais ele mudava toda a situação á favor dele e me chamava de louca, me fazia me sentir culpada, se eu não fosse atrás depois de uma briga ele fivava semanas sem olhar na minha cara, eu que achava que NUNCA iria passar por isso, rsrsrsr, engordei, fiquei mal,me sentindo uma velha, e olha que eu sou muito mais bonita que ele, todo mundo falava isso, vc é linda o que vê nele????? O cara me humilhava tanto que uma vez teve a pachorra de me dizer que primeiro lugar estava a mãe dele depois vinha o pai dele, depois o irmão, a irmã e se sobrasse viria eu, já me chamou de burra, débio mental, safada (sempre fui extremamente fiel), cuspiu no meu rosto, rasgou minhas roupas, ja destruiu meu computador, e o ápice de td foi me ofender na frente do meu filho de 16 anos, ia embora pra casa da mamãe dele ( o apartamento é só meu), depois voltava pedindo ajuda, chorava, implorava perdão e eu aceitava, sei lá sempre tive muita fé em Deus e achei que Ele poderia mudar a pessoa, olha a ingenuidade, quando aceitamos um verme desse de volta, damos a eles poder absoluto e ai a coisa piora, toda vez que ele me ofendia, meu choro era compulsivo, eu já não dominava chorava sem parar, eu entrava no meu quarto, ajoelhava e IMPLORAVA a misericórdia de Deus pedi muito para arrancar do meu coração esse amor e foi assim que consegui, um dia em mais uma briga(e todas brigas bobas) esse ser humano botou tanto defeito em mim que acabei acreditando que não servia pra ele( mas sei que sirvo pra outro) , dei um ponto final, pedi para se retirar da minha casa e foi assim, faz um mês que estou separada desse monstro e estou mais leve, feliz, tenho certeza que vou superar, se ele me procurar vai escutar um lindo NÃO, pois ele mesmo na hora das brigas me falava: não tá contente arruma outro e foi o que eu fui fazer estou em busca da felicidade com alguém que me respeite, sabe meninas eu descobri que a violência emocional é tão ou mais grave que a viloência física, deixa marcas, mágoas profundas, sejamos fortes somos lindas, e merecemos ser felizes.

maria rosa disse...

Estou passando por isto estou sofrendo um bocado...foi muito bom ter encontrado esse tema.

Nilma Pereira disse...

Estou há 2 anos num relacionamento assim e sinceramente não estou mais aguentando...além de tudo descrito, muitas vezes usou de violencia fisica, inclusive qdo eu estava grávida de 8 meses do bb dele!!!! dia 24/03/2013 foi a gota d'agua e ele bebeu tanto e me espancou que pela primeira vez tive coragem de chamar a policia e fazer um B.O.. ele prometeu nunca mais fazer isso, que sou o amor dele, no entanto, sempre me humilha principalmente qdo estamos na rua ele faz questão de falar alto... ele fala coisas e depois diz que nao falou e depois diz que nao lembra.... ontem nos desentendemos pq ele tirou o dia para me provocar, me dar patadas e ate coloca minhas filhas no meio (sao do meu primeiro casamento) e eu fico triste porque apesar de gostar dele sinto que estamos chegando ao fim, pq até hoje aguentei muitas coisas. Hoje ele saiu de casa meio dia e ja são 8h da noite e ainda nao chegou. Ele já quebrou 2 notebooks, celulares ja perdi a conta, jogou quase todas minhas roupas fora num dia em que eu nao estava em casa... o que estou esperando agora? ele chegar provavelmente bêbado e brigarmos...to cansada e preciso sair dessa relação porque aguentei tudo o que deu. Sai do trabalho pra cuidar do nosso bb, e ja tem mais de 1 ano q estou numa vida assim, com poucos momentos bons pra recordar. Me sinto mal, auto-estima zero, velha, feia, infeliz... Agradeço por ter encontrado esse texto...eu já tava achando que era tudo culpa minha mesmo, coisas da minha cabeça. Parabéns pelo trabalho!

Nilma Pereira disse...

Estou nessa vida também....hoje me encontro perdida, sem direção porque já não vejo mais como aguentar um relacionamento assim...tantos erros dele e ele reverte a situação contra mim, sempre ele quer ser o certinho, o mais esperto, o mais inteligente...o tanto que aguentei as humilhações, as agressões fisicas que resultaram num B.O. na vespera do meu aniversário... Tentei muito esquecer tudo e continuar em frente, mas ele não muda...fica uns dias bom e depois começa de novo...To cansada e acho que não há mais nada que eu possa fazer porque meu amor sozinho tá machucado e não quer mais sofrer...

Anônimo disse...

meu nome e daniele estou passando por esse proplema tb hj foi o dia mais triste pra mim onde meu marido falou mtas cisas q me magoaram a mh vontade era de sumir,morrer,sei la ,mas vi q tantas pessoas passam por isso e se levanta eu tb quero ser forte e me lavantar por so quero ser feliz

Anônimo disse...

Nossa intão na verdade sou homem, bem no texto reparei varias situações semlhantes as que levo no meu relacionamento só que no entanto, quem me ofende moralmente muitas vezes e constantemente, dizendo que não sou bom o suficiente, me humilhando pq ganha mais que eu e paga mais contas, falando do tamanho do meu penis, me controlando sexualmente atraves de brigas quando não to interessado ou estou dando atenção a outro assunto entre mtas outras coisas é minha companheira. Ela fica muito nervosa com muita facilidade grita comigo e me maltrata me desqualifica achando que sempre estou contra ela ou que não respeito seus pontos de vista, a muito tempo já. Creio que estou adquirindo tais caracteristicas ... de ser cruel nas falas .. falando coisas para atingi-la. E sempre que a discussão se aprofunda eu me torno violento quebro as coisas na casa... esta tudo muito ruim. Sei que sou ruim, no geral nas minha vida sempre que as discussões chegam num patamar que esta me magoando vou embora do lugar, para evitar minha furia, vivendo com ela, tento isso, mas ela impede minha "fuga" ou vai atras de mim pra continuar me ofendendo, e quando peço para parar a discussão ela continua. Sou horrivel eu sei e talvez escrevendo isso me encaixe no perfil do misogino, mas me parece que ela tem um profundo odio de mim quanto homem, como se eu estivesse sempre contra ela, na verdade de outras mulheres tambem, é muito ciumenta .... nao sei o que fazer acabo de me mudar pra casa dela e estamos a um mes tendo brigas homericas a cada 3 dias.... poderia me escrever e me dar uma dica? Estou muito angustiado com minha postura e com meu relacionamento, sei que sempre fui mto furioso,mas nunca me senti tão oprimido!

Anônimo disse...

Boa tarde ...
nossa esse texto reflete bem minha historia namoro 5 anos,quando estamos bem é muito amor e carinho..mas assim que faço algo que ele nao gosta ou até mesmo quando sente ciume de mim..nossa me maltrata finge que nao me conhece,parece que ele nunca namoro comigo e olha que Faz plano de casamento, casa e tudo comigo..Isso me deixa triste...amo muito ele..queria fazer algo para ele mudar...O que fazer Dra,Obrigada....

Anônimo disse...

Boa tarde ...
nossa esse texto reflete bem minha historia namoro 5 anos,quando estamos bem é muito amor e carinho..mas assim que faço algo que ele nao gosta ou até mesmo quando sente ciume de mim..nossa me maltrata finge que nao me conhece,parece que ele nunca namoro comigo e olha que Faz plano de casamento, casa e tudo comigo..Isso me deixa triste...amo muito ele..queria fazer algo para ele mudar...O que fazer Dra,Obrigada....

Sapatos de Fivela disse...

Meu Deus... vim parar a este blog por mero acaso e fiquei chocada: eu estou a passar por uma situação similar... Estou casada ha 12 anos e a minha vida tem sido um inferno. Mas ainda estou atônita, porque não consigo entender: será que estou mesmo envolvida com um misógino? Identifico-me com quase todas as situações em que me culpa por tudo, que se torna violento se a conversa não é do agrado dele, inclusive até chama nomes as minhas filhas de 8 e 9 anos (estúpida e parva)... só não entendo: ele diz que vem de uma família (filho único) onde nunca houve discussões... o pai é uma pessoa super passiva e a mãe também, embora sarcástica... não entendo de onde vem o ódio dele às mulheres... ele próprio diz que a única pessoa compatível com ele é a mãe... eu sou, desde sempre, a culpada por a mãe ficar doente se há discussões entre nós... enfim... neste momento também estou um lixo psicológico. Estou muito cansada de viver assim, e para partir para um divórcio, sei que ele me vai fazer a vida negra. Não sei por onde começar... Onde é que posso procurar ajuda em Portugal?
Obrigada
Mónica

Anônimo disse...

É incrivél como antes de lê algo assim ,vc pensa que só acontece c/ vc.Meu marido faz tudo isso comigo.O fende ,critica e me trai muito.Ele é tão convicto nas suas declarações q eu fico confusa.
As vezes ia p/ o quarto e rezando perguntava p/ deus se eu era daquele jeito mesmo.Mas pesquisando aqui e ali, estou começando a enchergar .Hj vejo que de maneira inconsciente e por ter uma auto -estima muito baixa fui permitindo.Ele é um doente ,mais eu tbm sou.

Anônimo disse...

Olá!
Eu tive uma relação de pouco mais de 3 meses com um homem misógino. O dito senhor começou a manifestar a sua demência logo no início, mas ainda esperei para ver, pois nunca tinha lidado com tal tipo de homem. Confesso que fiquei confusa, mas depressa vi que estava a lidar com um doente mental. Sou uma mulher emocionalmente independente e, por isso, deixei-o.

Anônimo disse...

A minha situação ta horrível tenho passado um inferno.A três anos descobri que meu marido me traia ,nesse ano estava grávida do meu segundo filho quando o confrontei e ele negou tudo só por o ter confrontado ele apertou o meu pescoço de tal maneira que quase perdi os sentidos e com o meu bebe na barriga.Quando eu lhe disse "o que eu te fiz"ele parou. Pedi_lhe o divórcio mas ele começou a me tratar bem e pediu perdão e eu perdoei .O meu filho nasceu e após três meses engravidei outra vez do meu terceiro filho.Quando encontrei mensagens dele para a amante e mais uma vez o confrontei e ele diante dos factos negou tudo,disse que eu era louca e começou mais uma vez,apertou o meu pescoço de tal maneira que fiquei sem ar com o meu bebe na barrriga .A três anos que lhe peço o divórcio mas ele não da e até puxa de faca junto do meu pescoço a ameaçar que me mata enfrente dos nossos filhos.Diz que eu sou doida e até jura pela morte dos filhos que nunca me traiu e que se não for dele não serei de mais ninguém.Ganhei coragem e chamei a polícia mas desde esse dia ten sido bem pior as agressões estão cada vez mais violentas e agora ameaça matar a mim e aos nossos filhos e depois mata se a ele.Mas eu não sei o que fazer.Por favor me dêem uma luz

Anônimo disse...

Muito interessate tive um namoro muito difícil,no início me tratava bem , me ligava, entrava no msn todos os dias me elogiava falava que eu era linda. Me pediu em namoro depois de 1 mês começou mostrar as unhas,quasetodo dia era briga, me ofendia, começava me botar pra baixo criticava meu jeito, minha idade, fazia me sentir um lixo, as coisas foram piorando até que ele começou gritar comigo, bater telefone na minha cara e uma vez pegou no meu braço foi daí que comecei acordar e pensar cade aquela pessoa que falava que me amava e que eu era perfeita? Quem ama não faz isso cuida do outro com respeito e carinho, sofri muito muito mesmo pelo amor que eu tinha por ele e ele não dava valor terminou comigo 18 vezes em 8 meses de namoro enquanto eu 2 vezes até que comecei ficar muito nervosa irritada, revidava as coisas daí ele começou falar mal da minha mãe aí não pensei 2 vezes terminei sem menor arrependimento. Eu ficava me perguntando enquanto tava com ele que estava acontecendo porque ele tinha mudado tanto, na verdade depois entendi que ele nunca foi sincero, carinhoso, nem gentil apenas ele interpretou um personagem e que na verdade ele era um homem estúpido, totalmente ignorante que não tem menor respeito nem por si mesmo. E melhor ainda foi que eu pensava que aquilo que eu sentia era amor mas na verdade era uma paixão sem futuro e ainda bem que não prossegui, graças à Deus esqueci em pouco tempo e nem sinto falta sinto um alivio , hoje estou tranquila, feliz e amando um homem lindo, carinhoso que sabe me tratar como mulher.

Anônimo disse...

eu tmbm meu namorado era dess tipo me tratava bem no comeco mais agora ele mudou derrepente me trata mal fala um mote de besteira e agora n sei oq fazer?

Vania Maziero disse...

Poxa... Eu namoro um rapaz há quase um ano que tem toda essa postura de um misogino... Nunca consegui entender a postura grosseira dele comigo, uma vez que faço de tudo pra fazê-lo feliz. Eu mudei toda minha forma de vestir e abri mão de muita coisa pra tentar deixá-lo mais seguro. Contudo noto que ele nunca se satisfaz. Sempre exige um pouco mais... Mais eu soh faço aquilo que vejo realmentebser preciso e que nao me prejudique. Sou uma mulher independente e cresci sem a imagem de um pai, sem um homem me cobrando do que deve ser feito ou nao... De repente me deparo em uma situacao completamente controladora, em que eu jamais em hipotese alguma posso "exigir" algo em troca tbm. Tudo que eu falo a ele, soa como uma ofensa das mais avassaladoras, quando nao maioria dad vezes o que mais peço eh um pouquinho mais de atençao... Toda vez que discutimos (quase sempre), ele vai pra uma bar onde fica quase a semana inteira por la, e nunca me conformo com o fato de ele nao fazer nunca questao de se resolver comigo, diz que soh o perturbo, soh sei cobrar, e assim ele passa semanas sem se quer me ligar, faz tudo o que tem vontade e qdo bate a saudade me procura como se nada tivesse acontecido. Sempre impus minhas regras de como deveria ser pra que ficassemos bem de uma vez, mais ele melhora no começo e depois torna a repetir os mesmos erros. Sempre diz que o fato de ele fazer as coisas que faz e certas atitudes que tem eh por culpa minha, diz que nao sei conversar sendi que o unico que fala comigo ais berros eh ele. Nao sei mais o que faco... Toda atitude que tenho que o beneficio, ele nunca agradece, age como se aquilo fosse uma obrigacao minha... Ele realmente teve uma infancia complicada com relacao aos pais, depois teve um padrasto que o maltratava muito, e mesmo hoje com 34 anos de idade, se fali deste homem ele treme de tanto odio.... Nao sei sinceramente o que faco pois pelo que notei ele faz isso inconsciente... Queria muito poder ajudar ele, mais ja estou saturada de bater tanto na mesma tecla... Nao aguento mais uma grosseria dele, mais o amo demais, amo em especial o filho dele que a mae abandonou quando o menino tinha apenas tres aninhos, e em seguida ele perdeu sua mae tendo assim que seguir na epoca sem ninguem... Hoje o menino tem 14 anos, e da mesma forma que ele me cobra certas coisas, ele o faz pior com seu filho.... Eu sinto que eh uma missao que Deus me deu, principalmente com o pequeno, mais nao consigo mais... E desistir agora que eu sei que ele pode ser um misogino, me sinto covarde...mais o que faco quando todas as minhas possibilidades foram esgotadas???? Desculpem o desabafo.......e parabens pela materia.....;)

Anônimo disse...

Uma pessoa que faz uso continuo da maconha, (no mínimo 3 a 5 x ao dia) pode exacerbar mais ainda os sintomas desse distúrbio

RITA MARIA disse...

Nossa!!! que maraviiiiilha de texto, parabéns!! há 18 anos venho tentando entender o que acontece com meu marido. Conheci ele numa igreja, ele cursava filosofia e ia ser padre, tinhamos muita coisa em comum e nos apaixonamos perdidamente ao ponto da gente conseguir saber onde o outro estava sem marcar o local do encontro , fomos amigos por 1 ano e namoramos 3 meses e eu casei com ele. Sofri demais mas o amor era muito grande,ele desvalorizava meu trabalho,minha família, me chamava de desiquilibrada,de burra e de outros adjetivos indigestos. Perante à família se mostrava um santo, afinal de contas era assim que todos o viam. qualquer problema na família a culpa era minha. Com o tempo percebi que ele não podia viver sem mim e se odiava por isso, a gente brigava demais e pelos motivos mais banais. Até que comecei a conversar com ele quando a maré estava calma. Falava: a gente tem que resgatar o amor e o respeito um pelo outro ou não vai dar para continuar,nós estamos nos maltratando e qualquer motivo está virando uma guerra,eu não estou mais te suportando e nem você a mim. Numa das brigas eu disse - Eu não sou seu bode expiatório!! você está me culpando de tudo o que acontece com você, procure um tratamento!! não sei porque ele se calou, mas ainda a vida da gente continua numa gangorra,só que com pouquíssimas brigas, da última vez que aprontei com ele, ele estava num mal humor desgraçado, resmungava de tudo.Era carnaval, deixei a casa bem suja, a geladeira vazia, contas p pagar,compras p fazer, cachorro p cuidar e + minha filha com o namorado para ele aturar e falei: - Preciso ir para casa da minha irmã passar uns dias (ela mora em outro estado). Ele disse: -Vai!! melhor p mim, estou precisando ficar sozinho, vai p ver se vc se acalma!! Fiquei 18 dias e durante esse tempo liguei p ele dizendo que a cidade era maravilhosa e que eu tinha arrumado até um emprego, quando eu voltei ele estava um santo e ainda está, só quero ver até quando. As portas da casa estão abertas se ele não quiser ser feliz dentro dela é só sair e procurar a felicidade em outro lugar, eu estou muito bem comigo mesma e espero continuar assim até o fim da minha vida!!!

Anônimo disse...

Boa noite Adriana!! Eu namorei um rapaz durante dois meses. No começo era tudo maravilhoso, mas de uma semana pra cá tudo mudou, um dia do nada ele me falou coisas absurdas e a seguir me pediu perdão e eu voltei com ele. E desde então ele começou a me ofender, a me dizer coisas horríveis, até a dizer que eu estava dando em cima de homens na frente dele, o que não é verdade. Terminamos ontem e hoje ao conversar com um amigo ele me falou dessa doença, que desde então eu nunca tinha ouvido falar, li esse maravilhoso texto e tem várias coisas que realmente faz com o que eu penso que o meu ex tem misógino. Eu o amo e estou sofrendo muito, por favor me ajude. Obrigada!! Beijos

Claudia disse...

Acabei de encontrar respostas, através do teu texto e de alguns comentários, para começar a entender o que se passa com o meu marido. Agora a pouco depois de mais uma das crises dele ,resolvi pesquisar na net alguma coisa que assemelhasse ao comportamento dele. Estou casada a oito anos, estou ficando desesperada, só que finjo que nao aconteceu nada também, porque depois ele amanhece normal e quando percebe que fiquei triste ele pede desculpas e me compra presentes. Nao suportarei mais isso. Que tratamento devo procurar para mim. Porque ele e intocável e eu sou a maluca...

Claudia disse...

Acabei de encontrar respostas, através do teu texto e de alguns comentários, para começar a entender o que se passa com o meu marido. Agora a pouco depois de mais uma das crises dele ,resolvi pesquisar na net alguma coisa que assemelhasse ao comportamento dele. Estou casada a oito anos, estou ficando desesperada, só que finjo que nao aconteceu nada também, porque depois ele amanhece normal e quando percebe que fiquei triste ele pede desculpas e me compra presentes. Nao suportarei mais isso. Que tratamento devo procurar para mim. Porque ele e intocável e eu sou a maluca...

Anônimo disse...

agradeço a possibilidade de entender acerca do comportamento humano, de fato não é fácil conviver com tal distúrbio, e fico feliz em saber que a mulher não é tão vilã assim, então por que vc paralisa, sabe o que fazer mas não tem coragem, como faço para agendar uma consulta, me ajude já cheguei a pensar que se eu não existisse tudo seria melhor

sandra lucia disse...

Devemos falar para um homem que ele é misógino???
Parabéns pelo texto e um forte abraço.

Anônimo disse...

O interessante é que eu sempre me sinto atraída por homens problemáticos, agora entendi que a problemática sou eu.

Anônimo disse...

Nossa, muito bom o texto. com ctza meu marido tem isso, o fato é que ele faz isso com a mãe tbém, somente pelo da mãe ter feito algo diferente do jeito que ele queria. Só que estou cansada de ter pena dele pelo fato dele ter sofrido na infância,a mãe o entregou pro pai bebado, com 10 anos pois não tinha mais condições psicologicas de cria-lo, hoje ele é transtornado, porém uma pessoa que faz tbém algumas coisas boas! temos uma filha e tenho muito medo da relação que ele possa criar com ela. Tbm estou à me separar, pois de fato está insuportável e sinto que já estou imensamente abalada psicologicamente.

Anônimo disse...

Eu namorei um sujeito que me batia quando solteiro, mesmo assim me casei. Fiquei casada mais de três anos e apanhei dele todos os dias. Na viagem de lua de mel eu apanhava. Ele também dizia que me amava, mas sempre que me batia eu sentia ódio nas palavras dele. Ele não me deixava sair de casa,minha vida era trabalhar muito e apanhar. Não me lembro de ter ficado um dia sem apanhar. hoje estou livre desse pesadelo, mas confesso que foram os piores anos da minha vida.

silvia helena disse...

Olá!
Muitíssimo interesante.
Queria poder conversar mais sobre isso com você, mas no momento gostaria de perguntar:
Misoginia está de alguma forma "ligada" a "transtorno de personalidade paranóide"? Certos sintomas se confundem tanto...
Eu pelo menos, como leiga, tive essa percepção...
Espero seu parecer, se possível.
Obrigada

alice uomuto disse...

Quero muito poder estar conectada consigo como faço?

alice uomuto disse...

Quero muito poder estar conectada consigo como faço?

Anônimo disse...

Muito bom!! Parabéns!!

Anônimo disse...

Excelente artigo Adriana, PARABÉNS!

Gostaria, se possível, saber quais as diferenças mais fortes entre um misógino e uma pessoa que tem transtorno de personalidade paranóide.

Obrigada e abraços.

Claudia

Anônimo disse...

Vivo com um homem assim a 22 anos, acabou comigo me maltrata e diz que sou culpada por tudo, me bate e todas as pessoas que o conhecem acham que ele é incrível. Não tenho mais auto estima, minha vida é só chorar, ele muda de comportamento de uma hora pra outra
inesperadamente. Não aguento mais essa situação, penso o tempo todo em me matar, só consigo ver essa solução. Por favor me ajude ... não consigo sair dessa relação doentia.

Célia Leite disse...

Gostei muito do tema apresentado, acontece na maioria dos relacionamentos. Os homens dão sinal da sua personalidade e alterações comportamentais desde o início do namoro; as mulheres com seu instinto maternal pensam que poderá ajudá-los e até curá-los. Pura ilusão.

Célia Leite disse...

Gostei muito do tema apresentado, é uma realidade na maioria dos relacionamentos. Os homens dão sinal da sua personalidade e alterações comportamentais desde o início do namoro; as mulheres com seu instinto maternal pensam que poderá ajudá-los e até curá-los. Pura ilusão.

Anônimo disse...

Muito interessante esse assunto... como a criação lá na infância influencia na vida adulta de um ser humano e depois, sobra pras os maridos e no caso acima, pras esposas.
Ellen Brito

Anônimo disse...

você descreveu o meu namorado ele ta estranho e agressivo.colocou na cabeça que eu traí ele.mais eu sempre demonstrei o meu amor.agora ele mim humilha e mim bate.não tenho coragem de contar pra ninguém.sofro muito eu amo ele e estou namorando tem7 anos.

Soy loca por ti Anahí disse...

Bom,eu me chamo Ariane e tenho 20 anos e o meu marido 30,lendo o texto eu vi que ele se encaixa em tudo que está descrito,eu já desconfiava que havia algo de errado com ele pq uma pessoa normal não trata quem ela ama com humilhaçao e pisando em cima dela...Mais eu já tomei uma decisão irei me separar enquanto estou nova e posso recomeçar com alguém que me mereça e respeite!!!

Soy loca por ti Anahí disse...

Bom,eu me chamo Ariane e tenho 20 anos e o meu marido 30,lendo o texto eu vi que ele se encaixa em tudo que está descrito,eu já desconfiava que havia algo de errado com ele pq uma pessoa normal não trata quem ela ama com humilhaçao e pisando em cima dela...Mais eu já tomei uma decisão irei me separar enquanto estou nova e posso recomeçar com alguém que me mereça e respeite!!!

Soy loca por ti Anahí disse...

Bom,eu me chamo Ariane e tenho 20 anos e o meu marido 30,lendo o texto eu vi que ele se encaixa em tudo que está descrito,eu já desconfiava que havia algo de errado com ele pq uma pessoa normal não trata quem ela ama com humilhaçao e pisando em cima dela...Mais eu já tomei uma decisão irei me separar enquanto estou nova e posso recomeçar com alguém que me mereça e respeite!!!

Anônimo disse...

Esse texto me ajudou bastante.... Muito interessante. Um abraço

Anônimo disse...

ola gostaria que me chamasse de peixinhadalagoa ,estou vivendo isso com meu marido ,ele diz coisas horrivel so pra mim senti culpada .e depois que estou quase no chao ele diz que sou culpada bjs obrigada

Anônimo disse...

Eu conheci um principe, homem que me tratava como uma princesa,porém aos poucos percebi ue toda vez que estamos bem, ele faz algum comentario de comparação com outras mulheres e fica elogiando outras mulheres ou dizendo ue tem alguma mulher dando encima dele , na intimidade usa palavras agressivas e depois fala ue me ama . Comenta sobre mulheres maravilhosas da tv ,e ocila entre um principe e um sapo ,me deixando confusa . Não tem agressões fisicas,mas psicologicas.ue me parece ser até pior.

Anônimo disse...

Tb conheço isso de perto. E sofro muito. Há muitos anos, mais de 10. Eu tenho um questionamento a lhe fazer: Existe relação entre homens misóginos e mulheres que possuem o transtorno de personalidade borderline - TPB? 'Homens misóginos' poderiam ser 'homens que amam de menos', e 'mulheres borderlines' poderiam ser 'mulheres que amam demais'?
Poderíamos ver dessa forma? Acho que vivo uma relação dessa. entretanto eu estou me reconhecendo como passível do TPB, entretanto, ele não se reconhece como misógino. Eu tomei muito cuidado, pois não queria repetir com ele, erros que havia cometido no passado, como me auto-mutilar e me agredí-lo tb. Na verdade me empenhei muito em construir uma relação, mas ele, a partir do quarto mês, mudou da água pro vinho e iniciou um processo gradativo, crescente e cada vez mais frequente de maus tratos em relação a mim. Me maltratou muito tempo, antes de chegar na agressão física e a partir daí entramos numa guerra muito triste e feia. Eu me sentia no mínimo responsável em tentar harmonizar relação, casa, trabalho, finanças, enfim.... Armadilha! Eu não conhecia e não compreendia meu TPB e a misoginia dele. Fiz tudo que não podia ter feito e agora estou no fundo do poço. Dra. Adriana, vou ligar pra vc, pois preciso urgente de saber se tem alguma forma de tratamento para nós 2 aqui em minha cidade. Seu texto foi um dos melhores que li até agora. Parabéns. Muito me esclareceu. Boa sorte a tod@s.

Anônimo disse...

Tb conheço isso de perto. E sofro muito. Há muitos anos, mais de 10. Eu tenho um questionamento a lhe fazer: Existe relação entre homens misóginos e mulheres que possuem o transtorno de personalidade borderline - TPB? 'Homens misóginos' poderiam ser 'homens que amam de menos', e 'mulheres borderlines' poderiam ser 'mulheres que amam demais'?
Poderíamos ver dessa forma? Acho que vivo uma relação dessa. Porém eu estou me reconhecendo como passível do TPB, entretanto, ele não se reconhece como misógino. Eu tomei muito cuidado, pois não queria repetir com ele, erros que havia cometido no passado, como me auto-mutilar e agredí-lo tb. Na verdade me empenhei muito em construir uma relação, mas ele, a partir do quarto mês, mudou da água pro vinho e iniciou um processo gradativo, crescente e cada vez mais frequente de maus tratos em relação a mim. Me maltratou muito tempo, antes de chegar na agressão física e a partir daí entramos numa guerra muito triste e feia. Eu me sentia no mínimo responsável em tentar harmonizar relação, casa, trabalho, finanças, enfim.... Armadilha! Eu não conhecia e não compreendia meu TPB e a misoginia dele. Fiz tudo que não podia ter feito e agora estou no fundo do poço. Dra. Adriana, vou ligar pra vc, pois preciso urgente de saber se tem alguma forma de tratamento para nós 2 aqui em minha cidade. Seu texto foi um dos melhores que li até agora. Parabéns. Muito me esclareceu. Boa sorte a tod@s.

Anônimo disse...

olá, sou homem e me identifico com uma mulher que me trata assim. é muito estranho... achei que fosse problema de relacionamento mesmo.

Luiza disse...

Olá, depois que li o seu blog eu percebi que eu namoro um misógino! De uns tempos para cá eu comecei a perceber que tinha algo muito errado no comportamento dele e sempre achei que ele fosse meio "conturbado". Namoramos há 2 anos e no começo era tudo lindo e maravilhoso, mas depois começou os insultos e as agressões verbais. Eu tenho que fazer tudo o que ele quer, não posso expressar minha opinião ou dizer algo contrário do dele porque ele já me xinga e fala que eu estou dando desculpas e mentindo para ele, além de tudo isso eu não posso ver meus amigos e quando converso por sms com alguma amiga ele já não gosta. Nesses dois anos eu nunca me encontrei sozinha com as minhas amigas porque ele não gosta e acha "errado". Sempre tive muito medo de perde-lo e por isso não me impunha muito, mas depois de ler o seu blog os meus olhos abriram e eu vi que a vida é curta para viver dessa maneira. Decidi que vou me impor mais e aumentar a minha auto estima e se ele não gostar eu vou achar outro que goste.
E a proposito, quando você cita que as mulheres ficam infantis, isso também aconteceu comigo porque atraves de toda essa atitude ele me fez agir dessa forma e eu inconsequentemente agi.

Muito obrigada pelo texto, isso me fez abrir os olhos.

Anônimo disse...

Meu Deus meu maridoé misógino!, sofro muito com ele!!!

aline disse...

meu marido me humilha sempre com palavras e principalmentge na frente de outras pessoas. parece que ele gosta de me ver chorar. ele esta me traindo e disse que a culpa é minha pois nao entende elel e eu o pertubo muito.sera que isso é motivo?tambem fico nervosa mas nunca o trai ou o humilhei. ele sai sempre e se reclamo paredce que o mundo vai acabar, mas quando eu tento sair, ate pra ir na igreja, ele parece que ta possuido e muda de um jeito . começa a quebrar tudo e me ameaça sempre. eu nao tenho familia, e nao tenho pra on de ir. ele se aproveita disso e me machuca muito. nao sei o que fazer. ja pensei em dar um tiro na cabeça e me livrar de tudo.

aline disse...

meu marido me humilha sempre com palavras e principalmentge na frente de outras pessoas. parece que ele gosta de me ver chorar. ele esta me traindo e disse que a culpa é minha pois nao entende elel e eu o pertubo muito.sera que isso é motivo?tambem fico nervosa mas nunca o trai ou o humilhei. ele sai sempre e se reclamo paredce que o mundo vai acabar, mas quando eu tento sair, ate pra ir na igreja, ele parece que ta possuido e muda de um jeito . começa a quebrar tudo e me ameaça sempre. eu nao tenho familia, e nao tenho pra on de ir. ele se aproveita disso e me machuca muito. nao sei o que fazer. ja pensei em dar um tiro na cabeça e me livrar de tudo.

Anônimo disse...

chamo-me madalena sou casada a 20 anos e vivo num verdadeiro inferno ja nao poço aguentar mais o meu marido e mais velho 14 anos e esta sempre a me acuzar de ter amantes eu nunca na vida o trai mas ele esta sempre a inventar quando saio para fazer alguma compra esta sempre a contar os minutos que demoro vou visitar a minha mae que esta num lar e o maximo que poço demorar sao 15minutos ao chegar ja diz foste ter com o outro contrala e remexe o meu saco e violento comigo e ate com a nossa filha pois ela tem 15anos e nao gosta de ouvir o que o pai esta sempre a fazer eu quero me divorciar mal ele ameaça me nao sei o que fazer embora goste dele mas tambem gosto muito de mim e dos meus filhos as vezes digo lhe que precisa de consultar um medico e faz se sempre de vitima eu so digo isso porque gosto de ti prometo nao dizer mais isso mas passado 2 dias esta outra vez na mesma.queria saber qual era a doença que ele sofre?

Anônimo disse...

Meu Deus, eu que pensava estar louca, acabo de ler tudo isso e descubro que vivo a um ano e meio com um homem assim.... eu sempre digo que se ele não fosse assim, seria o homem perfeito. Ha dias que ele está maravilhoso, quando o conheci, ele era maravilhoso.... me diz: te amo com loucura e passado dois dias diz que nao aguenta ver minha cara. Isso assim sempre..... te amo.... te odeio... me perdoa... já não te aguento.... pensei até que tinha a ver com seu signo, ele é leão e eu sou gêmeos. Como pode alguem fazer-te feliz hoje, fazer-te sorrir e gargalhar como uma loca e no dia seguinte tratar-te como um lixo? Brigamos muito e quando lhe xingo ele me diz: se sou tão mau assim porque você não vai embora? Porque você insiste comigo? No dia seguinte ele diz: Esquece tudo o que eu falei, eu não vivo sem você!!!!!!!!! E isso é só um pequeno pedaço da minha historis com ele.

Anônimo disse...

É ..OS HOMENS SE RELACIONAM, AMAM, CUIDAM E DO NADA.."DO NADA" SE TORNAM TUDO O QUE A SR. RELATOU.
ELES SÃO HIPÓCRITAS E FAZEM ISSO PORQUE ODEIAM AS MULHERES COMO FEZ QUESTÃO DE RATIFICAR. PELO MENOS, A SR. TEVE BOM SENSO COM A CLASSE E NÃO DISSE QUE ELES SÃO HIPÓCRITAS,,,MACHISTAS..OU COISAS DO TIPO... PREFERIU O TERMO "PRATICAM ISSO DE MANEIRA INCONSCIENTE". MUITAS "CLIENTES" SE IDENTIFICARAM E SE IDENTIFICARÃO COM ESSE MATERIAL E, COM CERTEZA, IRÃO PROCURÁ-LA EM SEU CONSULTÓRIO.
INTERESSANTE O SEU TEXTO, .
AS MULHERES ATUALMENTE, NÃO SÃO, EM SUA MAIORIA, AQUELAS DONAS DE CASA TRADICIONAIS. ATRAVÉS DE MOVIMENTOS, MÍDIA, INDEPENDÊNCIA, NECESSIDADE DE ACEITAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL E DIVERSOS OUTROS SEGMENTOS, HÁ UM ENTENDIMENTO DE QUE A MULHER INTELIGENTE TEM QUE SER INDEPENDENTE, MODERNA E NÃO DEVE SER SUBMISSA(EXISTE UMA PREOCUPAÇÃO EM RELAÇÃO A ESTE).
CONCLUSÃO; ELAS FORAM À LUTA, SE MOLDARAM(USAM BLAZER E SALTO QUE PASSA FIRMEZA E SERIEDADE..AS REVISTAM ENSINAM)..CONSEGUIRAM SEU ESPAÇO NO MERCADO (ESSA FRASE É LINDA E ELAS), PILOTAM CAÇAS, SÃO ATÉ PRESIDENTES OU PRESIDENTAS...
ELA É MULHER E ELA ESCOLHE COMO SOA MELHOR....
E JUNTAMENTE A ISSO, UMA DISPUTA COMEÇOU A SE DESENVOLVER EM DIVERSOS CAMPOS APEQUENANDO OS HOMENS.SURGINDO CRITICAS PROFISSIONAIS E COMPORTAMENTAIS..
CENTENAS DE REVISTAS ESCREVEM MATÉRIAS E ENRIQUECEM COM ISSO... MULHERES SÃO MAIS OBSERVADORAS QUE OS HOMENS,,MULHERES LIDERAM ASSIM E O HOMEM ASSADO..MULHERES TEM MAIS ISSO E AQUILO A MAIS QUE OS HOMENS....ENFIM..
.A MULHER DE ATUAL ..TEM QUE USAR UMA CAPA E SAIR VOANDO...
MAS AÍ...AÍ! NA HORA DE ESCOLHER UM COMPANHEIRO, EXISTE AQUELA RELAÇÃO DE PRÉ-REQUISITOS PRA SEREM PREENCHIDOS...ELE É BONITO NÃO É, MINHA FAMÍLIA GOSTA, MINHAS AMIGAS VÃO APROVÁ-LO,(DETALHE IMPORTANTÍSSIMO A SR. PODERIA INCLUSIVE ESCREVER SOBRE ISSO, JÁ TENHO ATÉ TÍTULO SUGESTÃO..MULHERES QUE VIVEM BASEADAS EM FUNÇÃO DA OPINIÃO DAS AMIGAS..)ELE TEM UM TRABALHO ESTÁVEL..ELE É FORMADO EM QUE? PODE ME AJUDAR?...O QUE EU GANHAREI SE EU PROCESSÁ-LO AO ME SEPARAR..? E DIVERSOS OUTROS QUESTIONAMENTOS..
CADÊ A DOÇURA? CADÊ O SEXO FRÁGIL...? CADÊ O “OI MEU AMOR QUE BOM QUE VOCÊ CHAEGOU?” ONDE ESTÃO OS DETALHES QUE FAZIAM DA MULHER A MULHER...ONDE ESTÃO...? EU DIGO: FORAM EXTERMINADOS....
O QUE VEMOS; UM MONTE DE TRINTONAS AÍ.. QUASE QUARENTA..SOLTEIRAS..NO DESESPERO DE TER UM FILHO..OU DE ARRUMAREM CASAMENTO...PORQUE JULGAM MUITO...ESCOLHEM MUITO E ACABAM SEM NADA..NENHUM HOMEM É BOM O SUFICIENTE..PARA ESTAREM AO SEU LADO..QUANDO NO FUNDO MATAM CACHORRO A NA VERDADE A MULHER ESTÁ REFÉM DESSE MUNDO QUE FOI CRIADO DA INDEPENDÊNCIA E TAL......E PRECISAM DE BEM POUCO PARA SEREM FELIZES..
O PROBLEMA SE DÁ QUANDO ESSA MULHER..(A MULHER MARAVILHA DAS REVISTAS)COMEÇA A NÃO SER "SUBMISSA" A SEU PARCEIRO DENTRO DE CASA. ENTÃO O INFERNO ESTÁ ARMADO..
SUGIRO A SR. QUE EM VEZ DE RELATAR A "MANEIRA COMO OS COMPANHEIROS DAS SUAS CLIENTES AGEM" DEVERIA FOCAR NO PORQUÊ QUE ELES MUDAM DE COMPORTAMENTO COM ELAS DURANTE O PROCESSO, COM CERTEZA A SR. IRIA BRIR QUE O TAL PROCEDER DE MANEIRA INCONSCIENTE, NÃO É ÓDIO E NEM É TÃO INCONSCIENTE QUANTO AFIRMA...
SÉ É QUE A SR. JÁ NÃO SABE NÉ... I

Anônimo disse...

É ..OS HOMENS SE RELACIONAM, AMAM, CUIDAM E DO NADA.."DO NADA" SE TORNAM TUDO O QUE A SR. RELATOU.

ELES SÃO HIPÓCRITAS E FAZEM ISSO PORQUE ODEIAM AS MULHERES COMO FEZ QUESTÃO DE RATIFICAR. PELO MENOS, A SR. TEVE BOM SENSO COM A CLASSE E NÃO DISSE QUE ELES SÃO HIPÓCRITAS,,,MACHISTAS..OU COISAS DO TIPO... PREFERIU O TERMO "PRATICAM ISSO DE MANEIRA INCONSCIENTE". MUITAS "CLIENTES" SE IDENTIFICARAM E SE IDENTIFICARÃO COM ESSE MATERIAL E, COM CERTEZA, IRÃO PROCURÁ-LA EM SEU CONSULTÓRIO.

INTERESSANTE O SEU TEXTO, .

AS MULHERES ATUALMENTE, NÃO SÃO, EM SUA MAIORIA, AQUELAS DONAS DE CASA TRADICIONAIS. ATRAVÉS DE MOVIMENTOS, MÍDIA, INDEPENDÊNCIA, NECESSIDADE DE ACEITAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL E DIVERSOS OUTROS SEGMENTOS, HÁ UM ENTENDIMENTO DE QUE A MULHER INTELIGENTE TEM QUE SER INDEPENDENTE, MODERNA E NÃO DEVE SER SUBMISSA(EXISTE UMA PREOCUPAÇÃO EM RELAÇÃO A ESTE).

CONCLUSÃO; ELAS FORAM À LUTA, SE MOLDARAM(USAM BLAZER E SALTO QUE PASSA FIRMEZA E SERIEDADE..AS REVISTAM ENSINAM)..CONSEGUIRAM SEU ESPAÇO NO MERCADO (ESSA FRASE É LINDA E ELAS ADORAM), PILOTAM CAÇAS, SÃO ATÉ PRESIDENTES OU PRESIDENTAS...

ELA É MULHER E ELA ESCOLHE COMO SOA MELHOR....

E JUNTAMENTE A ISSO, UMA DISPUTA COMEÇOU A SE DESENVOLVER EM DIVERSOS CAMPOS APEQUENANDO OS HOMENS.SURGINDO CRITICAS PROFISSIONAIS E COMPORTAMENTAIS..

CENTENAS DE REVISTAS ESCREVEM MATÉRIAS E ENRIQUECEM COM ISSO... MULHERES SÃO MAIS OBSERVADORAS QUE OS HOMENS,,MULHERES LIDERAM ASSIM E O HOMEM ASSADO..MULHERES TEM MAIS ISSO E AQUILO A MAIS QUE OS HOMENS....ENFIM..

.A MULHER ATUAL ..TEM QUE USAR UMA CAPA E SAIR VOANDO...

MAS AÍ...AÍ! NA HORA DE ESCOLHER UM COMPANHEIRO, EXISTE AQUELA RELAÇÃO DE PRÉ-REQUISITOS PRA SEREM PREENCHIDOS...ELE É BONITO NÃO É, MINHA FAMÍLIA GOSTA, MINHAS AMIGAS VÃO APROVÁ-LO,(DETALHE IMPORTANTÍSSIMO A SR. PODERIA INCLUSIVE ESCREVER SOBRE ISSO, JÁ TENHO ATÉ TÍTULO SUGESTÃO..MULHERES QUE VIVEM BASEADAS EM FUNÇÃO DA OPINIÃO DAS AMIGAS..)ELE TEM UM TRABALHO ESTÁVEL..ELE É FORMADO EM QUE? PODE ME AJUDAR?...O QUE EU GANHAREI SE EU PROCESSÁ-LO AO ME SEPARAR..? E DIVERSOS OUTROS QUESTIONAMENTOS..

CADÊ A DOÇURA? CADÊ O SEXO FRÁGIL...? CADÊ O “OI MEU AMOR QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU?” ONDE ESTÃO OS DETALHES QUE FAZIAM DA MULHER A MULHER...ONDE ESTÃO...? EU DIGO: FORAM EXTERMINADOS....

O QUE VEMOS; UM MONTE DE TRINTONAS AÍ.. QUASE QUARENTA..SOLTEIRAS..NO DESESPERO DE TER UM FILHO..OU DE ARRUMAREM CASAMENTO...PORQUE JULGAM MUITO...ESCOLHEM MUITO E ACABAM SEM NADA..NENHUM HOMEM É BOM O SUFICIENTE..PARA ESTAREM AO SEU LADO..QUANDO NO FUNDO MATAM CACHORRO A GRITO NA VERDADE A MULHER ESTÁ REFÉM DESSE MUNDO QUE FOI CRIADO DA INDEPENDÊNCIA E TAL......E PRECISAM DE BEM POUCO PARA SEREM FELIZES..

O PROBLEMA SE DÁ QUANDO ESSA MULHER..(A MULHER MARAVILHA DAS REVISTAS)COMEÇA A NÃO SER "SUBMISSA" A SEU PARCEIRO DENTRO DE CASA. ENTÃO O INFERNO ESTÁ ARMADO..

SUGIRO A SR. QUE EM VEZ DE RELATAR A "MANEIRA COMO OS COMPANHEIROS DAS SUAS CLIENTES AGEM" DEVERIA FOCAR NO PORQUÊ QUE ELES MUDAM DE COMPORTAMENTO COM ELAS DURANTE O PROCESSO, COM CERTEZA A SR. IRIA DESCOBRIR QUE O TAL PROCEDER DE MANEIRA INCONSCIENTE, NÃO É ÓDIO E NEM É TÃO INCONSCIENTE QUANTO AFIRMA...

SÉ É QUE A SR. JÁ NÃO SABE NÉ... I

Anônimo disse...

Olá boa noite... Creio que vc deva ter recebido a mensagem de um homem com algumas criticas sobre seu trabalho. Ele é (ou era) meu namorado. Nos relacionamos há quase 5 anos... Me identifiquei muito com a matéria, pois em todo esse tempo ele se comporta dessa forma tenho que fazer o que ele quer, ele sempre coloca a culpa das brigas em cima de mim, me xinga, me humilha... mesmo por motivos bobos as brigas acabam tomando uma proporção desnecessaria... Ele diz que eu disputo com ele. Mas que disputa? eu pergunto... Eu tenho que me defender... Segundo ele as brigas sempre ocorrem por minha causa pq eu tenho atitudes ou deixo de agir de determinada forma... Isso me deixa muito triste acho até que estou em depressão. Amigas então, ele diz que eu sou manipulada por elas... Mostrei a materia a ele no intuito de sei lá... acho que tentar faze-lo enxergar as coisas que ele faz... Eu fico desesperada porque o amo, não queria perde-lo mas realmente não está dando... A agressividade só aumenta, não há respeito! Depois finge que nada acontece e me chama pra sair... E quer que eu esteja sorrindo se não me chama de fria... Tenho a consciência de que fui EU quem deixou chegar a esse ponto. Depois de tantas coisas ruins que aconteceram e eu fui deixando pra lá achando que ia mudar... Nada mudou... Hj eu estou aqui sofrendo me achando a última das mulheres... Eu sei que preciso de ajuda... gostaria até se pudesse uma indicação, moro aqui no RJ capital.
Obrigada pela atenção esse texto foi muito importante para mim.

Anônimo disse...

Gostei do seu texto.E o livro que você cita vai ajudar uma amiga,que vive um relacionamento assim.

Anônimo disse...

Passo por esse processo, sem mover um ponto e uma virgula. Mas isso é uma deficiência mental? É um tipo de doença ou síndrome? Pq pelo que eu li essas pessoas passam pelo processo de rejeição uterina, dentro da barriga da mãe e é rejeitado pelo pais e criado sem amor de ninguém. São seres orgulhosos, que adoram que as mulheres submissas, agride verbalmente e fisicamente. E o pior não aprenderam pedir perdão e nem agradecer, pois essas palavras não existem no seu vocabulário, não agradece por nada que lhe é dado de coração, elas acham que são obrigações das pessoas ajuda-las.
Por favor entre em contato comigo pq meu esposo além disso é usuário de maconha... sofro horrores que estava gravida, que ate o bebe eu perdi. Reyce_veridian@hotmail.com

Anônimo disse...

nossa hoje mesmo navegando na internet, buscando explicacoes para o meu problema que ontem chegamos ao extremo, realmente meu relacionamento e assim, ate hoje vive algo parecido e e increvil, como eles conseguem nos fazer sentir culpadas. Passo por isso e hoje meu sentimento eh sei la . Nai sei descrever tamanho sofrimento e confesso que estou sem direcao.. muito bom essa materia.

Anônimo disse...

Nunca havia achado um artigo tão completo como esse, onde consegui localizar e ver tudo aquilo que eu estava e ainda estou passando... Tenho apenas 18 anos... Namorei cerca de 2 anos... No começo era mil maravilhas achei que realmente ele era o homem da minha vida.... Alguns meses depois as brigas começaram ele começou a revelar quem realmente ele era, me humilhando fazendo com que eu me sentisse um nada. Logo depois de tudo eu ia tentar conversar e ele fingia que não havia acontecido nada e nunca queria tocar neste assunto.... Eu vivia em um mundo totalmente privado como se eu fosse uma bonequinha onde ninguém podia encostar em mim, falar comigo, muito menos podia ir na padaria sem ele saber.... E aí de mim se saísse com minha irmã para ir ao shopping .... Perdi dois anos da minha vida com um homem que eu amava sim amava muito... Mais ao poucos fui amadurecendo e vi que realmente ele não era o homem pra mim.... E as coisas foram piorando... Fui chincada de todos os nomes que vocês possam imaginar sem fazer exatamente nada... Qualquer problema que ele tivesse na casa dele com a família sobrava tudo pra mim eu simplesmente chorava e me sentia um NADA! Não sabia pra onde correr e nem a quem recorrer pensei em muitas vezes em procurar um psicólogo para me ajudar.. Pois me tornei uma menina triste desmotivada, fazia de tudo por esta pessoa, ajudava em tudo até mais do que aquilo que eu podia... Pois pensava que com isto ele poderia mudar... Me enganei totalmente .... Chegamos ao ponto de ser chingada na frente de várias pessoas ... Isso pra mim foi o fim sendo que sempre fui uma menina decente fiel, amiga, companheira... Cheguei várias vezes em falar quero terminar.. Vocês acham que ele me dava atenção? Não..... Fingia que eu tava brincando me ignorava... Eu pedia toda noite para deus para que ele me desse coragem e força para seguir minha vida em diante... Até que um dia criei coragem depois de várias lágrimas derramas e terminei.... Pensando que assim poderia seguir minha vida sorrindo. Me enganei mais uma vez, hoje não consigo mais confiar em ninguém, ele já fingiu ser várias pessoas em redes sociais para tentar descobrir coisas da minha vida.... Ja fingiu ser até EU mesmo para minhas amigas.... Não sei a quem recorrer tenho vergonha de contar essa situação para os mesmos familiares ou amigos.... Não sei o que faço pois ele ainda me ameaça liga na minha casa a madrugada toda, no meu trabalho, me manda emails me ameaçando falando que quer me ver. Mas não temos mais nada e nunca mais quero ver esse monstro.... E não sei como fazer para me livrar dele. Me sinto indefesa..... Sinto que em qualquer momento possa acontecer algo comigo, pois ele já avisou que se me ver com alguém eu vou pagar muito caro.. Me ajudem por favor. Não aguento mais essa história. QUERO A MINHA VIDA DE VOLTA!!!!!!!! meninas por favor, pela pouca idade que tenho aconselho a todas CUIDADO com todas as pessoas que se envolvem.. Hoje eu estou pagando o preso por ter sido tão boa e ter acreditado neste monstro. Beijos.....

Anônimo disse...

Meu Deus, ja faz 20 anos que estou com uma pessoa assim, tenho vontade pegar a minha mala e sair andando, sem rumo, pois acho que sera melhor do que eu estou vivendo estes anos, faço tudo que posso, mas nunca esta bom, me humilha na frente de todos e depois que eu faça amor, que jeito, me da raiva, ja não tenho saco para tolerar esta situação, sinto doente e fraca, estou cheia de alergias a alimentos e problemas no utero, tenho dores 24 horas, eu não sei o que fazer, alguem me ajude

Serva do senhor disse...

É exatamente o que estou vivendo a 5 anos 3 foram do homem maravilhoso agora estou na fase de ficar surpresa com a transformação

Serva do senhor disse...

É exatamente o que estou vivendo 3 anos um principe nos últimos dois virou um sapo e eu uma prisioneira com depressão e pânico

Serva do senhor disse...

É exatamente o que estou vivendo a 5 anos 3 foram do homem maravilhoso agora estou na fase de ficar surpresa com a transformação

Anônimo disse...

Olá , estou passando pela mesma situação e tb moro no Rio. Nesse momento estou chorando depois de ter sido humilhada mais uma vez e gostaria de saber se você ja encontrou alguma solução para esse sofrimento . Um Bj

Anônimo disse...

Nossa, posso ter me relacionado com alguém assim! É possível que ele mude? Diz que ama uma pessoa (também disse pra mim), mas já a fez sofrer e ela o aceitou de volta,não sei o que ela fez também,mas que se humilhou muito e até hoje o faz eu sei,porém foi tão frio ao terminar com ela quanto comigo,mesmo querendo sempre deixar no ar e manter contato.Às vezes quer mostrar ao mundo que ama nas redes sociais,mas quando termina acusa a parceira de louca e ciumenta,disse para mim que não dava mais pelo fato de eu "ser" assim,mas voltou com esta que faz muito pior.

Anônimo disse...

eu tenho 20 anos e namorava com um cara com mais do dobro da minha idade. eu tambem passei por isso,dois dias de bem e qualquer besteira eu ja era a pior pessoa do mundo,sempre humilhada, e sempre traida tambem,eu ainda o amo mais nao quero passar a vida inteira assim. por favor busquem forças e lutem contra isso,se quiserem conversar com uma amiga me adicionem: vanesinnhah@hotmail.com
abraços....

Anônimo disse...

eu tenho 20 anos e namorava com um cara com mais do dobro da minha idade. eu tambem passei por isso,dois dias de bem e qualquer besteira eu ja era a pior pessoa do mundo,sempre humilhada, e sempre traida tambem,eu ainda o amo mais nao quero passar a vida inteira assim. por favor busquem forças e lutem contra isso,se quiserem conversar com uma amiga me adicionem: vanesinnhah@hotmail.com
abraços....

Luciana Souza disse...

Esse texto me fez refletir sobre meu relacionamento, e percebi muitas atitudes parecidas que eu vivo em casa, ainda tem um agravante, meu marido é alcoólatra e não admite. Infelizmente não vejo saída, é uma prisão domiciliar.

Luciana Souza disse...

Esse texto me fez refletir sobre meu relacionamento, e percebi muitas atitudes parecidas que eu vivo em casa, ainda tem um agravante, meu marido é alcoólatra e não admite. Infelizmente não vejo saída, é uma prisão domiciliar.

Anônimo disse...

Meu Deus de onde vcs me conhecem pois é justamente isso que vivo há 12 anos com meu marido me trata bem diz que me ama as vezes chega a ser horas depois estamos em uma briga sem tamanho com gritos ofensas e humilhaçoes hoje por exemplo sua mãe passou uns dias conosco ele me xingou me humilhou todos os dias em que ela esteve aqui qdo estava saindo pra leva-la embora veio tentar me agradar para qdo voltar eu fazer sexo com ele e na maioria das vezes ele consegue minha historia é muito parecida com todos os relatos que li ele me humilha tanto que chego a acreditar que o problema é comigo sou o tipo de esposa que tenta agradar ele em tudo ,trabalho fora cuido de nossos filhos da nossa casa nao saio pra passear sem ele ou nossos filhos nao tenho amigos pois ele me afastou de todos é só do trabalho pra casa casa trabalho e mesmo assim ele desfaz do meu trabalho do meu dinheiro das minha roupas minha aparencia minha opiniao me desfaz para meus filhos tenta joga-los contra mim e por fim quando estamos discutindo que falo a ele que tenho vontade de ir embora ele debocha de mim dizendo pra eu ir porque sabe que nao tenho pra onde ir pois ja nao tenho mais meus pais e nenhum parente que possa me ajudar tambem me ameaça dizendo que vai tirar meus filho de mim que nehum juiz seria louco de deixar as crianças comigo ja que o que eu ganho é pouco ele é um otimo pai nao deixa faltar nada dentro de casa mas na oportunidade que tiver joga na minha cara peço tanto a ele que nao me ofenda porque isso doi muito mas ele nao liga e no outro dia age como se nada tivesse acontecido até minha sogra me perguntou de onde tiro forças para aguenta -lo eu nao conhecia essa doença mas agora sei que sou casada com um misogino hoje estou tão triste chego a estar dolorida por dentro chego mtas vezes a pensar em desistir de tudo mas tenho 2 filhos que ainda precisan de mim (um de 10 e outra de 3 anos )nao sei o que fazer me ajude por favor ...!!!

pri rhiad disse...

Esse texto me fez ver quantas coisas parecidas tenho no meu relacionamento, impressionante, ele se faz de vitima o tempo todo, hoje me ama e amanhã odeia e ameaça ir embora, pra chamar a atenção e me oprimir, fazer ficar em cima dele e perder o meu valor, mas vou procurar ajuda, pois ele vai me deixar doida igual ele.

KEITH ELLEN disse...

Bom dia, vi o comentário de muitas e criei coragem para postar o meu, tenho passado por isso constantemente, perdi a conta das vezes que meu marido olhou nos meu olhos e me disse : “Põe isso na sua cabeça: VOCÊ NÃO SERVE PRA NADA, VOCÊ É BURRA, IDIOTA, EU ERA MUITO MAIS FELIZ QUANDO ERA SOLTEIRO, VOCÊ FOI O PIOR ERRO QUE COMETI NA MINHA VIDA”. Ele me fala essas coisas sem um pingo de remoço, e ainda diz que não se arrepende de nada que aconteceu. O dia passa, a noite chega e quando é de manhã ele já está abraçado comigo como se nada tivesse acontecido, e como se nada tivesse acontecido no dia anterior ele me beija diz que me ama e faz de tudo pra me agradar. Eu me sinto um lixo, e eu sinto que cada dia que passa eu tenho piorado mais, meu psicológico está abalado, tenho tido sonhos horríveis, ouço coisas, durmo mal, me sinto triste, estou mal bem mal. Então ontem pedi a separação, eu preciso ser feliz. E mais uma vez ele age como se nada tivesse acontecendo, tenho a sensação de que ele quer me enlouquecer.

KEITH ELLEN disse...

Bom dia, vi o comentário de muitas e criei coragem para postar o meu, tenho passado por isso constantemente, perdi a conta das vezes que meu marido olhou nos meu olhos e me disse : “Põe isso na sua cabeça: VOCÊ NÃO SERVE PRA NADA, VOCÊ É BURRA, IDIOTA, EU ERA MUITO MAIS FELIZ QUANDO ERA SOLTEIRO, VOCÊ FOI O PIOR ERRO QUE COMETI NA MINHA VIDA”. Ele me fala essas coisas sem um pingo de remoço, e ainda diz que não se arrepende de nada que aconteceu. O dia passa, a noite chega e quando é de manhã ele já está abraçado comigo como se nada tivesse acontecido, e como se nada tivesse acontecido no dia anterior ele me beija diz que me ama e faz de tudo pra me agradar. Eu me sinto um lixo, e eu sinto que cada dia que passa eu tenho piorado mais, meu psicológico está abalado, tenho tido sonhos horríveis, ouço coisas, durmo mal, me sinto triste, estou mal bem mal. Então ontem pedi a separação, eu preciso ser feliz. E mais uma vez ele age como se nada tivesse acontecendo, tenho a sensação de que ele quer me enlouquecer.

KEITH ELLEN disse...

Bom dia, vi o comentário de muitas e criei coragem para postar o meu, tenho passado por isso constantemente, perdi a conta das vezes que meu marido olhou nos meu olhos e me disse : “Põe isso na sua cabeça: VOCÊ NÃO SERVE PRA NADA, VOCÊ É BURRA, IDIOTA, EU ERA MUITO MAIS FELIZ QUANDO ERA SOLTEIRO, VOCÊ FOI O PIOR ERRO QUE COMETI NA MINHA VIDA”. Ele me fala essas coisas sem um pingo de remoço, e ainda diz que não se arrepende de nada que aconteceu. O dia passa, a noite chega e quando é de manhã ele já está abraçado comigo como se nada tivesse acontecido, e como se nada tivesse acontecido no dia anterior ele me beija diz que me ama e faz de tudo pra me agradar. Eu me sinto um lixo, e eu sinto que cada dia que passa eu tenho piorado mais, meu psicológico está abalado, tenho tido sonhos horríveis, ouço coisas, durmo mal, me sinto triste, estou mal bem mal. Então ontem pedi a separação, eu preciso ser feliz. E mais uma vez ele age como se nada tivesse acontecendo, tenho a sensação de que ele quer me enlouquecer.

KEITH ELLEN disse...

Bom dia, vi o comentário de muitas e criei coragem para postar o meu, tenho passado por isso constantemente, perdi a conta das vezes que meu marido olhou nos meu olhos e me disse : “Põe isso na sua cabeça: VOCÊ NÃO SERVE PRA NADA, VOCÊ É BURRA, IDIOTA, EU ERA MUITO MAIS FELIZ QUANDO ERA SOLTEIRO, VOCÊ FOI O PIOR ERRO QUE COMETI NA MINHA VIDA”. Ele me fala essas coisas sem um pingo de remoço, e ainda diz que não se arrepende de nada que aconteceu. O dia passa, a noite chega e quando é de manhã ele já está abraçado comigo como se nada tivesse acontecido, e como se nada tivesse acontecido no dia anterior ele me beija diz que me ama e faz de tudo pra me agradar. Eu me sinto um lixo, e eu sinto que cada dia que passa eu tenho piorado mais, meu psicológico está abalado, tenho tido sonhos horríveis, ouço coisas, durmo mal, me sinto triste, estou mal bem mal. Então ontem pedi a separação, eu preciso ser feliz. E mais uma vez ele age como se nada tivesse acontecendo, tenho a sensação de que ele quer me enlouquecer.

Anônimo disse...

Oie! estou casada há 3 meses mas estamos juntos há 6 anos, meu marido me maltrata muito sempre me xinga de burra, anta e outras coisas não tem o minimo de respeito até de vaca ele já me chamou eu retruco e tb xingo ele mas não quero viver numa relação assim sabe já tentei conversar com ele mas ele não sabe falar sem ofender ninguém o que eu poderia esperar de uma pessoa que trata mal os próprios pais , mas no começo ele era tão amigo e cuidava de mim agora ele me trata como se eu enchesse o saco dele e só falasse asneiras, apesar de amar ele eu já disse que se ele não gosta de mim não precisa ficar comigo que cada um vai pro seu canto mas ele não me deixa em paz sabe ele não melhora o que eu devo fazer? Gostaria q ele fosse aquele rapaz gentil que conheci e me apaixonei!

Anônimo disse...

Oie! estou casada há 3 meses mas estamos juntos há 6 anos, meu marido me maltrata muito sempre me xinga de burra, anta e outras coisas não tem o minimo de respeito até de vaca ele já me chamou eu retruco e tb xingo ele mas não quero viver numa relação assim sabe já tentei conversar com ele mas ele não sabe falar sem ofender ninguém o que eu poderia esperar de uma pessoa que trata mal os próprios pais , mas no começo ele era tão amigo e cuidava de mim agora ele me trata como se eu enchesse o saco dele e só falasse asneiras, apesar de amar ele eu já disse que se ele não gosta de mim não precisa ficar comigo que cada um vai pro seu canto mas ele não me deixa em paz sabe ele não melhora o que eu devo fazer? Gostaria q ele fosse aquele rapaz gentil que conheci e me apaixonei!

Anônimo disse...

Acho que estou vivendo com um, até perguntar se está tudo bem com ele, o deixa irritado, não aguento mais essa situação, infelizmente dependo dele pra tudo. Não vejo a hora de dar um jeito na minha vida. Acha que devo procurar ajuda? Amei texto! Bjinhos

Anônimo disse...

Disse tudo!

Anônimo disse...

Olá Adriana. Agradeço muito encontrar este artigo. Tenho 32 anos. Eu comecei a refletir muito na minha personalidade e os efeitos que isso causaram em minha familia, sempre sofri por essa minha atitude tão possessiva e dominadora. Embora parece que se está por cima na verdade me sintia sempre muito mal por fazer assim como um misógino. Não entendia por que eu agia assim sempre quis entender. Sabia que havia algo de errado mas não sabia o que seria e acho que encontrei a resposta de pois de tantos anos. Lendo seu artigo não me resta dúvida que sofro disso. Me dói muito saber que fiz tanto minha esposa infeliz. Ela se cansou de mim e tem 4 meses que ela foi embora e levou nosso bebe de 1 ano e 3 meses. Por isso procurei em muitos lugares qual era o MEU problema, por que eu agia assim tão diferente do normal pois vejo que o problema sempre estave em mim e não nela. Se puder me ajudar eu agradeço com suas dicas. Desde já muito obrigado. Renato meu email tonare1981@hotmail.com

Márcia disse...

Ai meu DEUS! Convivo com um doente há 16 anos, e fiquei doente tbm. Sou um espectro do que fui um dia, não me sinto bonita há muito tempo, já até me peguntei se ainda sou mulher. Obrigada por trazer a informação, vou procurar ajuda.

Nina disse...

Parabéns pelo seu trabalho e seu texto. Vivi tudo o que você descreveu. deixei um relado em seu G+ no bate papo. Sai de um relacionamento assim tem 15 dias, confesso que fiquei triste, porém ao mesmo tempo, sei que foi o melhor, pois nunca fui tão humilhada e ofendida com palavras e algumas atitudes. Mas só quero o bem dele embora ele nem se quer queira um contato da minha parte. O que realmente nos deixa triste é saber que uma pessoa diz que te ama hoje e no outro dia você passar a ser ninguém e todo carinho que dedicou se torna nada e nos tornamos uma desconhecida a qual não fica um pingo de afeto.
Parabéns mesmo pelo seu texto, me ajudou muito a compreender o que acontecia. Mas mesmo sabendo disso tudo, fico indignada como uma pessoa te priva de tudo te faz sair de um emprego e depois não se importa de como você vai seguir a sua vida.

Anônimo disse...

Não tenho como procurar ajuda!!! O que posso fazer para resolver esse problema sozinha? tenho medo de ser muito dura com meu namorado pois a mãe dele morreu a pouco tempo, me ajudem a resolver por favor, estou sofrendo muito, pois o amo demais

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 257   Recentes› Mais recentes»
Related Posts with Thumbnails

Vídeos

Loading...