sábado, 11 de outubro de 2008

- EFT: Uma revolução nas terapias energéticas

Esta história foi contada por Gary Craig, criador da técnica da EFT (Técnica de Libertação Emocional), num dos seus vídeos de treinamento.

Ele conta-nos que o psicológoco norte-americano, Dr. Roger Callahan, atendeu uma cliente que tinha um medo intenso de água. O seu nome era Mary (não sei se este é o nome verdadeiro) e qualquer nível de água acima de 2 cm provocava nela uma intensa fobia, desencadeando dores de cabeça e outras reações no corpo. Este medo era bastante limitante, pois ela não podia chegar perto de lagos, do mar, piscina. Até mesmo tomar banho na banheira era impossível.

Mary tinha feito muitos anos de psicoterapia com vários terapeutas diferentes sem conseguir grandes progressos. Tornou-se, então, paciente do Dr. Callahan. Depois de um ano e meio de tratamento, o máximo progresso que eles conseguiram foi diminuir a fobia de forma que ela conseguia sentar-se na borda e colocar os pés dentro de uma piscina que havia na casa do Dr. Callahan. Ainda assim, isto provocava-lhe dores de cabeça pelo resto do dia.

O Dr. Callahan gostava de estudar terapias energéticas e tinha conhecimentos de acupuntura, cinesiologia aplicada (técnica que permite através de testes musculares descobrir desequilíbrios energéticos, físicos e emocionais), dentre outras. Um dia, a sua paciente Mary comentou que este medo lhe provocava uma sensação no estômago. Utilizando os seus conhecimentos em acupuntura, o Dr. Callahan teve a idéia de estimular o meridiano (canais energéticos relacionados com os órgãos e funções do corpo humano estudados pela acupuntura) relacionado a esse órgão. Este meridiano inicia-se no ponto abaixo do olho onde se encontra a região inferior da órbita ocular. Ele disse a Mary que talvez pudesse fazer algo em relação a esta sensação no estômago antes de começar a sessão de psicoterapia e, então, começou a estimular este ponto através de leves batidas com as pontas dos dedos.

Depois de estimular o ponto por alguns segundos, a sua paciente disse “Passou”. E ele respondeu “O que foi que passou?”. Ela disse “O medo, o medo de água passou completamente!” Então, para investigar melhor a situação ele sugeriu que fossem até à piscina. Conta-se que ela foi a correr e ele ficou bastante preocupado pelo fato de que ela não sabia nadar. Ele saiu gritando dizendo-lhe que fosse com calma, mas ela respondeu que não iria fazer nenhuma loucura, pois não tinha ficado louca e tinha consciência de que não sabia nadar. Ao lado da piscina puderam realmente comprovar que a fobia tinha simplesmente desaparecido. Anos depois Mary continuava com a sua vida normalmente, totalmente livre da fobia que a acompanhara por tantos anos.

É claro que o Dr. Callahan ficou impressionado com o que aconteceu e, a partir daí, começou a relacionar os meridianos com as fobias e outros problemas emocionais. Foram criadas seqüências específicas e diferenciadas de batidas nos meridianos que seriam adequadas para tratar os diferentes problemas emocionais. Cada problema tinha uma seqüência específica, era o que ele chamava de algoritmo. Estava, então, criada a TFT.

O engenheiro norte americano Gary Craig era muito interessado na área de melhoria de performance pessoal. Através da sua amiga e sócia Adrienne F., tomou conhecimento de que havia este psicólogo que era capaz de resolver fobias em poucos minutos. Ligou para o Dr. Callahan e interrogou-o a respeito da técnica aplicada para tratar fobias e ouviu do psicólogo que ela poderia fazer muito mais do que isso. Gary perguntou se ele poderia ensinar-lhe a técnica e o Dr. Callahan respondeu que sim e que cobraria US$ 10.000,00. Para ser mais convincente quanto aos resultados prometidos, enviou uns vídeos ao Gary Craig com demonstrações de aplicação da técnica. Dessa forma, o engenheiro decidiu pagar a taxa e tornou-se aluno do Dr. Callahan. Aprendeu a técnica e começou a aplicá-la obtendo resultados espantosos, mesmo sendo ainda um iniciante.

Passado certo tempo, o engenheiro começou a questionar-se sobre o rigor das seqüências e ordem propostas pela TFT. Começou a testar as batidas nos pontos, fugindo da ordem recomendada pela técnica e quando existia algum problema para o qual se recomendava bater num ponto supostamente crucial para se obter um bom resultado, ele simplesmente não batia nesse ponto. Tudo isto no intuito de testar a teoria que tinha sido proposta. O que ele verificou foi que mesmo fazendo tudo diferente do recomendado, os resultados continuavam sendo impressionantes. Concluiu, então, que não importava muito a ordem de seqüência e resolveu criar o que ele chamou de “receita básica”, ou seja, uma seqüência única em que se bate em todos os pontos e que pode ser concluída em menos de um minuto. Assim surgiu a EFT. Esta “receita básica” foi testada e aplicada com sucesso milhares de vezes. Isso simplificou muito a técnica, permitindo assim uma rápida expansão do número de terapeutas e praticantes no mundo.


por André Lima (Praticante de EFT)

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Vídeos

Loading...